Mundo Líder antivax na Itália se rende às vacinas após internação

15:31  07 abril  2022
15:31  07 abril  2022 Fonte:   ansabrasil.com.br

Comunidade antivax critica Trump por comentários a favor da vacinação contra Covid-19

  Comunidade antivax critica Trump por comentários a favor da vacinação contra Covid-19 Comunidade antivax critica Trump por comentários a favor da vacinação contra Covid-19(Reuters) - Os comentários recentes do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump descrevendo as vacinas da Covid-19 como seguras e uma grande conquista de seu governo têm irritado membros radicais da comunidade antivax, o que inclui muitos de seus mais ferrenhos apoiadores.

(ANSA) - Um integrante do movimento antivacina no norte da Itália se converteu à ciência após ter parado na terapia semi-intensiva por causa da Covid-19.

Lorenzo Damiano era um dos líderes dos negacionistas em Treviso, província da região do Vêneto, um bastião da ultradireita italiana, e havia participado de manifestações contra as vacinas anti-Covid, mas acabou contraindo a doença durante uma viagem a Medjugorje, na Bósnia-Herzegovina.

O vírus o fez passar uma semana internado na unidade de terapia semi-intensiva do hospital de Vittorio Veneto, algo que acabou mudando sua ideia sobre os imunizantes. "Depois desse período, tenho agora outra visão do mundo e vou me vacinar", disse Damiano a jornais vênetos.

Anvisa tenta manter vacinas mesmo com fim de emergência da covid

  Anvisa tenta manter vacinas mesmo com fim de emergência da covid Barra Torres disse ao Poder360 que a agência busca manter o uso de imunizantes com autorização emergencial, como CoronaVac e JassenO Ministério da Saúde pretende mudar o status em breve. Isso derrubaria autorizações emergenciais de vacinas e remédios contra a covid-19, como a CoronaVac e Janssen. É isso que a Anvisa tenta evitar.

O ex-antivax tem 56 anos e chegou a fundar o movimento "Nuremberg 2", que propõe processar os responsáveis pelo "grande esquema de um vírus criado de propósito" - o nome faz referência ao Tribunal de Nuremberg, que julgou líderes nazistas após a Segunda Guerra Mundial.

Além disso, afirmava que "a vacina não vem de Deus". "Estarei pronto o quanto antes, quando Deus quiser, para fazer o mundo inteiro saber o quão importante é seguir a ciência coletivamente. Às vezes, é preciso passar por uma porta estreita para entender as coisas como elas são. Vacinem-se todos", acrescentou.

Mais de 84% do público-alvo já está completamente vacinado na Itália, porém mais de 6 milhões de pessoas não tomaram sequer a primeira dose, o que deixa espaço para o coronavírus continuar se disseminando.

A recente alta nos casos no país já fez o governo instituir um certificado sanitário para acesso a praticamente todas as atividades, incluindo locais de trabalho, e antecipar a terceira dose das vacinas para todos os adultos. (ANSA).

Anvisa diz que vacinas seguem eficazes contra internação e morte por Covid .
Anvisa diz que vacinas seguem eficazes contra internação e morte por CovidEm nota, o órgão regulador disse que está em contato com os desenvolvedores de vacinas, que têm a obrigação de avaliar o impacto de novas variantes na eficácia dos imunizantes, e lembrou que os estudos neste sentido levam tempo.

usr: 1
Isto é interessante!