Mundo Rohani diz que vazamento de declarações pretende criar discórdia durante negociações nucleares

13:06  28 abril  2021
13:06  28 abril  2021 Fonte:   afp.com

Irã pede apoio da Interpol para deter suspeito da 'sabotagem' de Natanz

  Irã pede apoio da Interpol para deter suspeito da 'sabotagem' de Natanz O Irã solicitou à Interpol sua ajuda para prender um suspeito de cometer uma sabotagem contra sua planta nuclear de Natanz, ato pelo qual responsabiliza Israel - informou a imprensa local neste domingo (18). A televisão pública mostrou uma foto e identificou o indivíduo como Reza Karimi, de 43 anos, afirmando que o Ministério de Inteligência havia determinado seu papel na "sabotagem", semana passada, em Natanz. A emissora acrescentou que oA televisão pública mostrou uma foto e identificou o indivíduo como Reza Karimi, de 43 anos, afirmando que o Ministério de Inteligência havia determinado seu papel na "sabotagem", semana passada, em Natanz.

O presidente do Irã, Hassan Rohani, afirmou nesta quarta-feira (28) que o vazamento de uma gravação do ministro das Relações Exteriores, Mohamad Javad Zarif, pretende semear "discórdia" em seu governo, no momento da retomada das negociações internacionais para tentar salvar o acordo nuclear.

O presidente do Irã, Hassan Rohani © - O presidente do Irã, Hassan Rohani

"Foi divulgado justamente no momento em que as negociações em Viena estão bem encaminhadas, com o objetivo de semear a discórdia dentro do Irã", afirmou Rohani a membros de sua equipe de governo.

Os representantes dos países signatários do acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano estão reunidos em Viena desde terça-feira para tentar salvar o pacto e obter o retorno dos Estados Unidos, país que se retirou de maneira unilateral em 2018.

Pelo menos 22 pacientes morrem em hospital na Índia após vazamento de oxigênio

  Pelo menos 22 pacientes morrem em hospital na Índia após vazamento de oxigênio Pelo menos 22 pacientes morrem em hospital na Índia após vazamento de oxigênio SATARA, Índia, (Reuters) - Pelo menos 22 pacientes morreram nesta quarta-feira em um hospital no oeste da Índia após uma interrupção no fornecimento de oxigênio causada por um vazamento no tanque, disse o ministro da saúde, enquanto um aumento nacional de casos de coronavírus piora o suprimento do gás. O incidente na cidade de Nashik, uma das áreas mais atingidas da Índia, aconteceu depois que o tanque de gás vazou, disse Rajesh Tope, ministro da saúde de Maharashtra, Estado onde a cidade está localizada.

"Por quê agora? Na minha opinião esta gravação (...) poderia ter sido divulgada há uma semana igualmente", completou Rohani.

Vários meios de comunicação internacionais, incluindo o jornal New York Times, publicaram no domingo trechos de uma conversa de Zarif, sem explicar como conseguiram o material.

Segundo os trechos publicados pelo jornal americano, Zarif afirmou: "Na República Islâmica, o âmbito militar manda. Sacrificaram a diplomacia em nome do campo militar, quando o âmbito militar deveria estar a serviço da diplomacia".

Suas palavras eram uma clara referência ao falecido general Qassem Soleimani, comandante da Força Qods, responsável pelas operações no exterior da Guarda Revolucionária, o exército ideológico do Irã. O militar morreu em um ataque americano em Bagdá em janeiro de 2020.

Fórum dos Leitores

  Fórum dos Leitores Cartas de leitores selecionadas pelo jornal O Estado de S. PauloPrioridade nacional

A figura de Soleimani é objeto de devoção no Irã e as declarações de Zarif receberam muitas críticas dos setores mais conservadores do país.

O ministro afirmou nesta quarta-feira que é favorável a um "ajuste inteligente" entre as esferas militar e diplomática, ao mesmo tempo que criticou o vazamento.

"Lamento muito que uma conversa teoricamente secreta sobre a necessidade de sinergia entre a diplomacia e o campo (militar) se transforme em disputas internas", disse Zarif.

Na terça-feira, o presidente iraniano ordenou uma investigação por "conspiração contra o governo, o sistema, a integridade das instituições nacionais e também contra nossos interesses nacionais" pelo vazamento.

amh/kam/dv/bfi/vg/zm-bl/zm/fp

Estudo inédito detalha saúde de ‘filhos de Chernobyl’ .
O acidente nuclear na usina de Chernobyl, na Ucrânia, em 1986, foi uma das maiores tragédias da história da humanidade envolvendo radiação. As consequências desse evento ainda são conhecidas totalmente pela humanidade; entretanto, um estudo feito com famílias de sobreviventes do acidente nuclear buscou compreender como o acidente pode ter afetado os filhos que viriam depois de Chernobyl. – Ele descobriu uma senhora de 92 anos vivendo na zona de exclusão de Chernobyl com seu filho Os efeitos da radiação em crianças que eram gestadas durante o acidente são conhecidas; malformações, cânceres e outros problemas de saúde oriundos da exposição aos raios de urânio emitidos

usr: 1
Isto é interessante!