Mundo China poderia voltar a importar carne bovina do Brasil em breve

15:41  06 setembro  2021
15:41  06 setembro  2021 Fonte:   bloomberg.com

Caos logístico abala exportação de carne do Paraguai e Uruguai

  Caos logístico abala exportação de carne do Paraguai e Uruguai Interrupções no transporte marítimo global e rios atingidos pela seca ameaçam reduzir as exportações de carne bovina do Uruguai e do Paraguai, em um momento em que a alta de preços dos alimentos aumenta a inflação em todo o mundo. No Paraguai, que não tem saída para o mar, os abates nos frigoríficos devem diminuir de 20% a 25% este mês devido à falta de contêineres, à elevação dos fretes e às incertezas em relação aos prazos de transporte, afirmou Korni Pauls, vice-presidente da Câmara Paraguaia de Carnes.“Isso vai continuar pelo menos até setembro e outubro”, disse Pauls em entrevista por telefone.

(Bloomberg) -- A China agora conta com menos opções de suprimento de carne bovina depois da suspensão das exportações do Brasil para o país asiático devido à descoberta de dois casos de doença da vaca louca.

Além da suspensão temporária anunciada pelo Brasil, dois grandes fornecedores da China, Argentina e Austrália, tiveram o acesso reduzido ao maior mercado mundial de carne bovina importada este ano. A Argentina limitou as exportações de carne bovina até 31 de outubro para controlar a inflação, enquanto o produto da Austrália está sujeito a restrições comerciais impostas pela China em meio ao embate entre os dois países.

ENFOQUE-Seca força pecuaristas da América do Norte a vender seu futuro

  ENFOQUE-Seca força pecuaristas da América do Norte a vender seu futuro Na quinta-feira (2), uma casa em Manville, New Jersey (EUA), pegou fogo enquanto estava cercada por enchentes após a passagem do furacão Ida.

Meaty Move © Bloomberg Meaty Move

Isso sugere que a proibição das exportações brasileiras de carne bovina não deve ser duradoura. Como os dois casos de doença da vaca louca são de natureza “atípica”, a suspensão provavelmente será um “problema de curto prazo”, disse Chenjun Pan, analista do Rabobank. Um caso atípico é raro e ocorre espontaneamente, ao contrário dos casos clássicos causados por ração contaminada.

A suspensão das exportações entrou em vigor no sábado e foi declarada em conformidade com os protocolos de saúde entre Brasil e China. O governo de Pequim vai decidir quando começará a importar novamente.

Em junho de 2019, o Brasil suspendeu as exportações de carne bovina para a China após um caso atípico de doença da vaca louca, e a proibição foi suspensa pelo governo chinês cerca de 10 dias depois.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2021 Bloomberg L.P.

China pode importar 50% menos carne suína e esfriar custo global .
A demanda recorde da China por carne suína de outros países pode despencar diante da forte queda dos preços domésticos, o que potencialmente diminuiria a pressão no mercado mundial de carne e esfriaria pelo menos um componente dos custos globais dos alimentos. O maior importador de carne suína do planeta poderia reduzir as compras no exterior em mais de 50% no período de julho a dezembro em relação ao primeiro semestre, porque os suprimentos no país agora estão mais baratos do que os internacionais, disse Jim Huang, que comanda a China-America Commodity Data Analytics, uma consultoria independente com foco em agricultura.

usr: 1
Isto é interessante!