Mundo Somália: PM dá ordem de expulsão a diplomata moçambicano enviado da UA

14:47  07 abril  2022
14:47  07 abril  2022 Fonte:   dw.com

Presidente da Somália suspende premiê e aprofunda crise política

  Presidente da Somália suspende premiê e aprofunda crise política Políticos não entram em consenso sobre novas eleições    O caso ocorre um dia depois dos dois trocarem farpas sobre a marcação das eleições nacionais, mas a justificativa oficial diz que Roble está envolvido com "corrupção".

O primeiro-ministro somali ordenou a expulsão do enviado da União Africana em Mogadíscio. O diplomata moçambicano Francisco Madeira é acusado de "envolvimento em atos incompatíveis com o seu estatuto".

Mohamed Hussein Roble, primeiro-ministro da Somália © Somalian Presidency/AA/picture alliance Mohamed Hussein Roble, primeiro-ministro da Somália

O gabinete do primeiro-ministro da Somália, Mohamed Hussein Roble, anunciou ter declarado o diplomata moçambicano Francisco Madeira persona non grata "por se envolver em atos incompatíveis com o seu estatuto de representante da Comissão da União Africana" e ordenou-lhe que deixasse a Somália no prazo de 48 horas.

China se opõe aos EUA em isenções humanitárias a sanções sobre Afeganistão

  China se opõe aos EUA em isenções humanitárias a sanções sobre Afeganistão China se opõe aos EUA em isenções humanitárias a sanções sobre Afeganistão“Eles querem suprimir” um parágrafo que permite ao comitê de sanções prever “isenções ao embargo de bens” se for julgado que “a mesma é necessária para facilitar uma ajuda maior” àquele país, indicou à AFP um diplomata, que não quis ser identificado. A China, que “se opõe por princípio às sanções, é contra um mecanismo de isenções caso a caso”, confirmou outro diplomata.

A declaração publicada no Twitter esta quinta-feira (07.04) não avançou as razões da decisão do primeiro-ministro.

O diplomata de Moçambique atua desde 2015 como representante especial do chefe da Comissão da União Africana (UA) na Somália.

Presidência não concorda com decisão do Governo

No entanto, a Presidência da República da Somália descreveu a decisão do chefe do Governo como ilegal.

Covid-19: CIP exige informação sobre uso de fundos de parceiros em Moçambique

  Covid-19: CIP exige informação sobre uso de fundos de parceiros em Moçambique O Centro de Integridade Pública pede ao Governo um balanço do uso dos fundos dos parceiros internacionais para enfrentar a pandemia em Moçambique. Destino de quase 300 milhões de dólares ainda estará por explicar. © Romeu da Silva/DW Foto de arquivo: Início da vacinação contra a Covid-19 em Maputo. A organização não-governamental (ONG) moçambicana Centro de Integridade Pública exigiu esta terça-feira (05.04) que o Governo elabore e publique um relatório de balanço sobre o uso dos fundos alocados por parceiros para fazer face à Covid-19 em Moçambique.

A Presidência disse no Twitter que "não recebeu queixas de interferência com a sua soberania e não apoia qualquer ação ilegal contra o embaixador Francisco Madeira".

O gabinete do Presidente Mohamed Abdullahi Mohamed, mais conhecido como Farmajo, também disse ter instruído o Ministério dos Negócios Estrangeiros a pedir desculpa à UA pela "decisão ilegítima e imprudente de um gabinete não autorizado" para o efeito.

Crise na Somália

Na semana passada, o Conselho de Segurança da ONU votou unanimemente a favor de uma nova força de manutenção da paz para a Somália, onde os insurgentes do Al-Shabaab têm tentado derrubar o Governo há mais de uma década.

Só bilionário! Os homens mais ricos do mundo

  Só bilionário! Os homens mais ricos do mundo Só bilionário! Os homens mais ricos do mundo

A Missão de Transição da União Africana na Somália (ATMIS) substitui a Missão da União Africana na Somália (AMISOM), que foi criada pelo Conselho de Segurança em 2007.

A missão expulsou combatentes do Al-Shabaab de Mogadíscio em 2011, criando estabilidade suficiente para que o Governo e as agências federais tomassem forma, e duas voltas eleitorais foram realizadas.

Mas uma amarga luta pelo poder entre Farmajo e Roble tem impedido os esforços para realizar eleições há muito adiadas após a expiração do mandato do Presidente em fevereiro de 2021.

por:content_author: tms, com agências

Após goleada por 8 a 1 do Palmeiras, Marcos alfineta críticos: 'Não vou dar moral a esse time retranqueiro' .
Depois da goleada histórica do Palmeiras na Libertadores, o ídolo alviverde ironizou o fato em suas redes sociaisO placar de 8 a 1 sobre o Independiente Petrolero, nesta terça-feira, animou São Marcos, que como de costume, usou as redes sociais para exaltar a boa fase que vive a equipe de Abel Ferreira.

usr: 1
Isto é interessante!