Mundo Cinzas impedem envio de ajuda humanitária a Tonga

14:24  18 janeiro  2022
14:24  18 janeiro  2022 Fonte:   ansabrasil.com.br

Ataque aéreo em Tigray, na Etiópia, mata 56 pessoas, dizem integrantes de ajuda humanitária

  Ataque aéreo em Tigray, na Etiópia, mata 56 pessoas, dizem integrantes de ajuda humanitária Ataque aéreo em Tigray, na Etiópia, mata 56 pessoas, dizem integrantes de ajuda humanitáriaO porta-voz militar coronel Getnet Adane e o porta-voz do governo Legesse Tulu não responderam imediatamente aos pedidos de comentários. A porta-voz do primeiro-ministro Abiy Ahmed, Billene Seyoum, não respondeu a um pedido de comentário.

(ANSA) - As cinzas que cobriram a pista do principal aeroporto de Tonga, arquipélago atingido no último fim de semana por um tsunami provocado pela erupção de um vulcão submarino, impediram o envio de ajuda humanitária pela Nova Zelândia.

Cerca de 200 pessoas tentaram limpar a pista na última segunda-feira (17), mas apenas 100 metros foram liberados até o momento. O governo neozelandês afirmou que um C-130 está pronto para decolar com ajuda humanitária, incluindo água, geradores de energia e kits de higiene, porém as cinzas impedem a operação.

Já navios militares com itens de primeira necessidade vão levar pelo menos três dias para chegar ao país, que fica no sul do Oceano Pacífico.

'Ondas de calor e incêndios serão grande parte do nosso futuro', diz secretária de Calor de Atenas

  'Ondas de calor e incêndios serão grande parte do nosso futuro', diz secretária de Calor de Atenas SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Eleni Myrivili gosta do calor e dos dias ensolarados. Ao mesmo tempo, acha exaustivo ter que andar por ruas muito quentes, sem árvores, sem sombras. O trabalho de Myrivili é mais ou menos esse, deixar a cidade de Atenas mais fresca e agradável. Ela é a secretária de Calor da capital da Grécia, uma das primeiras pessoas no mundo, já impactado pelas mudanças climáticas, a ocupar um cargo como esse. Afinal, mesmo gostando de calor, tudo tem um limite.

A erupção ocorreu no vulcão submarino Hunga Tonga-Hunga Ha'apai, que fica a 65 quilômetros da capital Nuku'Alofa, e provocou ondas de tsunami por todo o Pacífico, além de ter coberto o arquipélago com uma nuvem de cinzas.

Os gases expelidos pelo vulcão são danosos para a saúde e podem contaminar reservatórios de água potável. Além disso, a onda de choque gerada pela erupção rompeu um cabo de telecomunicações submarino e deixou o país inteiro sem internet, o que impede a avaliação exata dos danos.

Até o momento, duas vítimas estão confirmadas em Tonga, incluindo a britânica Angela Glover, morta pelo tsunami enquanto tentava salvar seus cachorros. Duas mulheres também morreram afogadas por ondas anômalas no Peru no fim de semana. (ANSA).

“Improvável”, diz ministra britânica sobre tropas na Ucrânia .
Liz Truss respondeu à pergunta no Parlamento britânico; na 2ª, recomendou saída de funcionários da embaixada em Kyev Formulário de cadastro Poder360 todos os dias no seu e-mail concordo com os termos da LGPD.

usr: 1
Isto é interessante!