Mundo Itália proíbe entrada de viajantes provenientes de Bangladesh

23:16  28 abril  2021
23:16  28 abril  2021 Fonte:   ansabrasil.com.br

Espanha prolonga até 11 de maio proibição de voos provenientes do Brasil

  Espanha prolonga até 11 de maio proibição de voos provenientes do Brasil O governo espanhol prolongou as restrições aos voos do Brasil e da África do Sul até 11 de maio para controlar a disseminação de variantes do coronavírus. Esta é a sexta prorrogação dessa medida, inicialmente introduzida em 2 de fevereiro. Somente cidadãos espanhóis e de Andorra, bem como estrangeiros residentes na Espanha e no pequeno principado próximo da fronteira com a França podem pegar um avião proveniente desses dois países. OsOs passageiros em trânsito para uma localidade fora do espaço Schengen, que reúne 30 países, incluindo os 27 da União Europeia, e com uma escala de menos de 24 horas na Espanha, também estão autorizados a viajar. No entanto, eles não poderão deixar o aeroporto.

(ANSA) - O ministro de Saúde da Itália, Roberto Speranza, assinou nesta quarta-feira (28) uma nova portaria que proíbe a entrada no país de pessoas que tenham permanecido ou passado em Bangladesh nos últimos 14 dias, como medida de precaução contra o aumento no número de casos de Covid-19.

Speranza também firmou uma proibição de entrada para todos que estiveram na Índia nas últimas duas semanas, medida que o governo já havia anunciado no dia 25 de abril.

Além disso, "diante do agravamento da situação epidemiológica nos dois países", o ministro italiano também reforçou as medidas de quarentena "para as pessoas residentes na Itália autorizadas a retornar" ao país europeu, explicou o ministério em nota.

Saiba como arquipélago africano de Seychelles lidera ranking de vacinação

  Saiba como arquipélago africano de Seychelles lidera ranking de vacinação País tem população de 98. 000. Lidera em doses por habitantes. É o 2º em números absolutos. País recebe turistas desde 25. mar. Viajantes brasileiros estão proibidosO país ocupa hoje o 1º lugar no ranking mundial do New York Times em aplicação de vacinas por 100 pessoas e está em 2º em números consolidados. Mais de metade da população (56%) estava totalmente imunizada, já com a 2ª dose da vacina, até essa 6ª feira (23.abr).

A decisão é anunciada no dia em que o primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, decidiu enviar ajuda humanitária à Índia, que vive o pior momento da pandemia do novo coronavírus.

Segundo o premiê, será oferecido um sistema de produção de oxigênio e profissionais de saúde que saibam utilizá-lo para tentar conter a emergência sanitária no país.

O território indiano ultrapassou a marca de 200 mil mortes pela Covid-19 após contabilizar o maior número de vítimas em um único dia. Na capital Nova Délhi tem sido registrado escassez de oxigênio em hospitais e cremações em massa.

Já em Bangladesh, foi identificado um aumento na quantidade de contágios e vidas perdidas nos últimos dias. Em 2 de abril, as autoridades sanitárias também suspenderam a entrada de cidadãos provenientes da Índia por pelo menos duas semanas. (ANSA)

Países fecham fronteiras com a Índia por aumento da covid-19 .
O Sri Lanka fechou nesta quinta-feira (6) suas fronteiras com a Índia, seguindo os passos de outros vizinhos do gigante do Sudeste Asiático, que luta contra uma onda brutal do coronavírus. Bangladesh e Nepal também fecharam suas fronteiras com a Índia, que registrou um grande número de infecções e mortes relacionadas à covid-19 nas últimas três semanas. A Índia contabiliza mais de 230.000 mortes e 21 milhões de casos desde o início da pandemia. Sri Lanka, Bangladesh e Nepal combatem seus próprios problemas sanitários, enquanto a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho destaca "um desastre humanitário que se aprofunda" no sul da Á

usr: 2
Isto é interessante!