Mundo Três europeus desaparecidos em Burkina Faso foram 'executados'

18:47  27 abril  2021
18:47  27 abril  2021 Fonte:   afp.com

Em Anfield, torcida do Liverpool protesta contra criação da Superliga

  Em Anfield, torcida do Liverpool protesta contra criação da Superliga Estádio dos Reds amanheceu com cartazes e pessoas do lado de fora contestando a nova competição de clubes da Europa , que está sendo o principal assunto no mundo do futebol. © Fornecido por LANCE! Anfield amanheceu sob protestos (Foto: Peter Byrne) O Liverpool foi uma das equipes que apoiou a criação da Superliga. Na Inglaterra, Manchester United, City, Arsenal, Chelsea e Tottenham também estão encabeçando a competição.ENTENDA A SUPERLIGA Até o momento, os participantes da nova Liga são Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham, pelo Big Six inglês.

Os três europeus que desapareceram após um ataque na segunda-feira (26) no leste de Burkina Faso - dois espanhóis e um irlandês - "foram executados por terroristas", declarou nesta terça-feira (27) à AFP um oficial da segurança local, com Madri confirmando a morte dos dois espanhóis.

A patrulha © OLYMPIA DE MAISMONT A patrulha "foi alvo de um ataque na região de Fada N'Gourma-Pama", informou um funcionário local

"É muito lamentável, mas os três ocidentais foram executados por terroristas", disse o oficial.

"As pessoas nas imagens divulgadas por grupos armados foram identificadas como os três ocidentais que estavam desaparecidos desde ontem", acrescentou.

AP: Buscas por dois adolescentes desaparecidos mobiliza 53 agentes

  AP: Buscas por dois adolescentes desaparecidos mobiliza 53 agentes AP: Buscas por dois adolescentes desaparecidos mobiliza 53 agentesNo total, 53 agentes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Civil, do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e do Grupo Tático Aéreo (GTA) estão participando das buscas. Segundo as autoridades, no quarto dias após o desaparecimento, foi encontrado um cachorro que se pensava estar com os adolescentes. No entanto, o fato foi descartado pela Polícia Civil.

Em Madri, o primeiro-ministro Pedro Sanchez confirmou a morte dos dois espanhóis.

"A pior notícia foi confirmada. Toda a nossa afeição às famílias e amigos de David Beriain e Roberto Fraile, assassinados em Burkina Faso", escreveu ele em sua conta no Twitter, expressando sua "gratidão a todos aqueles que, como eles, praticam diariamente um jornalismo corajoso e essencial em zonas de conflito".

Em Dublin, o ministério das Relações Exteriores afirmou estar "ciente" do desaparecimento de um cidadão irlandês, recusando-se, porém, a "comentar os detalhes de um caso em particular".

Os dois espanhóis e o irlandês mortos eram "jornalistas que trabalhavam em nome de uma ONG que trabalha pela proteção do meio ambiente", segundo uma fonte da segurança de Burkina Faso.

Por onde começar a ler os grandes autores da literatura russa

  Por onde começar a ler os grandes autores da literatura russa Irineu Franco Perpetuo lança 'Como Ler os Russos' e dá dicas aos leitores do 'Estadão' de autores e obras fundamentais da literatura russa Eu poderia passar a vida falando disso, mas vou tentar ficar em dez: ‘Ievguêni Oniéguin’, de Puchkin Obra-prima do pai fundador da literatura russa ‘Almas Mortas’, de Gogol Uma sátira delirante e implacável ‘Pais e Filhos’, de Turguêniev Mistura sedutora de romance político e conflito de gerações ‘Anna Karenina’, de Tolstoi A mais fascinante personagem feminina da literatura russa, em seu romance melhor acabado ‘Os Irmãos Karamazov’, de Dostoievski A culminância

Em Paris, Christophe Deloire, secretário-geral da organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF), anunciou no Twitter que "três jornalistas (incluindo dois espanhóis) que investigavam a caça ilegal foram mortos durante um ataque no leste do país".

"Esta tragédia confirma os grandes perigos que os repórteres enfrentam no Sahel", ressaltou.

Na segunda-feira, uma patrulha composta por soldados e guardas florestais de Burkina Faso, acompanhada por instrutores e jornalistas ocidentais, foi atacada no eixo Fada N'Gourma-Pama, no leste de Burkina Faso.

Um local continua desaparecido após este ataque que também deixou três feridos, mas de acordo com uma fonte da segurança, "trata-se de um agente" dos serviços de segurança "que conhece muito bem a zona da floresta de Pama, perto de Natiaboani, onde ocorreu o ataque".

O ataque foi realizado por homens armados que viajavam em duas pick-ups e uma dúzia de motocicletas, segundo fontes da segurança. Armas e equipamentos, motocicletas, duas pick-ups e um drone foram levados pelos agressores.

Burkina Faso, que faz fronteira com o Mali e Níger, também tem sido uma vítima regular de ataques de grupos extremistas islâmicos desde 2015.

Concentradas inicialmente no norte do país, na fronteira com o Mali, as atrocidades atribuídas a grupos radicais islâmicos - incluindo o Grupo de Apoio ao Islã e aos Muçulmanos (GSIM) afiliado à Al-Qaeda e o grupo Estado Islâmico no Grande Saara (EIGS) - agora visam a capital e outras regiões, notadamente o leste e o noroeste.

Desde 2015, as ações violentas deixaram mais de 1.200 mortos e mais de um milhão de pessoas deslocadas.

burx-stb/ayv/mr

México emite nova ordem de prisão em caso de 43 estudantes desaparecidos .
A Procuradoria-Geral do México emitiu uma nova ordem de prisão contra Tomás Zerón, que foi um dos investigadores do desaparecimento de 43 estudantes de Ayotzinapa em 2014, anunciou o órgão nesta terça-feira (27). Segundo informações publicadas no Twitter, a medida se deve à "violência" que as autoridades sob o comando de Zerón exerceram contra Felipe Rodríguez (conhecido como "El Cepillo"), integrante de um grupo criminoso envolvido no caso. SeuSegundo informações publicadas no Twitter, a medida se deve à "violência" que as autoridades sob o comando de Zerón exerceram contra Felipe Rodríguez (conhecido como "El Cepillo"), integrante de um grupo criminoso envolvido no caso.

usr: 3
Isto é interessante!