Mundo Projeção no Parlamento britânico pede prisão de Bolsonaro

05:26  25 julho  2021
05:26  25 julho  2021 Fonte:   poder360.com.br

Atraso no Censo pode prejudicar até vacinação contra Covid, diz demógrafo

  Atraso no Censo pode prejudicar até vacinação contra Covid, diz demógrafo SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A demora na execução do Censo do IBGE, discussão que pode parecer muito técnica, tem implicações diretas no cotidiano das pessoas, afirma o demógrafo Irineu Rigotti, professor da Universidade Federal de Minas Gerais. O levantamento, tradicionalmente feito a cada dez anos, que deveria ter sido aplicado em 2020, é o que fornece informações precisas sobre o tamanho e características da população, pois coleta dados de todos os domicílios do país. É com esses dados que são definidas a distribuição de recursos para municípios, a necessidade de serviços públicos e até o envio de vacinas, políticas que consideram os tamanhos das populações.

Uma projeção no Palácio de Westminster, em Londres, feita neste sábado (24.jul.2021) pede a prisão do presidente Jair Bolsonaro e o chama de “criminoso ambiental”. Protestos contra o chefe do Executivo federal foram registradas em diversas cidades do Brasil e no exterior.

Projeção no Palácio de Westminster com imagem de Bolsonaro e os dizeres © Reprodução/Twitter/@augustodeAB Projeção no Palácio de Westminster com imagem de Bolsonaro e os dizeres

No Parlamento britânico, a projeção diz que o presidente “está queimando a Amazônia” e “matando povos indígenas”.

Receba a newsletter do Poder360

Um grupo de manifestantes já havia projetado pedido de prisão do presidente em junho. No dia 20, ativistas brasileiros se juntaram ao grupo britânico Projections on Walls para exibir imagens de Bolsonaro acompanhadas dos dizeres “Jail Bolsonaro” e “Hague Bolsonaro”, que se repetem neste sábado. “The Hague, Divest & Jail Bolsonaro”, diz a nova projeção.

Fórum dos Leitores

  Fórum dos Leitores Cartas de leitores selecionadas pelo jornal O Estado de S. Paulo.Fundão eleitoral

A frase “The Hague Bolsonaro” faz alusão à cidade de Haia, na Holanda (“The Hague”, em inglês, ou “Den Haag”, em holandês). Haia é conhecida por abrigar a Corte Internacional de Justiça, a Corte Permanente de Arbitragem e o Tribunal Penal Internacional, que julga responsáveis por genocídios e massacres, entre outros. Nesse caso, a ideia ao escrever “The Hague Bolsonaro” seria sugerir que o brasileiro fosse julgado internacionalmente por sua responsabilidade pelos efeitos da pandemia.

O verbo “divest”, em inglês, tem como um de seus significados o ato de “tirar algo de alguém”. Especialmente em relação a figuras públicas, quer dizer “destituir” alguém de seu poder. É usado em relação a Bolsonaro em referência ao impeachment do presidente.

Adotado em Portugal e França, semipresidencialismo é solução para o Brasil?

  Adotado em Portugal e França, semipresidencialismo é solução para o Brasil? Defendido por presidente da Câmara como remédio pra instabilidade política, proposta divide especialistas no tema.Nas últimas semanas, ganhou fôlego em Brasília o debate para substituir o presidencialismo, em que o país é governado por um presidente eleito pela população, pelo semipresidencialismo, em que o presidente eleito diretamente divide o governo com o primeiro-ministro, escolhido por ele em acordo com o Congresso.

O 3º termo usado na frase, “Jail”, em inglês, significa “prender” (verbo), “prisão” (substantivo) e também o verbo conjugado na forma imperativa, “prenda”. Trata-se de trocadilho com o primeiro nome do presidente brasileiro (Jair). Ou seja, “Jail Bolsonaro” quer dizer “Prenda Bolsonaro”.

Londres também foi palco de manifestações contra o presidente brasileiro neste sábado. Com alto-falante, manifestantes gritaram “fora Bolsonaro” e pediram pelo “fim do genocídio” no Brasil.

Nos cartazes, exibiram os dizerem “Impeachment 4 Bolsonaro/Mourão”. No inglês, o número 4 é muitas vezes usado para substituir a preposição “for”, que significa “para”. Assim, os manifestantes diziam “impeachment for (para, no inglês) Bolsonaro/Mourão”, pedindo a retirada da chapa do poder.

Outras placas diziam “Bolsonaro genocida”, “Jail Bolsonaro (prenda Bolsonaro)” e “Get out now (saia agora)”.

Presidente tunisiano assume plenos poderes e provoca grave crise política

  Presidente tunisiano assume plenos poderes e provoca grave crise política A Tunísia acordou nesta segunda-feira (26) em uma grave crise política depois que o presidente Kais Saied decidiu, no domingo, suspender a atividade parlamentar e atribuir-se plenos poderes executivos, o que levou o partido Ennahdha a denunciar um "golpe de Estado". A jovem democracia tunisiana funciona desde 2014 com um sistema parlamentar misto, no qual o chefe de Estado tem prerrogativas apenas nas áreas diplomática e de segurança. OA jovem democracia tunisiana funciona desde 2014 com um sistema parlamentar misto, no qual o chefe de Estado tem prerrogativas apenas nas áreas diplomática e de segurança.

Além da capital inglesa, foram registrados protestos em Haia (Holanda), Berlim (Alemanha), Lisboa (Portugal), Viena (Áustria), Roma (Itália), Nagoya (Japão) e Washington D.C. (EUA).

Veja imagens e vídeos dos atos:

ÁUSTRIA

HOLANDA

Manifestantes em Haia, na Holanda, seguram cartazes pedindo o fim do genocídio de indígenas no Brasil e “vacina no braço comida no prato” © JM Alkmim via Midia Ninja – 24.jul.2021 Manifestantes em Haia, na Holanda, seguram cartazes pedindo o fim do genocídio de indígenas no Brasil e “vacina no braço comida no prato”

JAPÃO

Faixa em Nagoya, no Japão, faz um trocadilho com o nome de Bolsonaro e a palavra “jail”, cadeia em inglês © Reprodução/Twitter/@samiabonfim Faixa em Nagoya, no Japão, faz um trocadilho com o nome de Bolsonaro e a palavra “jail”, cadeia em inglês

ALEMANHA

Protesto contra Jair Bolsonaro em frente ao Portão de Brandemburgo, em Berlim, na Alemanha © Reprodução/Twitter/@J_LIVRES Protesto contra Jair Bolsonaro em frente ao Portão de Brandemburgo, em Berlim, na Alemanha Manifestantes contra Bolsonaro em Freiburg im Breisgau, na Alemanha © Coletivo Brasil-Alemanha pela Democracia (núcleo Freiburg) – 27.jul.2021 Manifestantes contra Bolsonaro em Freiburg im Breisgau, na Alemanha

PORTUGAL

Ato contra Bolsonaro é registrado em Lisboa, em Portugal © Reprodução/Twitter/@Hedflow Ato contra Bolsonaro é registrado em Lisboa, em Portugal

ESPANHA

Manifestantes protestam contra o governo Bolsonaro na Plaza Mayor, em Salamanca, na Espanha © Reprodução/Twitter/@samiabonfim Manifestantes protestam contra o governo Bolsonaro na Plaza Mayor, em Salamanca, na Espanha

ESTADOS UNIDOS

Manifestantes seguran cartazes contra Bolsonaro em Washington, capital dos EUA © Reprodução/Twitter/@AmazonMiller Manifestantes seguran cartazes contra Bolsonaro em Washington, capital dos EUA

ITÁLIA

Faixa com “Fora Bolsonaro” é exibida na frente do Coliseu, em Roma, na Itália © Reprodução/Twitter/@guimaraes13PT Faixa com “Fora Bolsonaro” é exibida na frente do Coliseu, em Roma, na Itália

Bolsonaro participa de motociata em Presidente Prudente; evento custará R$ 300 mil aos cofres .
Ao final de passeio com apoiadores, presidente saiu em defesa de seus ministros e voltou a defender mudanças no atual sistema de votação; Secretaria de Segurança Pública escalou 450 policiais militares para o atoO presidente Jair Bolsonaro participa na manhã deste sábado, 31, de um passeio de motocicleta com apoiadores em Presidente Prudente, no interior de São Paulo. Em transmissão ao vivo feita nesta manhã, ele aparece com roupas de motoqueiro enquanto cumprimenta apoiadores, sem usar máscara de proteção contra a covid-19.

usr: 3
Isto é interessante!