Mundo Mulher é atropelada por trem quando caminhava pela linha férrea

01:56  01 dezembro  2021
01:56  01 dezembro  2021 Fonte:   em.com.br

Gómez explica discussão com Weverton e ameniza situação: 'Nos resolvemos no vestiário'

  Gómez explica discussão com Weverton e ameniza situação: 'Nos resolvemos no vestiário' Companheiros de equipe tiveram um princípio de confusão logo após sofrerem o gol do Fortaleza– Foi um lance do jogo. O clima de todas as partidas é sempre assim, queremos sempre ganhar. O Weverton não percebeu que eu estava indo falar com o professor Abel para falar que um jogador estava caído no chão. São dois jogadores com experiência e isso é normal. Nos resolvemos no vestiário e está tudo certo – explicou o camisa 15.

Uma mulher de 27 anos está em estado grave no Hospital do Pronto Socorro, de Juiz de Fora, na Zona da Mata, depois de ter sido atropelada por um trem. O acidente ocorreu por volta de 14h, no cruzamento da linha férrea com a Rua Nilza de Lourdes Fortes Bairro Barão do Retiro. Local da linha férrea onde ocorreu o atropelamento da mulher, que está entre a vida e a morte, em Juiz de Fora © CBMMG/Divulgação Local da linha férrea onde ocorreu o atropelamento da mulher, que está entre a vida e a morte, em Juiz de Fora

Segundo o Boletim de Ocorrência (BO) da Polícia Militar, o maquinista informou que ao avistar a vítima caminhando sobre os trilhos, acionou o alarme sonoro e o freio emergencial. Contudo, a vítima não teve tempo para sair da linha, sendo colhida pela locomotiva. Com o impacto, ela foi arremessada a uma distância de aproximadamente oito metros.

A mulher foi socorrida pelo SAMU e levada ao Pronto Socorro. Segundo a médica que atendeu a ocorrência, a mulher encontrava-se inconsciente apresentando lesões no tórax, cabeça e escoriações pelo corpo.

Pesquisa reúne experiência de negros com racismo na Alemanha .
Dois terços dizem ser avaliados desfavoravelmente em locais de ensino, e 56% já foram indagados se vendiam drogas. Mais de 90% afirmam ser desacreditados ao relatar racismo. Estudo não representativo ouviu 6 mil negros. © Reuters/C. Mang Há mais de um milhão de negros vivendo na Alemanha O pai de família Adegbayi B. caminhava com sua filha de um ano de idade em Berlim, no bairro Fennpfuhl, na última sexta-feira (26/11). Repentinamente, o homem de origem nigeriana foi atingido por uma cuspida de uma mulher, que também o insultou violentamente de forma racista. Ele filmou o incidente e relatou o ataque à polícia.

usr: 1
Isto é interessante!