Mundo Variante indiana do coronavírus está presente em 44 países, diz OMS

06:20  12 maio  2021
06:20  12 maio  2021 Fonte:   afp.com

Israel identifica casos de infecção pela variante indiana em vacinados

  Israel identifica casos de infecção pela variante indiana em vacinados 41 pessoas infectadas com a cepa. 4 delas já tinham sido vacinadas . Variante presente em 17 paísesSegundo o governo israelense, 4 pessoas infectadas com a cepa oriunda da Índia estavam vacinadas contra a covid-19, aumentando a preocupação com a resistência da variante aos imunizantes.

La Organización Mundial de la Salud ( OMS ) aseguró este miércoles (12.05.2021) que la variante de COVID-19 que ha causado la reciente explosión de contagios en India está presente en al menos 44 países de todo el mundo. La OMS calificó esta semana dicha variante de "preocupante". Es una de las razones, aunque no la única, que explica la explosión de casos en India, actualmente el peor foco de la epidemia en el mundo. Se suma así a la lista de otras tres variantes aparecidas en Reino Unido, Brasil y Sudáfrica que son consideradas más peligrosas que la versión original del coronavirus , ya

A Organização Mundial da Saúde ( OMS ) detectou a variante que está por trás da explosão do número de casos de COVID-19 na Índia em dezenas de outros países ao redor do mundo, anunciou o órgão nesta quarta-feira (12).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta quarta-feira (noite de terça, 11, no Brasil) que a variante do novo coronavírus que causou a explosão recente de contágios na Índia está presente em pelo menos 44 países.

Pessoas aguardam para tomar uma dose da vacina anticovid em centro de imunização montado em uma escola em Nova Délhi, 11 de maio de 2021 © Arun SANKAR Pessoas aguardam para tomar uma dose da vacina anticovid em centro de imunização montado em uma escola em Nova Délhi, 11 de maio de 2021

A autoridade mundial em matéria de saúde informou que a variante B.1.617, detectada na Índia em outubro passado, foi identificada "em 44 países, nas seis regiões da OMS", e acrescentou ter recebido "informes de que também foi detectada em outros cinco países".

OMS classifica variante da Covid-19 descoberta na Índia como "preocupante"

  OMS classifica variante da Covid-19 descoberta na Índia como A variante do coronavírus descoberta na Índia, a chamada "B.1.617", foi classificada como "preocupante", anunciou nesta segunda-feira (10) a Organização Mundial de Saúde (OMS), em particular por ser mais contagiosa. "Há informações de que a B.1.617 é mais contagiosa", mas também há evidências que sugerem "um certo grau de resistência às vacinas" e, "portanto, classificamos como uma variante de preocupação global", disse a médica e pesquisadora Maria Van Kerkhove, gerente técnica da luta contra a Covid-19 da OMS.

Mariana Vieira, Metrópoles - Dados preliminares enviados à Organização Mundial de Saúde ( OMS ) indicam que a variante B.1617 do coronavírus , originada na Índia, tem capacidade de transmissão maior do que a cepa original do vírus. A informação foi divulgada por Maria Van Kerkhove, líder Questionados sobre a classificação de “ variante de preocupação” atribuída à cepa indiana B.1617, os diretores da OMS reforçaram que o monitoramento e sequenciamento genético dos vírus tem sido feito, e as informações indicam que a variante indiana tem capacidade de transmissão maior do que a

A OMS disse que a linhagem predominante da B.1.617 foi identificada primeiramente na Índia em dezembro, embora uma versão anterior tenha sido detectada em outubro de 2020. A variante já se disseminou em outros países , e muitos adotaram medidas para cortar ou restringir contatos com a A nova variante do coronavírus detectada no país é mais contagiosa e tem características que podem tornar as vacinas menos eficazes, contribuindo para a expansão da pandemia no país de 1,3 bilhão de pessoas, disse a cientista-chefe da Organização Mundial de Saúde ( OMS ), Soumya Swaminathan.

Fora da Índia, foi no Reino Unido onde foi detectado o maior número de casos da B.1.617.

A OMS qualificou esta semana esta variante como "preocupante". É uma das razões, embora não a única, que explica a explosão de casos de covid na Índia, atualmente o epicentro da pandemia no mundo.

Ela se soma, assim, à lista de outras variantes surgidas em Reino Unido, Brasil e África do Sul, consideradas mais perigosas do que a versão original do coronavírus, seja porque são mais contagiosas, letais ou resistentes a algumas vacinas.

No que diz respeito à variante indiana, ela foi somada à lista porque é mais contagiosa.

Segundo estatísticas oficiais, cerca de 4.000 pessoas morrem diariamente de covid-19 na Índia, onde o balanço total da epidemia beira os 250.000 mortos.

nl/af/dga/lb/mvv

Índia pede a empresas de mídia social que removam referências à "variante indiana" do coronavírus .
Índia pede a empresas de mídia social que removam referências à "variante indiana" do coronavírusNOVA DÉLHI (Reuters) - O Ministério de Tecnologia da Informação (TI) da Índia pediu a todas as empresas de mídia social que removessem qualquer conteúdo que se referisse a uma "variante indiana" do coronavírus, de acordo com uma carta publicada nesta sexta-feira, vista pela Reuters.

usr: 3
Isto é interessante!