Mundo: O Brasil precisa de dinheiro da Alemanha? - PressFrom - Brasil

MundoO Brasil precisa de dinheiro da Alemanha?

14:36  14 agosto  2019
14:36  14 agosto  2019 Fonte:   dw.com

Globo revela pior segredo de Bolsonaro com dinheiro público

Globo revela pior segredo de Bolsonaro com dinheiro público Empregos da famíila Bolsonaro

Bolsonaro diz que não precisa do dinheiro da Alemanha para preservar a Amazônia - Продолжительность: 4:01 Jovem Pan News 20 Carlos Andreazza: Neste momento, Sergio Moro depende de Jair Bolsonaro para ter existência política - Продолжительность: 5:57 Rádio BandNews

Um dia depois da Alemanha anunciar a suspensão do repasse de dinheiro para projetos de preservação da Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro reagiu e disse que o Brasil não precisa do dinheiro de países estrangeiros para proteger a floresta.

O Brasil precisa de dinheiro da Alemanha?© Reuters/A. Machado Bolsonaro:

A questão da Amazônia divide o governo alemão e organizações humanitárias. Enquanto a ministra do Meio Ambiente, a social-democrata Svenja Schulze, planeja cortar os projetos alemães de proteção à Floresta Amazônica, o ministro do Desenvolvimento, Gerd Müller, social-cristão, insiste que se mantenha o programa de cooperação para o desenvolvimento com o Brasil.

Veja mais no MSN Brasil:
Hong Kong: aeroporto volta a operar após ocupação (AFP)
Argentina: como Macri quer reconquistar votos (Gazeta do Povo)
Defesa: alvo do FBI no Brasil é perseguido político (Correio Braziliense)
Rússia intercepta caça da Otan no Mar Báltico (VEJA.com)

Salles diz que apresentará em breve estratégia de preservação da Amazônia

Salles diz que apresentará em breve estratégia de preservação da Amazônia O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse ao Broadcast/Estadão que a pasta irá apresentar “em breve” uma estratégia para tratar da preservação da Amazônia. Ele afirmou que a medida irá contemplar “formalizações, regularizações, regulação e ações de fiscalização, além de um modelo de pagamento por serviços ambientais”. Segundo Salles, se a Alemanha desejar, poderá “ajudar”. A Alemanha decidiu suspender o apoio financeiro dado a projetos de conservação florestal e biodiversidade na Amazônia, disse a ministra do meio ambiente alemã, Svenja Schulze, em entrevista concedida ao jornal Tagesspiegel.

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo que o Brasil não precisa do dinheiro que a Alemanha destina para preservação da Amazônia e acusou governos estrangeiros de quererem “se apoderar” do país.

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo que o Brasil não precisa do dinheiro que a Alemanha destina para preservação da Amazônia e acusou governos estrangeiros de quererem “se apoderar” do país.

"Não se ajuda a floresta tropical com declarações de efeito para a mídia", comentou à DW a porta-voz do Ministério do Desenvolvimento. "Quem quiser preservar a excepcional função climática da floresta tropical tem que intensificar as medidas, e não encerrá-las."

A disputa amazônica chega num momento politicamente inoportuno. Afinal, o Ministério do Desenvolvimento alemão está negociando com o governo brasileiro sobre as novas prioridades do Fundo Amazônia. "Esperamos que as sugestões do Brasil cheguem em breve", informa a pasta.

Segundo o ministério, o subsídio financeiro a projetos em andamento e planejados no setor de utilização sustentável e proteção da Floresta Amazônica abrange 391 milhões de euros. A isso se soma o foco em energia, sobretudo renovável, e eficiência energética. O volume de investimentos da pasta nesses campos totaliza 1,6 bilhão de euros.

Governo alemão rebate Bolsonaro sobre verba para a Amazônia

Governo alemão rebate Bolsonaro sobre verba para a Amazônia Governo alemão rebate Bolsonaro sobre verba para a Amazônia

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira que o Brasil não precisa do dinheiro da Alemanha para preservar a Amazônia. #HoraNews.

Bolsonaro: Brasil não precisa de dinheiro da Alemanha - Продолжительность: 18:03 Tudo Info 9 207 просмотров. Flávio articula na tentativa de aprovar o nome do irmão Eduardo como embaixador - Продолжительность: 3:11 Jovem Pan News 1 472 просмотра.

Diante dos subsídios bilionários pelo Ministério do Desenvolvimento, os cortes planejados pela pasta do Meio Ambiente soam modestos. Há alguns dias, a ministra Schulze anunciou que reduziria em 35 milhões de euros as verbas alemãs da iniciativa internacional pelo clima.

"Temos apoiado a Região Amazônica para que haja bem menos desmatamento. Se o presidente não quer isso, no momento, então precisamos conversar. Não posso simplesmente mandar dinheiro enquanto continuam desmatando."

O presidente Jair Bolsonaro mostrou-se inabalado pelo anúncio de Schulze: "[A Alemanha] não vai mais comprar a Amazônia, vai deixar de comprar a prestações a Amazônia. Pode fazer bom uso dessa grana. O Brasil não precisa disso."

Klemens Paffhausen, da Adveniat, a ação de ajuda à América Latina da Igreja Católica da Alemanha, teme que Bolsonaro tenha razão. "Ele está blefando, mas provavelmente também pode fazer isso", comenta o diretor do departamento de Brasil. Afinal, os chineses também estão presentes na Amazônia, com a construção de portos, estradas e linhas de transmissão elétrica.

Após passagem frustrada na Alemanha, Walace reforça a Udinese

Após passagem frustrada na Alemanha, Walace reforça a Udinese Após passagem frustrada na Alemanha, Walace reforça a Udinese O volante Walace, de 24 anos, deixou o Hannover e é o novo reforço da Udinese. O jogador assinou contrato válido pelas próximas cinco temporadas e custou seis milhões de euros aos cofres italianos. Revelado pelo Grêmio, o jogador vai ter a companhia de cinco brasileiros no novo clube. Gabriel Silva, Ryder Matos, Samir, Rodrigo Becão e Nicolas David fazem parte do elenco alvinegro. A passagem de Walace pela Alemanha não foi boa. Além de não ter muita sequência de jogos, o atleta acumulou dois rebaixamentos.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil não precisa de recursos da Alemanha para proteger a Amazônia e questionou o real interesse do país na floresta.

* A Embaixada da Alemanha possui recursos de acessibilidade. O Consulado Geral de Recife a partir de agora não realiza mais lavraturas notariais (reconhecimentos de paternidade declarações de consentimento para o reconhecimento de paternidade, declarações de direito de guarda, declarações

Investimentos chineses

A China é atualmente não só um dos principais parceiros comerciais do Brasil, mas também um dos maiores investidores no país. Segundo o Banco Central, entre 2014 e 2017 os investimentos diretos da China subiram de 2 bilhões para 20 bilhões de dólares – o equivalente a quase um terço de todos os investimentos diretos no país em 2017, que totalizaram 62 bilhões de dólares.

Quase dois terços foram para o setor de energia. A estatal PowerChina, por exemplo, participa da construção de linhas de transmissão da usina hidrelétrica Belo Monte, no rio Xingu, ao Rio de Janeiro.

Para Paffhausen, está claro que "para o governo brasileiro, a prospecção e extração de matérias-primas no Amazonas é um pacote de estímulos". Essa é a visão, até hoje, de muitos colonos do Sul ou do Nordeste que receberam um pedaço de terra na Amazônia, 40 anos atrás.

"Eles continuam vendo um futuro lá, seja no cultivo da soja, ou no comércio de madeira", conta Paffhausen, que recentemente viajou pela BR-163, a rodovia que liga Cuiabá a Santarém. "As pessoas me diziam: 'Floresta tem bastante, a gente precisa ter o que comer.'"

O que é o Fundo Amazônia?

O que é o Fundo Amazônia? No último sábado (10/8), mais um assunto envolvendo o desmatamento da Amazônia apareceu no noticiário brasileiro. A Alemanha anunciou que irá suspender o repasse de 35 milhões de euros (R$ 155 milhões) para o governo brasileiro. O dinheiro, destinado a financiar iniciativas de proteção à floresta, iria para o Fundo Amazônia. O anúncio foi dado pela ministra do Meio Ambiente da Alemanha, Svenja Schulze, durante entrevista ao jornal Tagesspiegel. No domingo (11/08), o presidente Jair Bolsonaro comentou a decisão, afirmando que o Brasil não precisaria desse dinheiro e que, assim, o país europeu deixaria de “comprar a prestações a Amazônia”.

#Não corresponde à verdade a declaração do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de que o Brasil não precisa do dinheiro da Alemanha para preservar a #Há muitas vidas na floresta que dependem desse dinheiro , que financia projetos de desenvolvimento sustentável, para ter o mínimo de renda e

Brasil no lo necesita". El presidente de Brasil , Jair Bolsonaro, se refirió así a la decisión tomada por Alemania de suspender algunos pagos Ecologistas y organizaciones no gubernamentales han atribuido el fuerte aumento de la deforestación en los últimos meses a la llegada al poder de

Organizações em alerta

Justo devido ao aumento do desmatamento, o subdiretor da Adveniat é decididamente contra a suspensão da cooperação para o desenvolvimento. "Diante do medo dos indígenas de que a situação possa ficar pior ainda, agora é ainda mais necessário estar presente, enquanto organização de assistência."

O serviço humanitário da Igreja Luterana alemã Brot für die Welt também conhece muito bem o medo de suas organizações parceiras. "O trabalho em projetos na Amazônia está seriamente comprometido pelo clima de impunidade legitimado pelo governo", acusa Luciano Wolff, diretor do departamento para o Brasil.

Ao contrário da ação católica Adveniat, contudo, a Brot für die Welt segue antes a linha política de Schulze. "A declaração mais recente de Bolsonaro sobre a política para a Amazônia se encaixa em seu posicionamento até agora", constata Wolff. "A Brot für die Welt lamenta esse posicionamento e considera consequente a medida do Ministério do Meio Ambiente."

Ao que tudo indica, a presença de organizações eclesiásticas e, sobretudo, católicas incomoda cada vez mais o governo Bolsonaro. O Planalto acompanha com ceticismo os preparativos para o Sínodo da Amazônia, a ser realizado de 6 a 27 de outubro, no Vaticano, que tratará do reforço da assistência religiosa e dos direitos dos indígenas na região.

Inundações na Índia matam mais de 270 e deslocam 1 milhão

Inundações na Índia matam mais de 270 e deslocam 1 milhão Inundações na Índia matam mais de 270 e deslocam 1 milhão

“ O Brasil não precisa disso”, disse Bolsonaro a jornalistas ao ser questionado sobre notícias de que o governo alemão estaria suspendendo o repasse de 35 milhões de O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo que o Brasil não precisa do dinheiro que a Alemanha destina para preservação da

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo (11) que o Brasil não precisa do dinheiro da Alemanha para preservar a Amazônia. A declaração dele é uma resposta ao anúncio feito pela ministra do Meio Ambiente da Alemanha , Svenja Schulze, de que o país europeu vai suspender

Fontes eclesiásticas afirmam que as reuniões preliminares para o sínodo estão sendo observadas pelo serviço secreto brasileiro. Além disso, diz Paffhausen, "Bolsonaro mandou perguntar à Conferência dos Bispos do Brasil, com toda seriedade, se não podia pedir ao papa para cancelar o Sínodo da Amazônia". Os bispos responderam, diplomaticamente, que o presidente deveria se dirigir à embaixada do Vaticano.

________________

Vídeo: Bolsonaro sugere forma inusitada de preservar o ambiente (AFP)


Em crise com Alemanha e Noruega, governo usa dinheiro dos europeus para apagar fogo na Amazônia.
Em crise com Alemanha e Noruega, governo usa dinheiro dos europeus para apagar fogo na Amazônia

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 0
Isto é interessante!