Mundo Decreto não assinado de Trump ordenava ao Pentágono apreender máquinas de votação

06:46  22 janeiro  2022
06:46  22 janeiro  2022 Fonte:   afp.com

Maioria dos americanos teme o 'colapso' da democracia, indica pesquisa

  Maioria dos americanos teme o 'colapso' da democracia, indica pesquisa A maioria dos americanos considera que a instabilidade política é a maior ameaça aos Estados Unidos, onde a democracia poderia entrar em "colapso", de acordo com uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (12) que confirma a divisão do país um ano após o ataque ao Capitólio. Segundo uma pesquisa da Universidade de Quinnipiac, 76% dos entrevistados acreditam que a instabilidade política é a ameaça mais grave ao país, em comparação com 19% que citam países estrangeiros hostis aos EUA.Os mais preocupados são ativistas e simpatizantes democratas (83%, contra 66% dos republicanos) e indivíduos entre 18 e 34 anos (80%).

Um mês após a derrota presidencial de Donald Trump em 2020, um projeto de decreto da Casa Branca, que não chegou a ser assinado, ordenava que o Pentágono apreendesse as máquinas de votação em todo os Estados Unidos, de acordo com documentos revelados nesta sexta-feira (21).

Um ano depois de deixar oficialmente o poder, Trump afirma que a eleição de 2020 foi 'roubada' © Robyn Beck Um ano depois de deixar oficialmente o poder, Trump afirma que a eleição de 2020 foi 'roubada'

O texto, publicado pelo Arquivo Nacional e obtido pelo jornal Politico, destaca as medidas que Trump pode ter se disposto a tomar para se agarrar ao poder após a vitória de Joe Biden.

Com data de 16 de dezembro de 2020, o decreto também previa a nomeação de um advogado especial para apresentar denúncias por qualquer denúncia de fraude derivada das apreensões.

Decreto de Bolsonaro libera destruir caverna para construir empreendimento

  Decreto de Bolsonaro libera destruir caverna para construir empreendimento BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) assinou nesta quinta-feira (13) um decreto que autoriza a destruição de qualquer tipo de caverna para a construção de empreendimentos considerados de utilidade pública. A medida mantém as classificações de relevância das cavidades naturais em máxima, alta, média e baixa, mas revoga uma regra de 1990 que proibia que as cavernas com grau de relevância máximo sofressem impactos negativos irreversíveis. De acordo com o novo texto, elas poderão ser modificadas desde que haja autorização dos órgãos ambientais competentes e compensações ambientais por parte dos empreendedores.

“Com efeito imediato, o secretário de Defesa apreenderá, coletará, reterá e analisará todas as máquinas, equipamentos, informações armazenadas eletronicamente e registros materiais”, diz o rascunho de três páginas.

Para justificar esse projeto, o documento lista uma série de teorias da conspiração - repetidamente desmentidas - sobre as máquinas eleitorais teriam sido hackeadas. Não se sabe quem escreveu o texto.

Trata-se de um dos mais de 750 documentos entregues ao comitê especial da Câmara dos Representantes que investiga o ataque ao Capitólio de 6 de janeiro de 2021, depois que a Suprema Corte rejeitou o recurso do ex-presidente para bloquear sua divulgação.

A comissão, formada principalmente por legisladores democratas, busca estabelecer a responsabilidade de Trump e seus aliados no ataque à sede do Congresso, na tentativa de impedir a certificação da vitória de Biden.

John Textor vibra com festa do Botafogo: 'Estou cada dia mais apaixonado pela torcida'

  John Textor vibra com festa do Botafogo: 'Estou cada dia mais apaixonado pela torcida' No Twitter, novo comprador do Botafogo vibrou com festa dos torcedores na sede de General Severiano após aprovação dos torcedores pela compra da SAF+ Sinalizadores, entrada no salão nobre e canto do alívio: a festa da torcida do Botafogo pela venda da SAF

Entre os alvos dos investigadores está o advogado Sidney Powell, que declarou a repórteres que a eleição havia sido objeto de "dinheiro comunista por meio da Venezuela, Cuba e provavelmente China".

Powell e o ex-prefeito de Nova York Rudy Giuliani tentaram sem sucesso fazer com que os tribunais rejeitassem os resultados das eleições nos estados chave, nas semanas após a derrota do magnata republicano.

O ex-presidente e seus aliados passaram meses insistindo em falsas alegações de fraude generalizada, apesar de membros de seu próprio governo dizerem que foi a votação mais segura da história dos EUA. As acusações também foram rechaçadas pelo procurador-geral indicado por Trump, Bill Barr.

Um ano depois de deixar oficialmente o poder, Trump afirma que a eleição de 2020 foi "roubada" dele. Segundo pesquisas de opinião, mais da metade dos eleitores republicanos concordam com ele.

ft-cjc/ad/gm/ic

Segunda votação para presidente da Itália termina sem vencedor .
(ANSA) - Terminou sem vencedor a segunda votação no Parlamento da Itália para eleger o próximo presidente da República, realizada nesta terça-feira (25). Assim como no primeiro escrutínio, os principais partidos orientaram suas bancadas a votar em branco enquanto ainda negociam para chegar a um nome de consenso, e nenhum candidato atingiu a maioria qualificada de dois terços (673 votos de um total de 1.009). Na última segunda-feira (24), o colégio eleitoral tinha 1.008 integrantes, já que a Câmara ainda não havia empossado Rossella Sessa como substituta do deputado Vincenzo Fasano, falecido no fim de semana.

usr: 2
Isto é interessante!