Mundo Presidente eleito sul-coreano recua e desiste de acabar com ministério da Igualdade de Gênero

14:52  07 abril  2022
14:52  07 abril  2022 Fonte:   msn.com

Auckland City desiste de participar do Mundial de Clubes e clube do Taiti é convidado para o torneio

  Auckland City desiste de participar do Mundial de Clubes e clube do Taiti é convidado para o torneio AS Pirae irá ocupar o lugar da equipe da Nova Zelândia e representará a Oceania na competição da Fifa. Clube encara o Al Jazira, representante dos Emirados Árabes , no próximo dia 3 de fevereiro. O vencedor do confronto irá encarar o Al Hilal, atual campeão da Champions League da Ásia.

A equipe do presidente eleito da Coreia do Sul, Yoon Suk-yeol, desistiu da promessa de campanha de acabar com o ministério da Igualdade de Gênero, uma iniciativa muito criticada por grupos feministas.

O presidente eleito da Coreia do Suk, Yoon Suk-yeol, durante ato de campanha em Seul, em 8 de março de 2022 © Jung Yeon-je O presidente eleito da Coreia do Suk, Yoon Suk-yeol, durante ato de campanha em Seul, em 8 de março de 2022

Durante a campanha para a eleição de 9 de março, Yoon defendeu o fim do ministério e afirmou que as mulheres sul-coreanas "não sofrem uma discriminação sistemática de gênero", apesar das evidências da desigualdade em termos de salários, participação no mercado de trabalho ou representação na elite empresarial e política do país.

Livro infantil consolida estereótipos de gênero nas mentes dos jovens

  Livro infantil consolida estereótipos de gênero nas mentes dos jovens Obras comumente apresentam, por exemplo, meninas como boas em leitura e meninos como bons em matemática“Alguns dos estereótipos que foram estudados na literatura de psicologia social estão presentes nesses livros, como meninas sendo boas em leitura e meninos sendo bons em matemática”, disse Molly Lewis, professora especial dos departamentos de Ciências Sociais e de Decisão e de Psicologia do Colégio Dietrich de Humanidades e Ciências Sociais da Universidade Carnegie Mellon e principal autora do estudo.

Nesta quinta-feira, no entanto, a equipe de transição de governo anunciou que vai manter a pasta no momento.

"Decidimos que a composição do gabinete será baseada no atual sistema de governo", declarou à imprensa Ahn Cheol-soo, que coordena a equipe.

A equipe de transição anunciará o titular da pasta da Igualdade de Gênero, assim como os demais membros do governo, explicou Ahn.

Outro funcionário da equipe de transição, Choo Kyung-ho, afirmou que a promessa "ainda é válida", mas que foi adiada por "divergências de opiniões" sobre como reorganizar o governo.

Analistas advertiram que acabar com o ministério seria difícil porque exige a revisão da legislação no Parlamento, atualmente controlado pelos liberais.

Após a eleição, vencida por uma pequena margem, Yoon prometeu que cumpriria sua promessa e que, se isto não acontecesse, teria "mentido" a seus seguidores.

A opinião de Yoon mobilizou o eleitorado feminino contra o presidente eleito. Mais de 10.000 jovens sul-coreanas entraram para o esquerdista Partido Democrático, que deixará o poder em maio.

Linda Hasunuma, cientista política Universidade Temple, afirmou à AFP que o presidente eleito "ainda pode incitar sua base e frear a agenda de igualdade de gênero, além de estimular as divisões, medos e a desinformação sobre a igualdade das mulheres".

cdl/ceb/oho/dbh/es/fp

Presidente eleito sul-coreano recua e desiste de acabar com ministério da Igualdade de Gênero .
A equipe do presidente eleito da Coreia do Sul, Yoon Suk-yeol, desistiu da promessa de campanha de acabar com o ministério da Igualdade de Gênero, uma iniciativa muito criticada por grupos feministas. Durante a campanha para a eleição de 9 de março, Yoon defendeu o fim do ministério e afirmou que as mulheres sul-coreanas "não sofrem uma discriminação sistemática de gênero", apesar das evidências da desigualdade em termos de salários, participação no mercado de trabalho ou representação na elite empresarial e política do país.Nesta quinta-feira, no entanto, a equipe de transição de governo anunciou que vai manter a pasta no momento.

usr: 0
Isto é interessante!