Mundo Gundogan relembra o dia em que tirou Jurgen Klopp do sério

19:15  27 abril  2021
19:15  27 abril  2021 Fonte:   lance.com.br

5 características do empreendedorismo no Brasil segundo o suíço Dominique Oliver, fundador da Amaro

  5 características do empreendedorismo no Brasil segundo o suíço Dominique Oliver, fundador da Amaro Nascido em Zurique, o CEO chegou ao país em 2012 para fundar a plataforma de lifestyle feminino []Sobre a saudade do filho, os pais de Oliver já estavam acostumados. Assim que se formou no Ensino Médio, o jovem inquieto foi para os Estados Unidos estudar economia e relações internacionais e, durante esse período, aproveitou também para passar algum tempo na Inglaterra. Na sequência, instalou-se em Nova York para trabalhar na área de fusões e aquisições do setor bancário, vivendo uma típica vida nova-iorquina. No olho do furacão do mercado financeiro, percebeu uma movimentação curiosa no comportamento dos consumidores norte-americanos: as compras online.

Gundogan, meio-campista do Manchester City, contou ao "The Players Tribune" sobre o dia em que tirou Jurgen Klopp do sério na época em que os dois estavam no Borussia Dortmund. O alemão explicou que o técnico não gostava que os atletas fossem treinar após sentir dores por conta do risco de lesões.

Gündogan irritou Klopp no período em que ambos estavam no Dortmund (Foto: AFP) © Fornecido por LANCE! Gündogan irritou Klopp no período em que ambos estavam no Dortmund (Foto: AFP)

- Era minha segunda temporada no Dortmund e um dia acordei com dores musculares. Não sabia se era um problema ou cansaço. Cheguei ao CT e pedi para o médico dar uma olhada no local. Klopp chegou e não estava feliz, enquanto eu dizia que tinha condições para treinar. Então ele explodiu e disse: 'Faça a p**** que você quiser" e bateu a porta.

Jürgen Klopp fala sobre Superliga: 'As pessoas não estão felizes e eu não estou envolvido'

  Jürgen Klopp fala sobre Superliga: 'As pessoas não estão felizes e eu não estou envolvido' Mais cinco milhões de doses

Apesar de não seguir o conselho do comandante e treinar com os companheiros, o jogador revelou que ficou surpreso com a reação do técnico minutos mais tarde.

- Jurgen chegou perto de mim e eu esperava uma palestra, mas ele colocou o braço em volta de mim e disse: "Meu amigo, você sabe o motivo de eu estar tão bravo? Eu só me preocupo e não quero te ver lesionado" e fiquei em choque. Klopp me ensinou a sempre ser honesto.

Gundogan se prepara para encarar o Paris Saint-Germain pela semifinal da Champions League nesta quarta-feira. Por outro lado, o treinador alemão já está eliminado do torneio e tem apenas a Premier League até o fim da temporada.

Os filhos de porteiros que chegaram à universidade têm um orgulho que o ministro Paulo Guedes ignora .
Jovens de baixa renda se beneficiaram de programas de inclusão recentes para estudar. O ministro da Economia, de elite abastada, também foi bolsista do CNPq. Seu comentário sobre o filho do seu porteiro feriu brasileiros que têm no Prouni a única janela para mudar seu destinoHá um mal estar numa parte da sociedade brasileira por conta dessa janela para os mais pobres. Não é raro no país ouvir alguém falar com demérito – ou com comentários enviesados —sobre as bolsas de estudo para mais pobres, ou as cotas raciais que beneficiam esse estrato. Na boca de uma autoridade pública, esses comentários são mais chocantes.

usr: 1
Isto é interessante!