Mundo Ativistas feministas afegãs criticam presença de talibãs em reunião na Noruega

20:39  24 janeiro  2022
20:39  24 janeiro  2022 Fonte:   afp.com

Entenda a relação entre Martin Luther King, ícone dos direitos civis, e o jazz

  Entenda a relação entre Martin Luther King, ícone dos direitos civis, e o jazz Que misto de sentimentos é esse? Triste pelo Toni, alivio pele prisão da Barbara, e muito feliz pelo Duarte e a Nazaré!

Entre tristeza, decepção e perplexidade, ativistas dos direitos das mulheres no Afeganistão criticaram abertamente nesta segunda-feira (24) as negociações entre talibãs e as potências ocidentais na Noruega, primeiro país europeu a receber os fundamentalistas.

Mulheres protestam em Cabul para exigir o fim das execuções extrajudiciais do Talibã © Mohd RASFAN Mulheres protestam em Cabul para exigir o fim das execuções extrajudiciais do Talibã

A delegação afegã, liderada pelo ministro das Relações Exteriores Amir Khan Muttaqi, reuniu-se nesta segunda-feira com representantes dos Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Alemanha, Itália, União Europeia e Noruega.

As negociações se concentram na ajuda humanitária, com mais da metade dos afegãos ameaçados pela fome desde que a ajuda internacional foi cortada depois que o Talibã chegou ao poder em agosto.

Fabrizio Romano nomeia os 4 clubes que estão brigando por Haaland

  Fabrizio Romano nomeia os 4 clubes que estão brigando por Haaland O jornalista Fabrizo Romano revelou os quatro clubes que estão disputando a contratação do atacante Haaland para a próxima temporada. Com uma multa de 75 milhões de euros, o nome do jovem jogador certamente será um dos mais falados na próxima janela do futebol europeu. Com o Borussia Dortmund, Haaland tem contrato até o ano de 2024, mas o jogador já admite estar com os dias contados no clube da Bundesliga. A pressão interna de seu agente é o fato que faz Haaland procurar por um novo clube. A ideia de seu agente, Raiola, é colocá-lo em uma potência na próxima temporada. Dos 4 clubes, o mais interessado é o Barcelona.

Mas para as ativistas feministas, que há meses se manifestam em defesa de seus direitos e denunciam a crescente repressão dos talibãs, essas negociações têm um gosto amargo.

"Me entristece que um país como a Noruega organize esta cúpula e faça acordos com terroristas na mesa" das negociações, disse à AFP Wahida Amiri, ativista feminista que se manifesta em Cabul desde agosto.

"O mundo deveria ter vergonha de aceitar isso e abrir suas portas para os talibãs", acrescentou.

Para não correr perigo nas ruas, muitas mulheres protestaram contra este encontro de suas casas em Cabul, Bamiyan (centro) ou Mazar-i-Sharif (norte), segundo imagens nas redes sociais.

"A Noruega convidou criminosos e terroristas que não respeitam os direitos das mulheres ou os direitos humanos", disse uma manifestante de Bamiyan à AFP, pedindo para não ser identificada.

Brasil cai para a décima posição em ranking de preferência de investimentos de CEOs

  Brasil cai para a décima posição em ranking de preferência de investimentos de CEOs País chegou a ocupar a terceira posição em 2013, mas vem em queda livre desde então, segundo pesquisa anual feita pela consultoria PwCO Brasil despencou de importância na agenda das grandes empresas nos últimos dez anos. Se em 2013 o País ocupava a terceira posição entre os maiores mercados estratégicos para os CEOs globais, agora ele caiu para a décima posição neste ano, com apenas 5% dos entrevistados colocando-o como um dos seus mercados com maior potencial. No ano passado, o Brasil ocupava a oitava posição, mas foi ultrapassado por Canadá e Austrália em 2022.

Os talibãs alegam que são mais moderados do que no seu regime anterior, entre 1996 e 2001, mas a realidade é que muitas mulheres são excluídas do emprego público, muitas escolas para moças estão fechadas e em viagens longas as mulheres têm de ir acompanhadas por um homem de sua família.

- "O que faz a comunidade internacional?" -

Na semana passada, duas ativistas feministas, Taman Zaryabi Paryani e Parwana Ibrahimkhel, foram sequestradas de sua casa em Cabul após participarem de uma manifestação, segundo várias colegas.

Os talibãs negaram qualquer envolvimento. Convidada a Oslo pelo governo norueguês, a poetisa Hoda Khamosh pediu a Muttaqi que "exija a Cabul a libertação imediata" das ativistas.

"Por que os talibãs que estão nos aprisionando em Cabul estão sentado à mesa de negociações conosco em Oslo? O que a comunidade internacional está fazendo diante dessa tortura e repressão?", gritou. Segundo ela, aqueles que "ficam calados ou toleram o Talibã" são "parcialmente responsáveis por esses crimes".

Nenhum estado ainda reconheceu o governo talibã e a Noruega insistiu que essas negociações "não são uma legitimação nem um reconhecimento" dos novos líderes afegãos.

Para alguns observadores afegãos, essas negociações são, no entanto, necessárias.

O presidente exilado da Comissão Independente de Direitos Humanos do Afeganistão (AIHRC), Shaharzad Akbar, descreveu as discussões como um "passo importante", sobretudo porque permitiram um encontro direto entre os talibãs e figuras proeminentes da sociedade civil afegã.

Outra militante presente em Oslo, Mahbuba Seraj, disse ter "esperança" após essas reuniões e garantiu que o talibãs "nos reconheceram e nos ouviram".

ecl-rh/rfo-cyb/blb/es/mb/jc/mvv

Bolsonaro baixa MP que autoriza Brasil a retaliar países da OMC e põe Índia e Indonésia na mira .
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) editou uma MP (medida provisória) que autoriza o Brasil a suspender concessões e retaliar membros da OMC (Organização Mundial do Comércio) por descumprimento de acordos. A MP foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta quinta-feira (27). O Brasil ganha munição para retaliar dois parceiros comerciais com os quais tem contenciosos abertos na OMC —a Índia, por disputas no comércio de açúcar, e a Indonésia, na importação de frango. Apesar disso, interlocutores afirmam que as retaliações só serão avaliadas após a recusa desses parceiros em buscar uma solução negociada para as disputas.

usr: 1
Isto é interessante!