Mundo EUA estão prontos a agir se Rússia invadir Ucrânia, diz Blinken

15:26  07 abril  2022
15:26  07 abril  2022 Fonte:   ansabrasil.com.br

Zelenski diz que está pronto para discutir neutralidade da Ucrânia

  Zelenski diz que está pronto para discutir neutralidade da Ucrânia Presidente afirma que tropas russas precisam deixar território ucraniano antes de assinatura de qualquer documento. Decisão também teria que passar por referendo. © Ukrainian Presidential Press Office/AP/dpa/picture alliance Zelenski em entrevista a jornalistas russos A Ucrânia está preparada para discutir a adoção de um status de "neutralidade" como parte de um acordo de paz com a Rússia, disse o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, neste domingo (27/03), acrescentando que tal decisão teria que ser submetida a um referendo do povo ucraniano.

Blinken durante cúpula ministerial da Otan em Riga, na Letônia © Ansa Brasil Blinken durante cúpula ministerial da Otan em Riga, na Letônia

(ANSA) - O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, afirmou nesta quarta-feira (1º) que o país está pronto para agir se a Rússia invadir a Ucrânia.

A declaração foi dada após uma reunião ministerial da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em Riga, na Letônia, país que também faz fronteira com o território russo.

"Se a Rússia invadir a Ucrânia, estaremos prontos a agir", garantiu Blinken, acrescentando que os EUA e a Otan darão preferência para a via diplomática.

O secretário de Estado também se disse "muito preocupado" com os planos de Moscou para a Ucrânia. "Não sabemos se Putin tomou a decisão de invadir, mas nós devemos estar preparados para tudo", ressaltou.

Relembre a trajetória da carreira de Lima Duarte!

  Relembre a trajetória da carreira de Lima Duarte! Relembre a trajetória da carreira de Lima Duarte!

Por sua vez, a Rússia denunciou tentativas de "considerar a Rússia como participante" do conflito no leste ucraniano. "Mas não é assim. A guerra em Donbass só pode ser interrompida por negociações entre ucranianos e ucranianos", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

Recentemente, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, denunciou os preparativos de um suposto golpe de Estado para 1º de dezembro, ação que teria o envolvimento de pessoas na Rússia.

O conflito na Bacia do Don se desenrola desde 2014, quando Donetsk e Lugansk, regiões de maioria étnica russa, se autoproclamaram repúblicas independentes na esteira da deposição do presidente Viktor Yanukovich. A Ucrânia acusa Moscou de apoiar os rebeldes militarmente, mas o Kremlin nega. (ANSA)

Guerra na Ucrânia: o que número de militares russos mortos nos diz sobre invasão .
Todos os dias, a Rússia enterra soldados mortos na Ucrânia. A BBC estima que 20% dos mortos contabilizados pelas regiões russas são oficiais; entenda.A última vez que o Ministério da Defesa russo informou sobre perdas foi em 25 de março - segundo eles, 1.351 militares tinham morrido. Já as Forças Armadas da Ucrânia dão um número muito maior para a estimativa de russos mortos: 18.300 pessoas.

usr: 1
Isto é interessante!