Mundo Brasil só terá quatro representantes no Desfile das Nações na cerimônia de abertura da Olimpíada

18:35  22 julho  2021
18:35  22 julho  2021 Fonte:   estadao.com.br

França: Desfile militar de 14 de julho homenageia resiliência nacional diante da Covid-19

  França: Desfile militar de 14 de julho homenageia resiliência nacional diante da Covid-19 Depois de ter a edição de 2020 cancelada por causa da epidemia de Covid-19, a França volta a realizar o seu tradicional desfile militar nesta quarta-feira (14) por ocasião do feriado dia nacional. Tropas, bandeiras tricolores e veículos blindados retornam à avenida Champs Elysées na parada, que este ano tem o tema “Conquistando o futuro” e acontece, ainda, sob um rigoroso esquema de proteção sanitária, enquanto o país tenta evitar uma quarta onda epidêmica da contagiosa variante Delta. © AFP - LUDOVIC MARIN A movimentação começou cedo pelas ruas de Paris, quando os primeiros 200 cavaleiros da Guarda Republicana já se direcionavam à região do Arco do Triunfo.

O Brasil terá sua equipe reduzida ao mínimo na Cerimônia de Abertura dos Jogos de Tóquio. A decisão ocorre para evitar riscos aos atletas que vão competir no Japão. Assim, dos mais de 300 competidores que vão representar o país, apenas os dois porta-bandeiras e outros dois representantes do Comitê Olímpico do Brasil (COB) estarão no Estádio Olímpico no desfile desta sexta-feira, 23.

"O Time Brasil participará da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 representado pelo número mínimo exigido de atletas e oficiais. Os porta-bandeiras Bruno Rezende (voleibol) e Ketleyn Quadros (judô) serão acompanhados pelo Chefe de Missão Marco La Porta e por mais um oficial administrativo", explicou a Missão Tóquio 2020 em nota oficial.

Campeão de natação da Rússia testa positivo para covid-19 e está fora dos Jogos Olímpicos

  Campeão de natação da Rússia testa positivo para covid-19 e está fora dos Jogos Olímpicos Ilya Borodin, campeão dos 400m medley, era esperança de medalha para os russos+ Veja como foi o dia de eventos nas Olimpíadas de Tóquio

O Desfile das Nações costuma reunir no campo do estádio milhares de atletas dos mais de 200 países que participam dos Jogos. É inevitável a aglomeração e os competidores costumam ficar apertados em um canto, para dar espaço para que todos caibam ali. Até por isso, a ideia foi minimizar riscos para que a saúde de todos seja preservada.

"A decisão foi tomada levando-se em consideração a segurança dos atletas brasileiros em cenário de pandemia, minimizando riscos de contaminação e contato próximo, zelando assim pela saúde de todos os integrantes do Time Brasil", explicou a nota.

"A missão brasileira respeita a importância e simbolismo da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos. Bruno e Ketleyn serão legítimos representantes de toda a delegação e irão honrar os mais elevados valores olímpicos ao entrarem com a bandeira do Brasil no Estádio Olímpico de Tóquio", continuou.

Existe a possibilidade de que outros países também esvaziem o Desfile das Nações em uma cerimônia que será realizada sem a presença de público no estádio. Muitos detalhes do evento, que está marcado para as 20h30 no Japão, 8h30 da manhã no horário de Brasília nesta sexta-feira, estão sendo mantidos em segredo.

Por que a delegação da Zâmbia desfilou antes do Brasil? Entenda a lógica do alfabeto japonês .
Olimpíada de Tóquio adotou alfabeto japonês e mudou ordem de desfile tradicional dos Jogos+ Confira os grupos do futebol masculino na Olimpíada

usr: 1
Isto é interessante!