Mundo Doria anuncia investimento de R$ 100 milhões na Amazônia

17:30  01 novembro  2021
17:30  01 novembro  2021 Fonte:   poder360.com.br

Amazônia: minha casa, nossa causa

  Amazônia: minha casa, nossa causa Por Amália Safatle em Página22 - jovem ativista e ribeirinha Odenilze Ramos, nascida na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Negro, possui o que chama de lugar de fala. Enquanto para muitas pessoas a conservação da Amazônia representa uma causa a ser defendida, para ela a Amazônia é a própria casa. Odenilze vem lembrar que as populações locais são os defensores naturais da floresta e os primeiros que devem ser considerados em qualquer plano que se proponha para a região. Mais que isso, são atores da sua história. Se ela tem o lugar de fala, que os demais exerçam o dom da escuta.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta 2ª feira (1º.nov.2021) que o Estado fará um investimento de R$ 100 milhões para a Amazônia Legal. O anúncio foi feito durante a visita do tucano a Glasgow para a COP26 (Conferência sobre as Mudanças Climáticas).

Doria afirmou que o investimento faz parte do maior programa de pesquisa e desenvolvimento para o bioma. O aporte inicial do governo paulista vai para um fundo que pode chegar a R$ 500 milhões, de acordo com Doria.

O repasse do Estado será intermediado pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).

“Exemplo de união e integração pelo meio ambiente que o Brasil tanto precisa nesse momento”, disse o governador no Twitter.

Fundo Amazônia +10 tem a adesão de dez Estados e recursos iniciais de R$ 100 milhões da FAPESP

  Fundo Amazônia +10 tem a adesão de dez Estados e recursos iniciais de R$ 100 milhões da FAPESP Por Agência FAPESP – Secretários da área de ciência e tecnologia de dez Estados brasileiros e representantes das respectivas fundações de amparo à pesquisa (FAPs) reúnem-se quinta-feira (04/11), em Brasília, para os acertos finais do lançamento do edital Fundo Amazônia +10, uma iniciativa conjunta de São Paulo, Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins para o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação na Amazônia Legal.

Além de Doria, outros 9 chefes de governos estaduais estão presentes em Glasgow para participar da COP26. Eles contrapõem a ausência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na cúpula do clima.

O chamado Consórcio Brasil Verde, representado pelos 10 governadores, adotou um posicionamento desligado do Executivo federal. O grupo apresentará projetos voltados para a preservação da Amazônia. No total, 22 governadores fazem parte do consórcio.

Já o governo federal é representado pelo ministro Joaquim Leite (Meio Ambiente), que discursa nesta 2ª feira (1º.nov) na cidade escocesa.

Desenvolvimento econômico e sustentável ganha força na Amazônia .
Enquanto o mundo discute meios de reduzir a crise climática, projetos mostram o potencial de unir crescimento verde com renda na maior floresta tropical do mundo , se colocam em marcha no Brasil. Às margens de qualquer política pública, apontam para uma possível saída para a enrascada ambiental atual. Há uma semana que líderes mundiais, cientistas e negociadores internacionais tateiam uma saída possível. Reunidos em Glasgow, na Escócia, na COP-26, a cúpula do clima da ONU, procuram consensos sob a pressão da urgência.

usr: 1
Isto é interessante!