Mundo De olho em Tóquio, Arthur Zanetti faz camping com avaliação e nota nas argolas

20:41  04 maio  2021
20:41  04 maio  2021 Fonte:   estadao.com.br

Como as Olimpíadas podem proteger 78 mil voluntários contra o coronavírus?

  Como as Olimpíadas podem proteger 78 mil voluntários contra o coronavírus? Eles estão recebendo pouco mais do que algumas máscaras, um pouco de desinfetante para as mãos e orientações de distanciamento social que podem ser difíceis de seguirPara as cidades-sede de Olimpíadas, uma das chaves para o sucesso nos Jogos é um exército de voluntários desempenhando alegremente uma série de funções, como buscar água, dirigir veículos olímpicos, traduzir falas de atletas ou levar medalhas para cerimônias. Se os reagendados Jogos de Tóquio seguirem conforme planejado neste verão, cerca de 78 mil voluntários terão mais uma responsabilidade: prevenir a propagação do coronavírus, tanto entre os participantes quanto entre eles próprios.

O ginasta Arthur Zanetti está de volta ao Rio de Janeiro nesta semana para mais uma etapa de treinamento com a seleção brasileira masculina de ginástica artística, que começou na segunda-feira e vai até esta sexta. É o terceiro camping do ano, dessa vez de avaliação, com arbitragem e notas. "Está sendo um ano bem tenso, mas o trabalho está bem alinhado e vai dar tudo certo", afirmou.

"Para mim é bem tranquilo, mas ao mesmo tempo é uma avaliação com árbitros - até internacionais - via zoom e isso é bom para saber como está a nossa evolução", disse Zanetti, campeão olímpico em Londres/2012, medalhista de prata nos Jogos do Rio/2016, campeão mundial, medalhista em Mundial e multicampeão pan-americano nas argolas, a sua especialidade.

Segredos: “Baby Renegade”, o novo SUV da Jeep, e mais novidades sobre o futuro da Stellantis

  Segredos: “Baby Renegade”, o novo SUV da Jeep, e mais novidades sobre o futuro da Stellantis A fusão com a PSA traz oportunidades tentadoras para as marcas da FCA: aqui estão os primeiros grandes segredos e possibilidades que se abremNo caso, da Polônia ao Brasil – mais precisamente na cidade polaca de Tychy, e em Betim (MG) e Porto Real (RJ). Na Polônia, como nos explicam nossos colegas da revista Italiana Quattroruote, a fábrica da FCA hoje monta o Fiat 500 a combustão (modelo antigo) e o Lancia Ypsilon.

Arthur Zanetti é o principal nome da ginástica artística brasileira na atualidade. © Taba Benedicto / Estadão Arthur Zanetti é o principal nome da ginástica artística brasileira na atualidade.

Zanetti observou que houve uma avaliação em março e que agora é a hora de checar as mudanças nas apresentações. "Tivemos avaliações no segundo camping e agora a gente vai ver se conseguiu melhorar aqueles detalhes ou se precisa melhorar mais alguma coisa. Então é bom ser avaliado para não cair na zona de conforto e sempre estar buscando a melhor nota pensando na Olimpíada", disse o brasileiro, que não compete há mais de um ano, quando a etapa da Copa do Mundo de Baku, no Azerbaijão, foi interrompida no meio e cancelada, em março de 2020, por causa da pandemia do novo coronavírus.

Não serão muitas as competições até os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, de 23 de julho a 8 de agosto, por causa da pandemia da covid-19 e as restrições impostas a todo o mundo por protocolos sanitários e necessidade de isolamento - a seleção vem trabalhando em sistema de bolha e com testagem. "A gente tenta reproduzir o clima de competição, veste o uniforme da seleção, faz o período de aquecimento nos aparelhos... tudo igual, mas a adrenalina da competição só estando numa mesmo", observou Zanetti.

Até a Olimpíada acontecerão a etapa de Varna, Bulgária, da Copa do Mundo, de 27 a 30 deste mês, e o Pan-Americano de Ginástica Artística, de 4 a 6 de junho, no Rio de Janeiro. "Teremos poucas competições, basicamente o Pan e a Copa de Varna e ambas são coincidentes ou vai para uma ou para a outra. Acredito que farei o Pan, aqui no Rio", completou o ginasta.

Tóquio-2020 procura 500 enfermeiros para trabalharem na Olimpíada .
Tóquio-2020 procura 500 enfermeiros para trabalharem na OlimpíadaA mídia local noticiou que o comitê organizador havia solicitado mão de obra da associação de enfermeiros do país para as instalações olímpicas e para a vila dos atletas antes e durante o evento de 23 de julho a 8 de agosto.

usr: 1
Isto é interessante!