Mundo "Photoshop Simples": como um falsificador do Paquistão pode ter ajudado agentes russos nos EUA

00:16  17 abril  2021
00:16  17 abril  2021 Fonte:   reuters.com

Premiê do Paquistão suscita críticas ao insinuar que roupas femininas incitam ao estupro

  Premiê do Paquistão suscita críticas ao insinuar que roupas femininas incitam ao estupro O primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan, gerou polêmica em seu país ao estabelecer uma ligação entre o estupro e a maneira como as mulheres se vestem. O líder conservador chegou a ser chamado de "ignorante" pela Comissão de Direitos Humanos do país. Em uma entrevista televisiva transmitida no fim de semana, Imran Khan estimou que os casos de estupro "aumentaram rapidamente" no mundo moderno. Segundo ele, isso seria uma consequência normal "em qualquer sociedade onde a vulgaridade aumenta", insinuando que a maneira como as mulheres se vestem poderia ter uma incidência nas agressões sexuais.

Por Raphael Satter

© Reuters/Kacper Pempel "Photoshop Simples": como um falsificador do Paquistão pode ter ajudado agentes russos nos EUA

WASHINGTON (Reuters) - Em meio a diversas sanções dos Estados Unidos impostas na quinta-feira a empresas russas especializadas em segurança digital e funcionários que supostamente trabalham para os serviços de inteligência do Kremlin, uma empresa se destacou: a "Fresh Air Farm House", em Karachi, cidade mais populosa do Paquistão.

A empresa, cuja página no Facebook mostra um parque aquático disponível para aluguel, é administrada por Mohsin Raza, de 34 anos, um dos dois fundadores de um negócio online de identidade falsa que, segundo promotores, ajudou agentes russos a se instalarem nos Estados Unidos.

Ucrânia descarta qualquer ofensiva contra os separatistas pró-russos

  Ucrânia descarta qualquer ofensiva contra os separatistas pró-russos As Forças Armadas da Ucrânia afirmaram nesta sexta-feira (9) que não lançarão uma ofensiva contra os separatistas pró-russos que controlam duas regiões do leste do país, em meio aos crescentes temores de uma escalada militar na região. "A liberação dos territórios ocupados temporariamente pela força levará inevitavelmente à morte de um grande número de civis e baixas militares, o que é inaceitável para a Ucrânia", afirmou Ruslan Khomchak,"A liberação dos territórios ocupados temporariamente pela força levará inevitavelmente à morte de um grande número de civis e baixas militares, o que é inaceitável para a Ucrânia", afirmou Ruslan Khomchak, comandante das Forças Armadas ucranianas, em um comunicado.

De acordo com um comunicado do Tesouro dos EUA e uma acusação emitida esta semana por promotores federais em Nova Jersey, Raza comandava uma fábrica de identidades digitais falsas, produzindo imagens de carteiras de motorista, passaportes e faturas de serviços falsificadas, para ajudar clientes a passarem em verificações de empresas de pagamento e tecnologia dos EUA. Seis acusações judiciais culpam Raza por roubo de identidade e produção de documentos falsos.

A Reuters entrou em contato com Raza, no Paquistão, por meio de um número de telefone fornecido pela lista de sanções do Tesouro dos EUA. Ele confirmou sua identidade e reconheceu ser um falsificador digital, dizendo que usou um "Photoshop simples" para alterar carteiras de identidade, contas e outros documentos sob encomenda.

Conflito na Ucrânia revive seus dias mais tensos

  Conflito na Ucrânia revive seus dias mais tensos Conflito na Ucrânia revive seus dias mais tensosAo alemão Heiko Maas e ao francês Jean-Yves Le Drian, Blinken chamou a movimentação de tropas russas na fronteira de uma provocação inaceitável. No dia anterior, a chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, havia ligado para Vladimir Putin e apelado por uma desescalada da situação.

Raza - que disse também se interessar por design gráfico, e-commerce e criptomoedas - negou qualquer irregularidade, dizendo que estava apenas ajudando as pessoas a acessarem contas das quais foram bloqueadas.

Entre os clientes de Raza, alega a acusação de Nova Jersey, estava um funcionário da russa "Internet Research Agency" (IRA) - uma infame "fazenda de trolls" (empresa especializada em disseminar informações e notícias falsas) acusada por investigadores dos EUA de relatos falsos na mídia, documentos vazados e interferência nas eleições dos EUA. O funcionário da IRA usou os serviços de Raza em 2017, para obter carteiras de motorista falsificadas e comprovar a identidade para abrir contas falsas no Facebook, de acordo com a acusação.

O Facebook não comentou o caso imediatamente. Raza disse que não rastreou quem usou seu serviço.

Ele disse que a inspiração para seu negócio veio vários anos atrás, quando uma conta do PayPal que ele abriu com um pseudônimo foi bloqueada, impedindo o acesso dele a centenas de dólares que havia recebido por otimizar resultados de pesquisas online.

As relações entre EUA, Rússia e China

  As relações entre EUA, Rússia e China Momentos de crise e de acirramento de tensões exigem estadistas hábeis na escolha dos momentos de escalar e de arrefecer essas tensões. Esperemos que esse seja o caso de todos os envolvidos. CORONEL DE CAVALARIA DO EXÉRCITO (WWW.PAULOFILHO.NET.

Recusando-se a desistir do que descreveu como "dinheiro real ganho com muito esforço", ele usou Photoshop para por seu pseudônimo em um documento de identidade online. Assim que o PayPal descongelou sua conta, ele percebeu que havia tropeçado em uma boa ideia e o negócio decolou a partir daí. Seu site, Second Eye Solutions, ostentava "mais de 6.000 clientes satisfeitos" antes de Raza retirá-lo do ar na quinta-feira de manhã.

O dinheiro ganho com o negócio de identidade falsa foi investido na construção da "Fresh Air Farm House", disse Raza. A instalação, que possui três quartos, um campo para jogos, um toboágua e uma área para churrasco, agora está na lista de entidades sancionadas dos EUA ao lado de oligarcas russos e empreiteiros da área de equipamentos militares.

O alegado uso por agentes russos de um produtor de identidades falsas do Paquistão para contornar os controles das redes sociais norte-americanas "destaca por que essa economia do cibercrime globalizado, que atinge tantas áreas, pode ser um lugar perfeito para se esconder - até mesmo para Estados-nação", disse Tom Holt, que dirige a Escola de Justiça Criminal da Universidade Estadual de Michigan.

O impacto da retirada militar dos Estados Unidos do Afeganistão .
Retirada começará em 1º. mai. Soldados devem sair até 11. set. Manobra fortalece talibãs. Pode acelerar deterioração do paísA investida militar dos EUA no Afeganistão começou em resposta aos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. Agora, 20 anos depois, Biden escolheu o dia 11 de setembro de 2021 como prazo final para a partida de seus últimos soldados no país.

usr: 0
Isto é interessante!