Mundo Tribunal prorroga processo sobre Brumadinho na Alemanha

10:04  26 janeiro  2022
10:04  26 janeiro  2022 Fonte:   poder360.com.br

Aquecimento global obriga Brasil a se preparar melhor para prevenir desastres

  Aquecimento global obriga Brasil a se preparar melhor para prevenir desastres Especialistas apontam que há dados que permitem se antecipar a acidentes, mas informações são pouco usadas pelos gestoresQuer se manter informado, ter acesso a mais de 60 colunistas e reportagens exclusivas?Assine o Estadão aqui!

Um processo civil num tribunal na Alemanha contra a empresa alemã de inspeções e certificação TÜV Süd pelo rompimento da barragem de Brumadinho deve ser ampliado em milhões de euros em pedidos de indenização. Com isso, a duração do julgamento deve ser prorrogada.

A tragédia, ocorrida em Minas Gerais há 3 anos, em 25 janeiro de 2019, deixou 270 mortos.

O tribunal em Munique, sul da Alemanha, cancelou na 3ª feira (25.jan.2022) a data prevista para uma 1ª decisão, que deveria ser anunciada no dia 1º de fevereiro, e determinou a retomada da fase de audiências. O adiamento foi anunciado depois de ampliar a ação movida por 7 moradores do município de Brumadinho para a inclusão de mais 1.163 afetados.

Milhares de alemães protestam contra regras anticovid

  Milhares de alemães protestam contra regras anticovid Por outro lado, outros milhares de pessoas, embora em menor número, foram às ruas se manifestar contra negacionistas da pandemia e a favor das vacinas. Alemanha registrou neste domingo recorde de incidência de covid-19. © Paul Zinken/dpa/picture alliance Protestos ocorrem em meio à maior incidência de covid-19 na Alemanha desde o começo da pandemia Milhares de pessoas na Alemanha protestaram neste sábado (15/01) contra as medidas anticovid impostas pelo governo. Outros milhares se reuniram para se manifestar contra os negacionistas da pandemia.

A ação civil representava apenas 6 familiares de uma das vítimas da tragédia e o município de Brumadinho. Agora, o processo incluirá um total de 1.170 afetados pelo rompimento da barragem, que pedem indenização à TÜV Süd.

Segundo o advogado Jan Eric Spangenberg, envolvido na prorrogação do processo, as vítimas, incluindo sobreviventes e parentes dos mortos na tragédia, reivindicam € 440 milhões (cerca de R$ 2,7 bilhões no câmbio de hoje) em indenizações.

Formulário de cadastro
Poder360 todos os dias no seu e-mail
concordo com os termos da LGPD.

EMPRESA EMITIU CERTIFICADOS

A subsidiária da TÜV Süd no Brasil era a empresa contratada pela Vale para avaliar e certificar a segurança da barragem de Brumadinho, entre outras. Em junho e setembro de 2018, poucos meses antes da tragédia, a empresa emitiu certificados atestando que a barragem de Brumadinho era estável.

Assembleia Geral da ONU aprova resolução que condena negar o Holocausto

  Assembleia Geral da ONU aprova resolução que condena negar o Holocausto Texto diz que minimizar vítimas ou culpar outras nações que não a Alemanha pelo extermínio também são formas de negação. ONU insta empresas de mídia social a "tomarem medidas ativas" para combater o antissemitismo. © Artur Widak/NurPhoto/picture alliance Negar o Holocausto também significa distorcer fatos históricos A Assembleia Geral da ONU adotou nesta quinta-feira (20/01), em reunião em Nova York, uma resolução que condena qualquer negação do Holocausto. A proposta foi feita por dois embaixadores, uma alemã e um israelense.

Após o rompimento da estrutura, que provocou o maior acidente industrial da história do Brasil em número de vidas perdidas, investigações conduzidas por diversos órgãos reuniram indícios de que funcionários da TÜV Süd teriam conhecimento de problemas graves na barragem, mas atestaram a sua segurança apesar disso.

Documentos levantados pela Polícia Federal, pelo Ministério Público brasileiro e por uma CPI (comissão parlamentar de inquérito) apontaram que funcionários da TÜV Süd estavam cientes do baixo nível de segurança da barragem, mas sofriam pressão da Vale para emitir a certificação.

A TÜV Süd afirma que os atestados de estabilidade da barragem foram emitidos em conformidade com as normas brasileiras vigentes à época e que seus funcionários recomendaram à Vale melhorias de segurança. A empresa alemã diz não ter responsabilidade legal pela tragédia.

Turista é detida e multada após fazer saudação nazista em campo de concentração

  Turista é detida e multada após fazer saudação nazista em campo de concentração A mulher holandesa de 29 anos disse que fez uma brincadeira de mau gosto em Auschwitz-Birkenau, na Polônia, onde o regime comandado por Hitler matou 1,1 milhão de pessoas.A mulher de 29 anos fez o gesto em frente ao portão com os dizeres Arbeit Macht Frei (O Trabalho Liberta).

Além dessa ação civil, há pelo menos duas outras frentes jurídicas na Alemanha buscando a responsabilização da TÜV Süd pelo rompimento da barragem em Brumadinho. Uma outra ação civil representa 183 familiares de vítimas. Foi apresentada pelo advogado brasileiro Maximiliano Garcez em conjunto com os advogados alemães Ruediger Helm e Ulrich von Jeinsen. Além disso, um inquérito criminal conduzido pelo Ministério Público de Munique investiga se a TÜV Süd e 2 funcionários alemães da empresa cometeram corrupção, negligência e homicídio culposo. md/lf (EPD, DPA)

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

Facebook | Twitter | YouTube| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Venezuela: órgão eleitoral declara 'improcedente' pedido de referendo para destituir Maduro .
A autoridade eleitoral da Venezuela, controlada pelo chavismo, declarou nesta quinta-feira (27) "improcedente" a solicitação de um referendo para revogar o mandato do presidente Nicolás Maduro, uma decisão que era previsível depois que a oposição abandonou o processo por considerar que as condições impostas eram inviáveis. Tania D'Amelio, integrante do Conselho Nacional Eleitoral, informou que "foram recebidas 42.421 manifestações de vontade", oTania D'Amelio, integrante do Conselho Nacional Eleitoral, informou que "foram recebidas 42.421 manifestações de vontade", o que equivale a "1,01% do censo eleitoral".

usr: 1
Isto é interessante!