Mundo O que você precisa saber sobre a Ômicron: gravidade, casos, vacinas

17:01  07 abril  2022
17:01  07 abril  2022 Fonte:   thedailydigest.info

Três doses de Coronavac não protegem contra ômicron, diz estudo

  Três doses de Coronavac não protegem contra ômicron, diz estudo Duas doses e uma dose de reforço da vacina contra Covid-19 fabricada pela chinesa Sinovac Biotech, uma das mais usadas no mundo, não produzem níveis suficientes de anticorpos neutralizantes para proteger contra a variante ômicron, segundo um estudo científico. Most Read from BloombergOmicron May Double Risk of Getting Infected on Planes, IATA SaysOmicron Has 80% Lower Risk of Hospitalization in South AfricaThree Sinovac Doses Fail to Protect Against Omicron in StudySingapore's Travelers Face Omicron ChaosOmicron Hospitalization Risk Is Far Below Delta’s in Two StudiesA pesquisa sugere que as pessoas que receberam a injeção da Sinovac,

(Bloomberg) -- Pode custar apenas US$ 50 bilhões para salvar a economia global.

Most Read from Bloomberg

  • China Cash Flowed Through Congo Bank to Former President’s Cronies
  • Reliving the New York Subway Map Debate
  • ‘Pension Poachers’ Are Targeting America’s Elderly Veterans

Essa é a quantidade necessária para vacinar o mundo, uma medida fundamental para acabar com a pandemia e enfrentar os desequilíbrios “que atormentam a recuperação”, de acordo com a economista-chefe da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Laurence Boone.

“Quando você pondera, US$ 10 trilhões para apoiar a economia que está passando pela pandemia em comparação com minúsculos US$ 50 bilhões para levar a vacina a toda a população mundial, isso parece completamente desproporcional”, disse à Bloomberg Television em entrevista nesta quarta-feira. O primeiro valor é a quantia gasta pelo G20 para mitigar o impacto econômico da Covid-19.

Europa se fecha contra ômicron

  Europa se fecha contra ômicron Com aumento dos casos e mortes por coronavírus no Velho Continente, países voltam a adotar restrições, com fechamento de lojas e lockdownSomente na terça-feira, o Reino Unido registrou 90 mil novos casos. Em uma semana, o total de infectados foi 63% maior do que na semana anterior. Segundo o governo, o registro de mortes diárias foi de 172, após 28 dias de um teste de COVID-19.

O surgimento da variante ômicron aumenta a incerteza que já pesa sobre as perspectivas econômicas globais e destaca as deficiências da vacinação, disse ela. Embora a organização sediada em Paris não aborde diretamente essa cepa em suas novas previsões, enfatizou os riscos contínuos da pandemia e solicitou que governos enfrentem as baixas taxas de imunização em algumas regiões, para não fomentar “criadouros para cepas mais mortais”.

Low-Income Countries Are Lagging Behind in Vaccinations © Bloomberg Low-Income Countries Are Lagging Behind in Vaccinations

Além de restrições de vírus mais rígidas, incluindo novos bloqueios em algumas partes, os membros da OCDE estão lutando contra a inflação crescente e os atrasos nas cadeias de abastecimento globais, que dificultam o acesso de componentes a fábricas.

Covid-19: Noruega endurece medidas para conter epidemia e avanço da ômicron

  Covid-19: Noruega endurece medidas para conter epidemia e avanço da ômicron De acordo com projeções do Instituto norueguês de saúde pública, sem adotar restrições, o país poderia registrar dentro de três semanas entre 90 mil e 300 mil novos casos diários de Covid e entre 50 e 200 hospitalizações cotidianas. "Agora é sério", declarou o primeiro-ministro Jonas Gahr Støre durante uma coletiva de imprensa convocada de última hora nesta segunda-feira (13). A onda epidêmica provocada pela variante Delta e o aparecimento da ômicron, que é provavelmente mais contagiosa, pode conduzir a uma "saturação total do sistema de saúde", declarou o premiê norueguês.

Most Read from Bloomberg Businessweek

  • The Meme Stock
  • Charlie Penner, the Investor Reshaping Exxon From the Inside
  • Medical Debt Is Crushing Black Americans, and Hospitals Aren’t Helping
  • Paige Bueckers, a College Athlete Who’s Cashing In
  • Karen Lynch, the Shot Caller at CVS

©2021 Bloomberg L.P.

A subvariante BA.2 pode reinfectar quem já pegou a ômicron? .
A subvariante ômicron BA.1 infectou muitos brasileiros até janeiro. Agora, a BA.2 tem causado preocupação por ser mais contagiosa. Será que quem contraiu a primeira versão da cepa ômicron pode se reinfectar com a BA.2? © Diego Vara/REUTERS Estudo diz que proporção de casos da BA.2 subiu de 3,8% para 27,2% em apenas três semanas nos diagnósticos positivos Após a subvariante da ômicron BA.1 ter sido responsável pelo surto de covid-19 que ocorreu entre dezembro e janeiro e ainda ser predominante no Brasil, a BA.

usr: 1
Isto é interessante!