Mundo UE pode dar sinal verde a planos para combater crise energética

11:36  16 outubro  2021
11:36  16 outubro  2021 Fonte:   bloomberg.com

Europa: falta de gás e alta dos preços da energia podem impulsionar renováveis no bloco

  Europa: falta de gás e alta dos preços da energia podem impulsionar renováveis no bloco A disparada dos preços do gás e da energia na Europa poderão impulsionar o bloco a acelerar a transição energética verde para diminuir a dependência das importações, principalmente da Rússia. Os países europeus buscam uma coordenação para responder à diminuição do fornecimento do produto, em um contexto de aumento da demanda mundial pela retomada econômica da pandemia. Puxada pela demanda chinesa, o preço do gás se multiplicou por oito em seis meses na Europa e impacta no valor da energia elétrica. A Rússia, tradicional fornecedora, tem exportado a conta-gotas o gás para os europeus.

(Bloomberg) -- Na semana que vem, líderes da União Europeia devem autorizar medidas de emergência por parte dos estados membros para aliviar o impacto da crise de energia sem precedentes sobre empresas e consumidores mais vulneráveis.

Most Read from Bloomberg

  • Out-of-Practice Airline Pilots Are Making Errors Back in the Air
  • The World’s Rich and Powerful Are Stashing $500 Billion in This Tax Haven
  • What Comes After GE’s 129 Years of Greenhouse Gas
  • What the Front Line of the U.S. Abortion Fight in Kentucky Looks Like Now
  • Why Buying a Second or Even Third Home Is Becoming More Popular Than Ever

Os chefes de governo planejam recomendar que países da UE e a Comissão Europeia “façam o melhor uso” de um conjunto de ferramentas publicado na quarta-feira para fornecer alívio de curto prazo para famílias e empresas, segundo minuta da declaração vista pela Bloomberg News. A crise de energia levou líderes a convocarem uma cúpula da UE de 21 a 22 de outubro, depois que os preços do gás e da energia atingiram níveis recordes em meio à escassez de oferta.

Bolsonaro diz que Brasil vai enfrentar problemas de abastecimento

  Bolsonaro diz que Brasil vai enfrentar problemas de abastecimento BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta quinta-feira (7), que o Brasil deve enfrentar "problemas de abastecimento" no ano que vem. De acordo com o mandatário, o cenário de possível falta de produtos em 2022 está relacionado com a crise energética na China. "Eu vou avisar um ano antes, fertilizantes: por questão de crise energética, a China começa a produzir menos fertilizantes. Já aumentou de preço, vai aumentar mais e vai faltar. A cada cinco pratos de comida no mundo, um sai do Brasil. Vamos ter problemas de abastecimento ano que vem", declarou Bolsonaro, durante cerimônia no Palácio do Planalto.

Os líderes também devem pedir aos ministros e à Comissão que considerem medidas de médio e longo prazo “para mitigar flutuações excessivas dos preços”, aumentar a resiliência energética da UE e garantir uma transição bem-sucedida para uma economia verde, segundo o comunicado, que foi incluído na agenda de representantes dos estados membros para discussão na sexta-feira e ainda pode ser alterado antes de ser adotado pelos chefes de governo.

A União Europeia tem uma margem de manobra limitada para implementar um plano conjunto com o objetivo de amenizar o impacto da crise, pois governos nacionais tendem a adotar suas próprias respostas de emergência. Alguns países pediram ao executivo da UE que propusesse novas medidas, algo difícil devido às diferentes fontes de energia e aos interesses estratégicos dos estados membros.

Ministério de Minas e Energia rebate artigo de Eduardo Cunha no Poder360

  Ministério de Minas e Energia rebate artigo de Eduardo Cunha no Poder360 Ex-presidente da Câmara fez críticas à política energética brasileira e a reajustes da Petrobras. Entenda a discussãoEduardo Cunha é articulista do Poder360 desde 7 de junho de 2021, quando seu 1º texto foi publicado no jornal digital. O ex-deputado escreve quinzenalmente, sendo que os artigos são publicados sempre às segundas-feiras. Leia a lista de todos os artigos aqui.

O Banco Europeu de Investimento será incentivado a “olhar para a margem de manobra de seu capital para acelerar o investimento na transição verde”, segundo a minuta.

A caixa de ferramentas apresentada pela Comissão no início da semana incluía medidas como cortes de impostos e subsídios estatais para empresas.

Most Read from Bloomberg Businessweek

  • Jane Fraser Has a Plan to Remake Citigroup While Tormenting Rivals
  • These Out-of-Work Americans Tell Us Job Market Turmoil Is Anything But Transitory
  • MLB Is Testing Ways to Fix Baseball’s Boredom Problem
  • What My Brain Scan Revealed About the Science of Persuasion
  • Homeopathy Doesn’t Work. So Why Do So Many Germans Believe in It?

©2021 Bloomberg L.P.

6 estratégias para destravar o potencial das cidades brasileiras na retomada verde .
Por Henrique Evers, Laura Azeredo, Bruno Felin e Luiza de Oliveira Schmidt em WRI Brasil - As cidades estão no centro da crise causada pela Covid-19, expondo mais uma vez problemas como a falta de acesso a moradia, transporte, infraestrutura e serviços de qualidade – especialmente entre as populações de menor renda.?Os efeitos da emergência climática nos centros urbanos também estão bastante visíveis e cada vez mais frequentes, como deixou claro o último relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) a partir de novas evidências.

usr: 6
Isto é interessante!