Mundo Variante Delta será predominante nos próximos meses, prevê OMS

02:26  22 julho  2021
02:26  22 julho  2021 Fonte:   afp.com

Cepa delta deve se tornar predominante pelo mundo, prevê diretor-geral da OMS

  Cepa delta deve se tornar predominante pelo mundo, prevê diretor-geral da OMS A entidade espera que a cepa se torne a predominante pelo mundo em breve . "Se é que já não é", complementou a líder técnica da resposta à pandemia de covid-19, Maria Van Kerkhove. As afirmações foram feitas durante coletiva à imprensa da OMS nesta segunda-feira, 12. © Shutterstock A entidade espera que a cepa se torne a pr Na semana passada, foi registrada a quarta semana consecutiva de aumento de casos de covid-19 pelo mundo, de acordo com a organização. "Após dez semanas de declínio, o número de mortes está subindo de novo", disse Tedros Adhanom.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) prevê que a variante Delta, que é muito contagiosa e já é responsável por mais de 75% dos novos casos de covid-19 em muitos países, vai se tornar a cepa predominante nos próximos meses.

Pacientes recebem cuidados sob uma tenda, erguida num hospital para lidar com o fluxo de doentes com covid-19, em Yogyakarta, Indonésia, em 13 de julho de 2021 © Agung Supriyanto Pacientes recebem cuidados sob uma tenda, erguida num hospital para lidar com o fluxo de doentes com covid-19, em Yogyakarta, Indonésia, em 13 de julho de 2021

Detectada pela primeira vez na Índia, esta variante está agora presente em 124 países e territórios. São 13 a mais do que na semana passada, em comparação com 180 (seis a mais) para a Alfa, que surgiu no Reino Unido; 130 (sete a mais) para a Beta, identificada pela primeira vez na África do Sul; e 78 (três a mais) para a Gamma, que apareceu no Brasil, ressaltou a OMS.

Variante Delta: nº de casos confirmados no Rio salta para 74

  Variante Delta: nº de casos confirmados no Rio salta para 74 Paraná também reportou neste sábado nono paciente com nova cepa do coronavírus; mais transmissível, mutação tem provocado alta de doentes na Europa e freado planos de reabertura . “Variante Delta realmente está se instalando no Rio. Recebemos a confirmação de mais 15 resultados positivos do laboratório da UFRJ e um do (laboratório particular) DASA. Com mais sete que tínhamos da Fiocruz, ao todo 23 casos confirmados”, escreveu o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, em uma publicação no Twitter. Na semana passado, Soranz já havia admitido a ocorrência de transmissão local da Delta na cidade.

"A expectativa é que (a variante Delta) suplante rapidamente as outras variantes e se torne a cepa dominante (da covid-19) em circulação nos próximos meses", afirmou esta agência da ONU, com sede em Genebra.

Entre os países onde a variante Delta já é a causa de mais de 75% dos novos casos da doença, estão Índia, China, Rússia, Indonésia, Austrália, Bangladesh, Reino Unido, África do Sul, Portugal e Israel.

"Ainda não está claro, porém, qual o mecanismo exato que causa a maior transmissibilidade" dessa variante em comparação com as outras, reconheceu a OMS.

Cerca de 3,4 milhões de casos adicionais de covid-19 foram identificados na semana de 12 a 18 de julho, o que supõe um aumento de 12% em relação à semana anterior, ressaltou o organismo.


Video: 'Sinal preliminar' de que variante Delta pode resistir às vacinas (AFP)

Brasil registra pelo menos 97 casos de infecções pela variante Delta, diz Ministério da Saúde

  Brasil registra pelo menos 97 casos de infecções pela variante Delta, diz Ministério da Saúde Os registros foram feitos em sete Estados; cinco casos resultaram em morte“A pasta esclarece que os casos e seus respectivos contatos são monitorados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica e Centro de Informações Estratégicas em Vigilância e Saúde (CIEVS) locais, conforme orientação do Guia Epidemiológico da covid-19”, disse o ministério, em nota.

"Nesse ritmo, o número acumulado de casos notificados (desde o início da pandemia) em todo mundo deve ultrapassar 200 milhões nas próximas três semanas", alertou a OMS.

Quatro fatores explicam essa tendência, segundo a organização: variantes mais transmissíveis, relaxamento das medidas de saúde pública, maior interação social e o fato de que muitas pessoas ainda não foram vacinadas.

Na semana passada, o número de novos casos aumentou 30% na região do Pacífico Ocidental, e 21%, na região da Europa, conforme definição da OMS.

A Indonésia registrou o maior número: 350.273 casos, o que representa um aumento de 44%, seguida do Reino Unido (296.447, +41%) e do Brasil (287.610, em queda de 14%).

Já o número semanal de vítimas fatais, de 57.000, permaneceu estável, em comparação com a semana anterior.

rjm/yad/bds/sg/mr/tt

Brasil decreta seu ‘novo normal’, enquanto especialistas alertam para os riscos da variante delta .
Cepa da covid-19, mais transmissível que as anteriores, eleva temores com medidas menos restritivas adotadas por governos. Rio decreta ‘fim da pandemia’ com megaevento marcado para setembro, e Ceará autoriza festas para até 100 pessoasDjs na orla da praia, polos gastronômicos, apresentações culturais e campeonatos de futebol pelos bairros. As imagens de um passado já distante, pré-pandemia de covid-19, podem voltar ao presente novamente dentro de um mês no Rio de Janeiro. Em uma espécie de decreto do fim da pandemia, com data marcada para setembro, a Prefeitura planeja quatro dias de festa.

usr: 1
Isto é interessante!