Mundo Rivaldo exalta Vinícius Jr. e vê Koeman injustiçado no Barcelona

15:06  28 outubro  2021
15:06  28 outubro  2021 Fonte:   gazetaesportiva.com

Técnico do Barcelona sobre 'El Clásico': 'Temos que jogar sem medo'

  Técnico do Barcelona sobre 'El Clásico': 'Temos que jogar sem medo' Ronald Koeman vê equipe blaugrana em um bom momento na temporada e está confiante na véspera da partida contra o Real Madrid pelo Campeonato Espanhol- Temos que jogar sem medo, mostrar que podemos ganhar e demonstrar essa vontade desde o início. A gente vem de duas vitórias e temos boas sensações. Espero ver o estádio cheio, com um grande ambiente e que a gente disfrute - disse Koeman.

Depois da vitória do Real Madrid sobre o Barcelona por 2 a 1, no último domingo, Vinicius Jr. ganhou muito destaque na imprensa nacional e internacional por sua ótima atuação em pleno Camp Nou.

Ex-jogador do Barça, Rivaldo rasgou elogios ao ex-flamenguista, cada vez mais adaptado e atualmente titular absoluto do Real Madrid. O brasileiro analisou a fase de Vinícius Jr. e falou sobre a briga por posição no ataque da Seleção Brasileira a um ano da Copa do Mundo de 2022.

“Vinícius Jr. teve mais uma boa atuação no El Clásico aparecendo com grande confiança para encarar seus adversários e criando muitas dificuldades na defesa do Barcelona com sua habilidade. Penso que isso tem o mérito do técnico Ancelotti, que deu grande confiança ao colocá-lo como titular regular no time, coisa que nem sempre acontecia com o Zidane”, afirmou Rivaldo.

Koeman, técnico do Barcelona, lamenta derrota no 'El Clásico'

  Koeman, técnico do Barcelona, lamenta derrota no 'El Clásico' Segundo o comandante holandês, Barcelona foi superior ao Real Madrid na primeira etapa, mas afirmou que gol de Alaba foi decisivo para mudar a partida- Sempre é complicado entender um resultado assim, pois tivemos méritos para conseguir outro placar, principalmente na primeira etapa. Ao invés de colocarmos 1 a 0 por uma situação muito clara, eles marcaram. Depois foi complicado, pois defenderam o resultado e sabíamos que os contra-ataques do Real Madrid eram perigosos.

“Ele também está acertando mais o gol nesta temporada e isso facilita sua confiança dentro de campo. Só tenho elogios para o menino, que está se firmando como peça-chave no time do Real Madrid, confirmando minha opinião de que ele não deveria ser emprestado ou jogar no Castilla como chegou a ser considerado na temporada anterior. Agora, é dar sequência, pois no ano que vem tem Copa do Mundo e é importante chegar confiante nessa competição para brigar por um lugar no time. Não será fácil, já que a seleção brasileira tem grandes opções na frente”, completou.

Ídolo do Barcelona, Rivaldo saiu em defesa de Ronald Koeman, demitido do Barcelona nesta quarta-feira após derrota para o Rayo Vallecano.

“O Koeman voltou a ser muito cobrado após a derrota no El Clásico, inclusive com alguns torcedores chutando seu carro. Tudo isso é muito triste e eu nem considero que essas pessoas sejam realmente torcedores do Barcelona. É preciso reconhecer que o Koeman abandonou a seleção holandesa para assumir essa posição delicada de comandar o Barcelona em tempos muitos difíceis e eu não acho que outros ídolos do clube tivessem essa coragem”, disse Rivaldo.

“Ele sempre se mostrou um fã incondicional do clube e claramente não merece todas essas críticas. Vem fazendo seu trabalho da melhor forma que sabe e as responsabilidades não são todas dele, afinal, ele tem um elenco mais fraco do que em anos anteriores e nem sempre é fácil dar confiança para todos os jogadores. Se vier outro treinador isso não é garantia de que as coisas vão melhorar pois são os jogadores que entram em campo. Penso que o técnico holandês vem sendo bem injustiçado em tudo isso, pois ele se mostrou corajoso e fiel ao clube num tempo de grande dificuldade”, opinou.

Foi merecido? Números de Philippe Coutinho no Barcelona na temporada não justificam convocação à Seleção Brasileira .
Após sofrer lesão em dezembro de 2020, jogador do Barcelona voltou a entrar em campo em setembro. De lá para cá, disputou dez partidas, mas marcou apenas um golHomem de confiança do treinador brasileiro, Coutinho, no entanto, não atravessa bom momento. Após sofrer uma lesão no joelho esquerdo em dezembro de 2020, o atleta formado no Vasco passou por três cirurgias e só voltou a entrar em campo no dia 14 de setembro, na derrota do Barcelona por 3 a 0, para o Bayern de Munique, na estreia da Champions League.

usr: 0
Isto é interessante!