Mundo EUA ordenam saída de funcionários não-essenciais de Kiev

03:46  24 janeiro  2022
03:46  24 janeiro  2022 Fonte:   poder360.com.br

Canadá pede que população limite viagens à Ucrânia por risco de "ofensiva russa"

  Canadá pede que população limite viagens à Ucrânia por risco de Canadá pede que população limite viagens à Ucrânia por risco de "ofensiva russa"(Reuters) - O governo canadense está pedindo a seus cidadãos que evitem viagens não-essenciais à Ucrânia, após emitir comunicado citando "ofensiva russa".

O Departamento de Estado dos EUA ordenou a saída de funcionários não-essenciais e suas famílias da embaixada em Kiev, capital da Ucrânia, a partir desta semana. O anúncio, feito na noite deste domingo (23.jan.2022), também orienta que norte-americanos não viajem ao país. Eis a íntegra (97 KB, em inglês).

Formulário de cadastro
Poder360 todos os dias no seu e-mail
concordo com os termos da LGPD.

“Há relatos de que a Rússia está planejando uma ação militar significativa contra a Ucrânia”, diz o comunicado. “As condições de segurança, particularmente ao longo das fronteiras da Ucrânia, na Crimeia ocupada pela Rússia e no leste da Ucrânia controlado pela Rússia, são imprevisíveis e podem se deteriorar com pouco aviso”.

Nos EUA, políticos têm prazo para divulgar operações na Bolsa

  Nos EUA, políticos têm prazo para divulgar operações na Bolsa ‘Business Insider’ revela que mais de 50 congressistas americanos violaram lei de conflito de interessesO site Business Insider e outros veículos da mídia norte-americana revelaram, no entanto, que mais de 50 congressistas do país violaram a lei ao não tornar públicas transações ou demorar até mais de 1 ano para fazê-lo.

A ordem aos funcionários dos EUA demonstra os temores por uma invasão militar da Rússia na Ucrânia. Há relatos de que Moscou realiza exercícios militares na fronteira com a Ucrânia há meses. Já teria mais de 100.000 soldados instalados na região.

No sábado (22.jan), os EUA anunciaram que o 1º carregamento de ajuda militar prometida pelo presidente Joe Biden para a Ucrânia por causa do impasse com a Rússia chegou a Kiev. Entre os equipamentos estão munições para os soldados na fronteira da Ucrânia com a Rússia.

A medida é resposta à reivindicação da Rússia, que insiste em ocupar regiões ao leste da Ucrânia. Moscou anexou a península da Crimeia arbitrariamente em 2014. Desde então, mais de 14.000 pessoas morreram em conflitos na região.

EUA oferecem “vias diplomáticas” para Rússia sobre crise na Ucrânia .
Washington rejeita exigência russa de impedir adesão ucraniana à Otan, mas mantem abertura ao diálogo. Conversações entre Kiev e Moscou, mediadas por Alemanha e França, têm início difícil, mas trazem sinais positivos. © BRENDAN SMIALOWSKI/POOL/AFP/Getty Images Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, conversa com repórteres sobre resposta americana a Moscou Os Estados Unidos enviaram uma resposta por escrito às exigências de segurança feitas pela Rússia visando uma possível solução para a crise na Ucrânia.

usr: 3
Isto é interessante!