Mundo EUA abrem país a brasileiros 100% vacinados, inclusive com Coronavac

19:14  15 outubro  2021
19:14  15 outubro  2021 Fonte:   poder360.com.br

Reino Unido tira Brasil da 'lista vermelha' e volta a permitir viagens; confira novas regras

  Reino Unido tira Brasil da 'lista vermelha' e volta a permitir viagens; confira novas regras Brasileiros 'totalmente vacinados' vão poder entrar no país sem necessidade de se isolar em hotel por 10 dias pagando mais de 2 mil libras (cerca de R$ 15 mil), mas imunizados com CoronaVac são exceção.A principal delas é a obrigatoriedade de permanecer em isolamento em um hotel por 10 dias a um custo de mais de 2 mil libras (R$ 17 mil). Agora, com o anúncio, viajantes vindos do Brasil — independentemente da nacionalidade — não vão precisar mais cumprir essa exigência.

A partir de 8 de novembro, as fronteiras dos Estados Unidos estarão abertas a estrangeiros 100% vacinados contra a covid-19. O anúncio foi feito pelo secretário-assistente de imprensa da Casa Branca, Kevin Muñoz, nesta 6ª feira (15.out.2021).

O novo sistema determina que pessoas totalmente vacinadas, que apresentem o comprovante de resultado negativo do teste de covid, podem entrar no território estadunidense. A nova norma acaba com restrições de estrangeiros vindos diretamente de certas regiões como Europa, Índia, Brasil e China.

“A nova política de viagens dos EUA que exige vacinação para viajantes estrangeiros nos Estados Unidos começará em 8 de novembro. Este anúncio e data se aplicam a viagens aéreas internacionais e terrestres. Essa política é pautada pela saúde pública, rigorosa e consistente”, disse Kevin Muñoz.

Saúde diz que não usará CoronaVac por falta de registro e baixa efetividade

  Saúde diz que não usará CoronaVac por falta de registro e baixa efetividade Esclarecimento foi prestado pela pasta durante sessão da CPI da Covid no SenadoA informação foi divulgada na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado, nessa 5ª feira (7.out.2021).

Na última semana, a Casa Branca anunciou que os EUA aceitarão a entrada de visitantes internacionais vacinados contra a covid-19 com imunizantes aprovados pela OMS (Organização Mundial da Saúde) ou pelo FDA (Food and Drug Administration, autoridade sanitária do país).

A decisão inclui a vacina CoronaVac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Além dela, estão englobadas: Pfizer, AstraZeneca, Moderna, Janssen e Sinopharm.

Os Estados Unidos já haviam anunciado que pretendiam liberar as restrições de entrada no país para aqueles que já estiverem com o esquema vacinal completo.

Na ocasião, a Casa Branca informou que o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) irá determinar que as companhias aéreas coletem números de telefone e endereços de e-mail de viajantes para um novo sistema de rastreamento e acompanhamento. Pessoas não vacinadas enfrentarão requisitos e medidas mais rígidas para entrada no país.

As restrições de viagens estavam em vigor desde março de 2020, determinadas pelo então presidente Donald Trump.

EUA liberam entrada de brasileiros vacinados a partir de 8 de novembro; entenda regras .
Todas as vacinas aprovadas pela OMS, como Coronavac e AstraZeneca, serão aceitas pelos americanos.O anúncio representa o fim da obrigatoriedade de quarentena em um terceiro país para viajantes originários do Brasil, que vigorou por mais de um ano e meio e foi oficialmente instaurada para reduzir o espalhamento do vírus em território americano.

usr: 6
Isto é interessante!