Mundo Maduro critica carta de 'número 2' do Vaticano: 'Lixo'

18:35  22 julho  2021
18:35  22 julho  2021 Fonte:   ansabrasil.com.br

Papa deixará hospital o mais rápido possível, diz Vaticano

  Papa deixará hospital o mais rápido possível, diz Vaticano Papa deixará hospital o mais rápido possível, diz VaticanoO boletim médico diário do Vaticano sobre a saúde do papa de 84 anos, que teve parte de seu cólon removido no dia 4 de julho, também afirma que ele se reuniu com muitos pacientes durante sua internação no hospital Gemelli, mas sentiu-se particularmente próximo "daqueles que estão acamados e não podem voltar para casa".

(ANSA) - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, chamou de "lixo" uma carta na qual o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, cobra "vontade política" para solucionar a crise no país latino.

Segundo Maduro, a missiva é um "compêndio de ódios, venenos, brigas e cinismos". "É uma carta verdadeiramente cheia de ódio", reforçou o presidente.

O texto foi lido pelo bispo auxiliar de Caracas, Ricardo Barreto, na inauguração da assembleia anual da Fedecámaras, principal associação patronal da Venezuela.

"Quando todo o mundo está falando de produzir, de se unir pela Venezuela, de superar a crise econômica, vem um sacerdote totalmente desconhecido, não sei se é monsenhor ou bispo, e lê uma suposta carta de Parolin", afirmou Maduro.

Defesa de cirurgião preso no RS por crimes sexuais nega acusações em carta

  Defesa de cirurgião preso no RS por crimes sexuais nega acusações em carta PORTO ALEGRE, RS (FOLHAPRESS) - A investigação da Polícia Civil do Rio Grande do Sul sobre crimes contra a dignidade sexual supostamente praticados por um cirurgião recebeu denúncias de mais de 80 mulheres em quatro dias, desde que a operação foi deflagrada na terça-feira (13) até esta sexta. O médico Klaus Brodbeck foi preso na noite de sexta, em Gramado, na Serra Gaúcha, um dia depois de prestar depoimento e negar as acusações envolvendo seu nome. A prisão preventiva foi determinada pela 2ª Vara Criminal do Foro Central da Comarca de Porto Alegre.

O presidente ainda definiu a missiva como "uma coisa rara". "O que tem a ver o chanceler do Vaticano com uma organização empresarial na Venezuela? Pode explicar, Pietro Parolin?", questionou.

Em seguida, no entanto, Maduro disse duvidar que o secretário vaticano tenha escrito "esse lixo". "Pietro Parolin tem muito trabalho em Roma para se preocupar com uma reunião de empresários", acrescentou.

Na carta em questão, o secretário de Estado diz considerar "importante que a sociedade civil também seja protagonista da solução da crise nesse amado país".

"Uma solução que só chegará se os venezuelanos e especialmente os que têm algum poder estiverem dispostos a se sentar e negociar de modo sério sobre questões concretas", salienta.

Segundo Parolin, isso exige "vontade política por parte dos envolvidos" e "disponibilidade para deixar que o bem comum prevaleça sobre os interesses particulares". (ANSA).

Papa espera que Tóquio-2020 seja 'um sinal de esperança' em meio à pandemia .
O Papa Francisco manifestou neste domingo (25) seu desejo de que os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, iniciados na sexta-feira, sejam um sinal de esperança e de "fraternidade universal" em meio à pandemia de covid-19 que assola o mundo. “Neste período de pandemia, que os Jogos Olímpicos sejam um sinal de esperança, um sinal de fraternidade universal e de um saudável espírito competitivo”, declarou o pontífice no final da oração do Angelus. “Que Deus abençoe os organizadores, os atletas e todos aqueles que estão colaborando nesta grande celebração do esporte”, disse ele ao público reunido na Praça de São Pedro.

usr: 1
Isto é interessante!