Mundo Uma cena de um filme italiano de 1962 circula como se fosse uma foto da Guerra Fria

23:31  18 novembro  2021
23:31  18 novembro  2021 Fonte:   msn.com

Intocáveis na Sessão da Tarde (09/11): Emocionante filme de drama é baseado em uma história real

  Intocáveis na Sessão da Tarde (09/11): Emocionante filme de drama é baseado em uma história real Esta terça-feira é dia de chorar com a Sessão da Tarde da TV Globo. Nome certo para quem gosta de filmes emocionantes baseados em fatos reais, Intocáveis, filme de drama francês, apresenta uma bonita história de superação e amizade, explorando a relação entre dois homens vindos de cenários bastante distintos.Na trama, Philippe é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss, um jovem problemático que não tem a menor experiência em cuidar de pessoas no seu estado. Aos poucos, Driss aprende a função, apesar das diversas gafes que comete.

  Uma cena de um filme italiano de 1962 circula como se fosse uma foto da Guerra Fria © Fornecido por AFP Fact Check

Uma imagem em preto e branco na qual se vê uma jovem ajoelhada próximo a dois grupos de soldados recebeu mais de 15 mil interações nas redes sociais desde, pelo menos, 8 de novembro de 2021. Segundo as publicações, o registro seria uma foto de 1955 que mostraria uma jovem fugindo do comunismo na Alemanha Oriental, antes da construção do Muro de Berlim. Mas isso é falso. A imagem, na realidade, é uma cena do filme italiano “Oggi a Berlino”, de 1962.

“Uma das fotos mais impactantes da Guerra Fria foi tirada em 1955 quando uma jovem alemã fugiu do lado comunista em direção à liberdade. Reparem em como os soldados do lado ocidental protegem a garota dos soldados comunistas fortemente armados que tentavam impedir a fuga. Alguns anos depois, sobre aquela linha branca, seria construído o Muro de Berlim”, diz uma das publicações compartilhadas no Twitter (1, 2, 3).

Cigarro eletrônico tem potencial de reduzir danos, diz Philip Morris

  Cigarro eletrônico tem potencial de reduzir danos, diz Philip Morris Empresa produtora do cigarro de tabaco aquecido afirma que há danos, mas que são menores“Não é um produto sem risco, não é uma alternativa sem risco. Quem não fuma não deve utilizá-lo, mas quem fuma e por qualquer razão vai continuar fumando acreditamos que tem que ter o direito de escolher uma alternativa menos danosa“, afirma.

O conteúdo também circulou no Facebook (1, 2, 3) e no Instagram (1, 2, 3). A imagem com a mesma alegação também foi compartilhada em inglês (1) e em espanhol (1).

  Uma cena de um filme italiano de 1962 circula como se fosse uma foto da Guerra Fria © Fornecido por AFP Fact Check Captura de tela feita em 9 de novembro de 2021 de uma publicação no Twitter ( . / )

No entanto, uma busca reversa no Google levou ao mesmo registro no banco de imagens Getty Images. No site, a foto é acompanhada de uma legenda que afirma tratar-se de uma cena do filme “Oggi a Berlino”, de 1962, dirigido por Piero Vivarelli.

“Atriz alemã Nana Osten (à esquerda) interpreta Rita, namorada de um futuro desertor da Alemanha Oriental em uma cena de 'Oggi a Berlino' (também conhecido como ‘East Zone, West Zone’ em inglês) dirigido por Piero Vivarelli, 1962”, diz a legenda.

Uma busca pelo título do filme “Oggi a Berlino” no Google trouxe como resultado a mesma imagem postada no IMBb, um portal online que reúne informações sobre filmes e produções televisivas. No site, a foto também aparece atrelada ao longa-metragem, com a legenda “Nana Osten em Oggi a Berlino (1962)”.

Os símbolos nazistas que ainda estão presentes no Japão

  Os símbolos nazistas que ainda estão presentes no Japão Antropóloga atribui uso acrítico de símbolos nazistas a uma 'falta de sensibilidade histórica' mais do que a um alinhamento ideológico ou político. 'Nazi cosplay'"Muitos japoneses sabem que os nazistas cometeram crimes de guerra, mas o conhecimento é limitado. Visualmente, eles reconhecem os uniformes pretos da SS [Schutzstaffel, a organização paramilitar nazista], especialmente com a braçadeira vermelha, mas não é todo uniforme da Wehrmacht [das forças armadas alemãs sob Adolf Hitler] que lhes acende um sinal de alerta", diz a antropóloga polonesa.

O Checamos entrou em contato com a Cineteca Nazionale de Itália, do Centro Experimental de Cinematografia (CSC) em Roma, que possui uma cópia do longa-metragem em seus arquivos. Por email, a equipe da instituição afirmou que não encontrou exatamente a fotografia indicada, mas diversos elementos os levam a crer que se trata de um registro feito durante a cena final do filme.

A Cineteca enviou cinco imagens do longa-metragem “Oggi a Berlino” ao Checamos apenas para fins explicativos. Nos registros enviados, é possível ver os mesmos elementos da foto viralizada, incluindo a linha divisória branca no chão e o pavimento de pedras. Em uma das imagens, é possível ver uma moça ajoelhada ao chão, próxima ao corpo de um homem. Segundo a Cineteca, nessa parte do filme, o corpo do homem é levado, mas a protagonista permanece ajoelhada, na mesma posição da imagem viralizada.

A mesma cena pode ser vista neste outro registro do filme arquivado na Getty Images.

Dia da Consciência Negra: Museu do Futebol distribui biografia de Djalma Santos aos visitantes

  Dia da Consciência Negra: Museu do Futebol distribui biografia de Djalma Santos aos visitantes No sábado (20) e domingo (21), quem for passear no Museu do Futebol receberá o livro 'Djalma Santos: do porão ao Palácio de Buckingham'Escrita pelos jornalistas Flávio Prado, Norian Segatto e Adriana Mendes, a obra apresenta detalhes da vida de Djalma Santos desde o começo de sua carreira no futebol de várzea, passando por suas atuações em grandes clubes como Portuguesa, Palmeiras e Atlético-PR, pelas histórias das quatro Copas do Mundo disputadas e dos dois títulos mundiais conquistados pelo Brasil em 1958 e 1962.

  Uma cena de um filme italiano de 1962 circula como se fosse uma foto da Guerra Fria © Fornecido por AFP Fact Check Captura de tela da base de fotos da Getty Images de uma cena do filme “Oggi a Berlino” ( . / )

Os registros enviados pela Cineteca à AFP também mostram que a protagonista do filme, interpretada por Osten, usava o mesmo cabelo e roupas da foto viralizada, incluindo luvas nas mãos e o casaco. A vestimenta, explicou, tem significado especial no enredo do longa de Vivarelli, por ser um presente trocado entre os personagens da trama.

Após a Segunda Guerra Mundial, Berlim foi dividida em quatro zonas: francesa, britânica, norte-americana e soviética. Dessa forma, a cidade separou-se entre Alemanha Oriental, sob influência do regime comunista, e Alemanha Ocidental, capitalista.

  Uma cena de um filme italiano de 1962 circula como se fosse uma foto da Guerra Fria © Fornecido por AFP Fact Check ( . / )

Ao longo de 12 anos, mais de três milhões de cidadãos fugiram do regime comunista. Para conter o êxodo, nas primeiras horas de 13 de agosto de 1961, as autoridades comunistas da Alemanha Oriental começaram a construir o Muro de Berlim, que dividiu a cidade e fechou a última abertura da Cortina de Ferro.

'A Grande Onda de Kanagawa': o curioso percurso da gravura até virar um ícone .
É uma das imagens mais reproduzidas e conhecidas da história, mas o quanto você sabe sobre ela?Em murais e tatuagens, em selos e roupas, em desenhos animados e até emojis: A Grande Onda de Kanagawa, do artista japonês Katsushika Hokusai, não parece perder o encanto.

usr: 1
Isto é interessante!