Mundo Ítalo Ferreira: o campeão olímpico tem passado de superação e quer inspirar a nova geração do surfe

11:59  27 julho  2021
11:59  27 julho  2021 Fonte:   lance.com.br

Ítalo Ferreira ganha bateria e avança às oitavas em estreia do surfe na Olimpíada

  Ítalo Ferreira ganha bateria e avança às oitavas em estreia do surfe na Olimpíada Ítalo Ferreira ganha bateria e avança às oitavas em estreia do surfe na Olimpíada . O europeu ainda disputará a repescagem pelo posição alcançada.O brasileiro e o japonês se destacaram ao arriscarem e mandarem belos aéreos em Tsurigasaki. Com vantagem de Ítalo ao pegar as melhores ondas. Estava atrás de Hirota, mas se destacou em sua segunda nota para confirmar o favoritismo. “Estou muito feliz, até arrepiado”, comemorou o brasileiro assim que deixou o mar em Tsurigasaki. “Estava ansioso para essa estreia, mas depois que caí no mar e peguei a minha onda a coisa fluiu”, afirmou, satisfeito.

Italo Ferreira comemora a conquista olímpica em Tóquio (Foto: Jonne Roriz/COB) © Italo Ferreira comemora a conquista olímpica em Tóquio (Foto: Jonne Roriz/COB) Italo Ferreira comemora a conquista olímpica em Tóquio (Foto: Jonne Roriz/COB)

O primeiro campeão olímpico do surfe na história tem uma história difícil. Já que o esporte em que ele compete costuma ser de elite, com equipamentos caros e de difícil acesso. Mas mesmo tendo uma infância de limitações financeiras, Ítalo Ferreira conseguiu superar os desafios e alcançar a medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Tóquio, nesta última terça-feira (27). E agora ele deseja inspirar novos atletas em seu projeto social e aos prantos agradeceu a torcida do Brasil:

Surfe: final olímpica é antecipada após previsão de tufão, veja os novos horários e onde assistir

  Surfe: final olímpica é antecipada após previsão de tufão, veja os novos horários e onde assistir Brasileiros buscam subida ao pódio nos Jogos Olímpicos de Tóquio antes do esperadoGabriel Medina disputa as quartas de final depois de derrotar o australiano Julian Wilson por 14.33 a 13.00. Ítalo Ferreira também conseguiu avançar vencendo do neozelandês Billy Stairmand por 14.54 a 9.67.

- Eu queria dar um abraço em cada brasileiro que ficaram torcendo. Não só o surfe fez história, mas o skate também com as meninas e os meninos. A gente fez história. Viva o Brasil. Eu ficava torcendo de casa pelo pessoal e agora chegou a minha vez. - contou emocionado em entrevista à TV Globo.

PARTICIPAÇÃO NOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO

Já na primeira bateria Ítalo Ferreira saiu vitorioso. E na bateria seguinte ele derrotou Billy Stairmand, da Nova Zelândia por 14.54 a 9.67. O potiguar seguiu para as quartas de final no confronto contra o japonês Hiroto Ohhara, ganhando 9,73 pontos logo na primeira onda da bateria. Sendo a maior nota do surfe dos Jogos Olímpicos até aqui. Essa pontuação se deu graças a um aéreo muito alto, não dando chance para o seu adversário.

Silvana Lima perde para tetracampeã mundial do surfe e é eliminada nos Jogos Olímpicos de Tóquio

  Silvana Lima perde para tetracampeã mundial do surfe e é eliminada nos Jogos Olímpicos de Tóquio Brasileira foi superada por Carissa Moore, dos Estados Unidos, que é atual líder do ranking+ Brasil x Zâmbia: saiba onde assistir e as prováveis escalações da partida da Seleção feminina nos Jogos Olímpicos

Já na semifinal o brasileiro enfrentou o australiano Owen Wright, que por sua vez se vingou do Brasil ao vencer do Gabriel Medina na disputa pelo bronze. Na final ele enfrentou outro japonês, desta vez foi o Kanoa Igarashi, que derrotou Gabriel Medina nas semifinais. Como revanche pelo colega de delegação, ítalo garantiu o ouro, estreando o pódio do surfe em Tóquio.

PASSADO DE SUPERAÇÃO

Ítalo Ferreira foi o terceiro brasileiro a vencer o campeonato mundial, em 2019 se tornou campeão da Liga Mundial de Surfe (WSL) ao derrotar o bicampeão Gabriel Medina na grande final em Pipeline, no Havaí. Ele começou cedo no esporte, com apenas 8 anos, mas entrar no mar nem sempre foi tarefa fácil, porque até os 10 anos de idade ele pegava emprestado pranchas para treinar. E quando não conseguia, usava as tampas das caixas de isopor do pai, que era vendedor de peixe.

Ítalo Ferreira conquista o primeiro ouro da história do surfe olímpico

  Ítalo Ferreira conquista o primeiro ouro da história do surfe olímpico O brasileiro Ítalo Ferreira conquistou a primeira medalha de ouro da história do surfe nas Olimpíada, ao derrotar o japonês Kanoa Igarashi na final dos Jogos de Tóquio. O surfista potiguar, de 27 anos, terminou a bateria decisiva com 15,14 pontos, contra 6,60 de Igarashi na praia de Tsurigasaki, que fica no município de Chiba, a 100 quilômetros da capital japonesa. O australiano Owen Wright levou o bronze, ao superar o outro brasileiro que estava na competição, Gabriel Medina, na decisão do terceiro lugar (11,97 a 11,77). O surfe é um dos esportes incluídos no programa de Tóquio-2020 pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para tentar atrair uma audiência mais jovem.

Quem diria que aquele garoto estaria em segundo colocado no ranking em 2021, ficando abaixo apenas de Gabriel Medina. O brasileiro já foi bicampeão mundial Pro Júnior, campeão nacional e se classificou para fazer parte da Liga Mundial de Surfe (WSL), a elite mundial da modalidade, em 2014 . Ele também já recebeu o título de 'Rookie Of The Year', o novato do ano, em 2015.

PROJETO SOCIAL

Preocupado com o futuro dos jovens de seu munícipio, Ítalo criou um instituto para atender crianças de Baía Formosa no início deste ano. O objetivo da entidade é fazer com que as crianças tenham a oportunidade de conquistar uma vida melhor através do esporte. Com vontade de inspirar, ele acredita que todos podem chegar onde ele chegou se receberem um pouco de incentivo:

- Com essa oportunidade, vou poder contribuir um pouco mais na evolução dessa nova geração. Poder ter esses garotos dentro do instituto, poder ensinar e mostrar a eles que é possível, que eles podem alcançar o objetivo também. - disse em entrevista para o Globo Esporte.

Veja abaixo o quadro de medalhas e o calendário dos Jogos Olímpicos de Tóquio:

É ouro! Ítalo Ferreira vence japonês no surfe e conquista o lugar mais alto do pódio para o Brasil na Olimpíada

  É ouro! Ítalo Ferreira vence japonês no surfe e conquista o lugar mais alto do pódio para o Brasil na Olimpíada Campeão do último Circuito Mundial, brasileiro fez ótima final contra Kanoa Igarashi+ Medina dasabafa após derrota: 'Tem coisas que não dá pra entender'

Lenda do surfe Kelly Slater elogia narração de Everaldo Marques em ouro de Italo Ferreira: 'É incrível' .
Narrador lembrou da infância difícil de Italo passando ao título mundial da WSL em 2019, até o título olímpico no Japão . Ele ainda destacou que o surfista estava registrado na eternidade como o primeiro campeão olímpico da história do surfe, já que o esporte estreou em Tóquio. - Esse cara é incrível! O narrador... O Italo (Ferreira) e o Miguel (Pupo, surfista que foi comentarista na transmissão) também - disse Kelly Slater, em inglês.

usr: 1
Isto é interessante!