Mundo Pharrell Williams abre escola particular para estudantes de baixa renda

20:07  14 junho  2021
20:07  14 junho  2021 Fonte:   hypeness.com.br

Mapa da Desigualdade mostra enorme diferença de renda entre moradores de BH

  Mapa da Desigualdade mostra enorme diferença de renda entre moradores de BH Publicação aponta distanciamento de renda entre gênero e raça e de mobilidade entre bairros e cidades da RMBH © Tulio Santos/EM - DA Press-Belo Horizonte/MG

O cantor e compositor Pharrell Williams, vencedor de vários prêmios Grammy, anunciou recentemente que deve abrir uma escola particular em no bairro de Norfolk, uma cidade independente do estado da Virgínia, nos Estados Unidos, inicialmente voltada para alunos do terceiro ao quinto ano de famílias de baixa renda.

  Pharrell Williams abre escola particular para estudantes de baixa renda © Gabriela Rassy

Assim, Pharrell se tornará o mais recente artista em todo o país a liderar uma alternativa às escolas tradicionais. Chamada “Yellowhab”, a iniciativa fornecerá educação gratuita para os 40 a 50 alunos, pelo menos durante o primeiro ano.

  Pharrell Williams abre escola particular para estudantes de baixa renda © Gabriela Rassy

A micro-escola, planejada para ser inaugurada em meados de setembro deste ano, em local ainda não revelado, oferecerá “uma educação altamente personalizada que une oportunidades de aprendizagem transformadoras na escola, em casa, online e na comunidade”, de acordo com um comunicado à imprensa. Os alunos serão escolhidos por sorteio, mas o artista tem ainda o plano de, eventualmente, abrir mais escolas.

Os chocantes relatos sobre internatos onde morreram 6 mil crianças indígenas no Canadá

  Os chocantes relatos sobre internatos onde morreram 6 mil crianças indígenas no Canadá O Sistema Escolar de Residências Indígenas do Canadá tinha 130 internatos e o seu principal objetivo era receber crianças indígenas. Nos locais há relatos de todos os tipos de abusos.Esses colégios administrados pelo governo, e em sua maioria operados pela Igreja Católica, formavam parte da política de assimilação cultural das crianças indígenas.

Haverá ênfase em ciência, tecnologia, engenharia, arte e matemática – ou STEAM. A ideia para a escola é uma conseqüência dos acampamentos de verão com foco no STEAM que Williams começou em 2008.

Ele também tentou o modelo escolar atual, que ele afirma reprovar muitos jovens.

“Se o sistema for injusto, então ele precisa ser quebrado”, disse Williams sem rodeios no comunicado. “Não queremos um aprendizado sincronizado onde tantas crianças ficam para trás; queremos um aprendizado sob medida projetado para cada criança, onde as coisas que fazem uma criança diferente são as mesmas coisas que farão uma criança se levantar e voar”.

  • Leia mais: Seleção Hypeness: 15 escolas inovadoras para inspirar a construção de um mundo melhor

Celebridades e a educação

LeBron James abriu uma escola “I Promise” em Akron, Ohio, em 2018 para alguns dos piores alunos com desempenho do distrito, e recebeu críticas positivas. Os graduados que frequentam a Universidade de Akron agora têm a chance de conseguir uma ajuda financeira a mais por meio de um programa de bolsas anunciado este ano.

Como os jovens na África usam pistas para identificar desinformação on-line

  Como os jovens na África usam pistas para identificar desinformação on-line São midiaticamente alfabetizados. Mas compartilham histórias falsasInformações imprecisas nas mídias sociais se tornaram um problema em muitos países ao redor do mundo. Os pesquisadores sabem muito sobre “fake news” no norte global, mas muito menos sobre o que está acontecendo no sul global —particularmente na África.

Deion Sanders, do Hall da Fama do Futebol Profissional, no entanto, teve um mandato difícil como cofundador da Prime Prep Academy em Dallas, uma escola uma escola independente, que foi inaugurada em 2012. Ela fechou no início de 2015, e o The Washington Post publicou que a existência da escola “foi marcada por dívidas esmagadoras, lutas internas e um rastro de processos”.

View this post on Instagram

A post shared by Pharrell Williams (@pharrell)

Um artigo de 2018 em voanews.com fala de incursões na educação de cantores, atletas e outras personalidades com resultados variados.

Nada disso dissuade Leon Rouson sobre o esforço de Pharrell em Norfolk. Rouson é professor da Escola de Educação da Universidade Estadual de Norfolk e diz que o projeto Yellowhab é “um esforço para melhorar as oportunidades educacionais para todos” – particularmente para certas populações. “É preciso dar crédito a esse esforço”, disse Rouson, que está na NSU há 17 anos e é ex-professor de escola pública.

Russell vai se complicar na luta por vaga na Mercedes se não trocar clinch por nocaute

  Russell vai se complicar na luta por vaga na Mercedes se não trocar clinch por nocaute Após seis corridas, George Russell ainda é o favorito pela vaga de Valtteri Bottas na Mercedes, mas precisa investir em aplicar o nocauteHá um mês, no dia 17 de maio, tratamos sobre a maneira como George Russell se complicava no que devia ser um desfile rumo à vaga na Mercedes. Na prática, é isso. O ano de 2021 foi talhado para servir a Russell como a última etapa do Tour de France, maior evento do ciclismo de estrada internacional. A última etapa é no coração de Paris, com o pelotão junto numa grande procissão rumo à chegada. Mal dá para dizer que é competição. A batalha pela vitória termina no dia anterior.

  • Leia também: Escola Maria Filipa: escola afro-brasileira em Salvador repensa marcos civilizatórios por uma educação decolonial

Algumas celebridades acreditam que podem ajudar grupos que tiveram dificuldades em sala de aula. “Eles querem causar algum tipo de impacto”, disse Rouson. “Tem que começar com a educação. Eles entendem isso” em entrevista ao Virginia Mercury.

Pharrell prevê que suas pequenas escolas particulares se expandam para outros locais. E não há planos de buscar aprovação local ou financiamento para tornar a escola uma licença pública, disse um oficial de Yellowhab ao The Virginian-Pilot. Essas escolas às vezes são criticadas por drenar fundos e outros recursos do sistema escolar público.

Também não acho que este seja um projeto de vaidade para o artista talentoso. Ele colocou seu nome, talento e dinheiro em muitos projetos pelos quais se preocupa. Para as crianças que frequentam as escolas de Pharrell, a experiência pode desencadear todos os tipos de possibilidades.

Impedidos de vir à França pela Covid-19, estudantes brasileiros podem perder vagas em universidades .
Eles se prepararam durante meses ou até anos para realizar o sonho de vir estudar na França. Muitos deles conseguiram até mesmo o visto de estudante e estavam prestes a embarcar, mas as diretrizes adotadas no início deste ano pelo governo francês impedem que viajantes brasileiros e de várias outras nacionalidades entrem no país, mesmo para estudos. Desde abril, esse não é considerado um motivo imperioso, mas um movimento que teve início no Brasil tenta sensibilizar as autoridades francesas. © Fotomontagem com arquivo pessoal Por Daniella Franco, da redação da RFI BrasilA oceanógrafa Raisa de Siqueira Alves Chielle estava de malas prontas para vir à França.

usr: 1
Isto é interessante!