Mundo O céu é o limite

04:26  24 julho  2021
04:26  24 julho  2021 Fonte:   istoe.com.br

Filme francês “Titane”, que provocou mal-estar durante exibição, leva a Palma de Ouro de Cannes

  Filme francês “Titane”, que provocou mal-estar durante exibição, leva a Palma de Ouro de Cannes “Titane” (titânio), foi o grande vencedor da Palma de Ouro da 74ª edição do festival de Cannes. Julia Ducournau se torna assim a segunda mulher a receber o prêmio, depois da australiana Jane Campion, por “O Piano”, em 1983. Por Patricia Moribe, enviada especial a Cannes “Titane” provocou polêmica no festival por casos de mal-estar e crises nervosas entre o público nas projeções em Cannes. O filme narra a história de Alexia, vivida por Agathe Rousselle, uma jovem dançarina que tem um implante de titânio instalado no crânio, após um acidente de carro. O implante cria impulsos assassinos na jovem, que vai cruzar o caminho de um pai à procura do filho desaparecido dez anos antes.

Atenção! A distância entre o Brasil e a Europa está oficialmente se encurtando. Mas não se preocupe! O planeta continua do mesmo tamanho e nada está encolhendo! A boa vontade e o entendimento entre os Brasília e Lisboa é que está ficando maior.

Um novo acordo de aviação — há muito preparado, mas que a pandemia parou e foi agora assinado na recente visita de Carlos Alberto França, o novo ministro das relações exteriores do Brasil a Portugal — vai abrir uma verdadeira autopista aérea sem pedágio entre os dois países. Viajar entre a Europa e a América vais ser mais fácil que pegar Uber.

A maior novidade é a introdução da “quinta liberdade” no ar que separa as duas nações. Essa quinta liberdade do ar — uma das nove que regulam entradas no espaço aéreo e pouso entre países diferentes — vai permitir que, na mesma viagem, passageiros e mercadorias embarquem e desembarquem em um ponto intermédio.

Câmara aprova projeto para barrar supersalários no funcionalismo

  Câmara aprova projeto para barrar supersalários no funcionalismo Pelo novo texto, a regra vale para todas as esferas da administração pública e todos os Poderes, incluindo magistrados e militares . A matéria apresenta uma lista do que pode ser classificado como verba indenizatória e pode ser paga sem observância do limite remuneratório. O que estiver fora dessa lista, como o auxílio-paletó ou natalidade, estará fora da lei. De acordo com os deputados, a economia estimada com a sanção do projeto é superior a R$ 3 bilhões por ano.

Assim, o Ronaldo que mora em São Paulo e vai para Buenos Aires, pode pegar em Guarulhos o voo da TAP que começa no Tejo e termina no rio de la Plata. No sentido inverso, a Madalena que está morando em Cascais e está indo para o Reino Unido visitar o filho; pode combinar se encontrar no aeroporto de Lisboa com sua mãe — a Mônica — que está vindo do Rio para ir ver o neto, e seguem juntas mesmo voo da LATAM para Londres.

O acordo — assinado entre as autoridades de aviação civil dos dois países — ANAC & ANAC — permite a imediata ampliação da oferta de voos internacionais para quaisquer destinos nos dois países, com a possibilidade de ligação com terceiros países.

Sendo bem aproveitada, essa nova liberdade (agora possível) vai transformar os aeroportos do Brasil (e também de Portugal) em novas centralidades aglutinadoras transcontinentais. Pois se é verdade que acordo com Portugal soma-se a outros recentemente negociados pelo Brasil com mais países europeus, é mais verdade ainda que nenhuma cidade desses países está mais perto do Brasil que Lisboa.

O posicionamento estratégico de Portugal no caminho entre a Europa, a Ásia e o Brasil, é uma vantagem que cabe aproveitar — como parece até já estar acontecendo como demonstra um recente estudo da Câmara de Comércio e Indústria Luso Brasileira, mostrando que os frutos transportados por via aérea são os produtos com maior potencial de expansão nas exportações do Brasil a Portugal.

Com a livre determinação de capacidade, ou seja, sem a limitação do número de voos que podem ser oferecidos entre os respetivos territórios, a nova quinta liberdade, acaba com qualquer limitação (até agora de 46 voos) e pode se expandir sem constrangimentos. É o céu sendo o limite.

Cidade de São Paulo tem recorde de frio com mínima de 5,4°C .
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cidade de São Paulo registrou recorde de frio na madrugada desta terça-feira (20), com mínima média de 5,4°C, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas), a menor registrada neste ano. A menor temperatura absoluta foi registrada em Marsilac, no extremo sul da capital, com -2,3°C. O recorde anterior foi no dia 30 de junho, quando foi registrado a mínima média de 5,7°C na cidade, e menor absoluta de 0,1°C também em Marsilac. Segundo o CGE, a terça-feira terá sol e céu claro com poucas nuvens. Porém, o ar frio e seco de origem polar com vento vai proporcionar um dia com sensação de frio para o paulistano.

usr: 1
Isto é interessante!