Mundo Governo confirma 2 casos atípicos de vaca louca e suspende exportações para a China

21:30  04 setembro  2021
21:30  04 setembro  2021 Fonte:   folha.uol.com.br

Diplomacia na balança

  Diplomacia na balança Só países com forte comércio internacional encontram o rumo da prosperidade . Não conheço nenhuma exceção a essa regra. Devemos também trabalhar para conferir um novo status ao Mercosul por meio do acordo com a UE. Para alcançar esse intento precisamos equacionar, com realismo, objetividade e medidas efetivas, a questão ambiental, o principal empecilho ao avanço do acordo com os europeus.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ministério da Agricultura confirmou dois casos atípicos da doença conhecida como vaca louca em frigoríficos de Nova Canaã do Norte (MT) e Belo Horizonte (MG). Com isso, as exportações de carne bovina para a China ficam suspensas temporariamente.

Os registros representam o quarto e o quinto caso de EBB (Encefalopatia Espongiforme Bovina, nome técnico do mal) atípicos em mais de 23 anos de vigilância sanitária para a doença, de acordo com a Secretaria de Defesa Agropecuária da pasta em nota divulgada neste sábado (4). O Brasil nunca registrou a ocorrência de EBB clássica.

Os casos de vaca louca atípica são menos perigosos para o rebanho porque são espontâneos e esporádicos, uma vez que partem do organismo de um animal e não acontecem devido à ingestão de alimentação contaminada. Esse tipo de doença costuma acometer o gado em idade avançada. Já a vaca louca clássica se manifesta após a ingestão de alimentos contaminados, como proteína animal, e afet a o rebanho mais jovem.

Agricultura confirma dois casos de vaca louca e suspende exportação de carne bovina à China

  Agricultura confirma dois casos de vaca louca e suspende exportação de carne bovina à China Ministério da Agricultura afirma que os dois casos investigados são atípicosO Ministério da Agricultura confirmou nesta sábado, 4, a existência de dois casos atípicos do “mal da vaca louca”, como é conhecida Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), em frigoríficos de Nova Canaã do Norte, no Mato Grosso, e de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Além das notificações protocolares, o governo decidiu pela suspensão das exportações de carne bovina a partir deste sábado para a China, seguindo o compromisso do protocolo sanitário firmado entre os dois países.

Segundo o ministério, todas as ações sanitárias de mitigação de risco "foram concluídas antes mesmo da emissão do resultado final", que é feito pelo laboratório de referência da OIE (Organização Mundial de Saúde Animal), em Alberta, no Canadá. "Portanto, não há risco para a saúde humana e animal."

Os dois casos, um em cada frigorífico, foram detectados em vacas de idade já avançada, de acordo com a pasta.

As exportações para a China ficam suspensas para cumprir o protocolo sanitário firmado entre os dois países. A medida passa a valer a partir deste sábado (4) e durará até que as autoridades chinesas concluam a avaliação das informações repassadas.

"O Mapa esclarece que a OIE exclui a ocorrência de casos de EEB atípica para efeitos do reconhecimento do status oficial de risco do país", diz o ministério em nota. Assim, o Brasil mantém a classificação como país de risco insignificante para a doença.

Na quinta (2), frigoríficos de todo o país precisaram suspender o abate de bois devido à suspeita da doença. A estimativa da Abrafrigo (Associação Brasileira de Frigoríficos) é que a produção retorne somente na próxima semana.

Quando a China dominará o mundo? Talvez nunca .
Quando a China ultrapassará os Estados Unidos para se tornar a maior economia do mundo? Poucas perguntas têm mais implicações, seja para executivos que se perguntam de onde virão os lucros no longo prazo, para investidores que avaliam o status do dólar como moeda de reserva global ou para generais que planejam estratégias para confrontos geopolíticos.Em Pequim, onde acabam de celebrar o 100º aniversário do Partido Comunista Chinês, líderes fazem o possível para apresentar a entrega do bastão como iminente e inevitável.

usr: 2
Isto é interessante!