Mundo China cresce 18,3% ao ano depois de queda brusca por causa de pandemia

11:15  16 abril  2021
11:15  16 abril  2021 Fonte:   poder360.com.br

China quer produtos do agro do Brasil de maior valor, além de grãos, diz embaixador

  China quer produtos do agro do Brasil de maior valor, além de grãos, diz embaixador China quer produtos do agro do Brasil de maior valor, além de grãos, diz embaixadorSÃO PAULO (Reuters) - O governo chinês está ciente das preocupações brasileiras para elevar o valor agregado de suas exportações para a China, enquanto o país asiático "está pronto" a trabalhar para que este objetivo seja alcançado, disse o embaixador da China no Brasil Yang Wanming, nesta quinta-feira.

A economia da China cresceu 18,3% de abril de 2020 a abril de 2021. No 1º trimestre deste ano, o PIB (Produto Interno Bruto) chinês teve expansão de 0,6%, bem acima do registrado no mesmo período de 2020, quando a pandemia da covid-19 estava no auge no país e a economia encolheu 6,8%.

No 1º trimestre deste ano, o PIB (Produto Interno Bruto) chinês teve expansão de 0,6%, bem acima do registrado no mesmo período de 2020, quando a pandemia do coronavírus estava no auge no país e a economia encolheu 6,8% © Alejandro Luengo (via Unsplash) No 1º trimestre deste ano, o PIB (Produto Interno Bruto) chinês teve expansão de 0,6%, bem acima do registrado no mesmo período de 2020, quando a pandemia do coronavírus estava no auge no país e a economia encolheu 6,8%

Os dados foram divulgados nessa 5ª feira (15.abr.2021) –6ª feira (16.abr) na China– pelo NBS (Escritório Nacional de Estatísticas).

Baixa eficácia de vacinas chinesas desafia imunização global

  Baixa eficácia de vacinas chinesas desafia imunização global Cresce a preocupação de que as vacinas da China sejam menos eficazes para proteger contra a Covid-19, levantando questões sobre países como Brasil e Hungria que dependem desses imunizantes, assim como a gigante campanha de imunização do país asiático. Enquanto vacinas desenvolvidas pela Pfizer, Moderna e até mesmo a Sputnik da Rússia tenham proporcionado taxas de proteção acima de 90%, no geral, as candidatas chinesas mostraram eficácia muito mais baixa.

Em comparação com o último trimestre de 2020, quando cresceu 3,2%, a China desacelerou, o que levantou questões sobre se o país conseguirá sustentar a recuperação até o fim deste ano.

Vários setores foram afetados. O crescimento da atividade industrial e da construção, por exemplo, ficou em 1,3% nos 3 primeiros meses do ano, ante 2,3% no 4º trimestre de 2020.

O setor de serviços contraiu 2,3%, depois de expansão de 3,9% no último trimestre de 2021.

O grupo financeiro ING atribuiu a moderação no crescimento da produção industrial à baixa demanda exterior por roupas e desaceleração na produção de dispositivos tecnológicos, em parte por causa da escassez global de chips.

Receba a newsletter do Poder360

Medidas antipoluição mais rigorosas impostas às refinarias também podem ter contribuído para a desaceleração do crescimento das indústrias, apontou o ING.

China deve escolher entre inflação ou poluição gerada pelo aço

  China deve escolher entre inflação ou poluição gerada pelo aço O vasto setor siderúrgico da China é palco de um conflito entre o crescimento econômico e uma agenda verde que aponta para desafios mais amplos, enquanto o presidente Xi Jinping tenta “limpar” o maior emissor de carbono do mundo. O governo está pressionando para que a produção de aço caia de um recorde de mais de 1 bilhão de toneladas, em uma campanha desencadeada pela promessa de Xi de entregar uma economia neutra em carbono até 2060. Mas as primeiras medidas para espremer as siderúrgicas levaram a uma disparada dos preços e criaram uma dor de cabeça para legisladores preocupados com o aumento da inflação.

Em contramão, as vendas no varejo registraram expansão de 1,8% em março em relação ao mês anterior.

No entanto, analistas apontam que é improvável que a economia da China seja capaz de sustentar o rápido crescimento do 1º trimestre. Em parte porque o governo está reduzindo algumas medidas de estímulo que lançou durante a crise. Mas, também, por conta da escassez de chips, que reduziu radicalmente a produção de carros e equipamentos de computadores em vários países.

Além disso, as relações da China com os Estados Unidos determinam boa parte do comportamento da economia chinesa, principalmente por causa do desenvolvimento de tecnologia.

Desde o governo de Donald Trump, os EUA impõem sanções e restringem as atividades da China em seu território. O atual presidente norte-americano, Joe Biden, já sinalizou que seguirá a mesma linha, o que pode significar ainda mais pressão sobre as empresas chinesas nos próximos meses.

A estimativa do ING é que o PIB (Produtor Interno Bruto) chinês tenha expansão de 8,6% em 2021. Isso superaria a meta de crescimento anual de 6% estimada pelo governo chinês.

China, do Lviv, recebe o prêmio de melhor jogador de março da elite ucraniana e celebra: 'Dá mais motivação' .
No último dia 21, o atacante brilhou com gol marcado, assistência e pênalti sofrido na vitória contra o Shakhtar DonetskVeja a tabela do Inglês

usr: 2
Isto é interessante!