Mundo Draghi lidera preferência dos italianos para Presidência

22:07  07 abril  2022
22:07  07 abril  2022 Fonte:   ansabrasil.com.br

Câmara da Itália dá aval definitivo a Lei Orçamentária

  Câmara da Itália dá aval definitivo a Lei Orçamentária Texto aumenta idade mínima de aposentadoria , com a abolição do sistema temporário chamado "cota 100", que permitia a retirada do mercado de trabalho quando o cidadão completava 62 anos de idade e 38 de contribuição. O novo regime se chama "cota 102", por meio do qual o trabalhador poderá se aposentar quando atingir 64 anos de idade e 38 de contribuição. A medida, contudo, só é válida para 2022, já que Draghi planeja retomar, a partir de 2023, a regra vigente até 2019, que estabelecia 67 anos como idade mínima para aposentadoria.

(ANSA) - Uma pesquisa de opinião divulgada nesta quarta-feira (1º) apontou que o primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, é o preferido do eleitorado para se tornar o próximo presidente do país.

O premiê e ex-mandatário do Banco Central Europeu (BCE) aparece com 23,4% da preferência, à frente do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi (20,6%) e do atual inquilino do Palácio do Quirinale, Sergio Mattarella (19,3%), que já disse que não quer ser reeleito.

Em seguida aparecem o deputado Pier Luigi Bersani (12%) e a senadora Emma Bonino (10,1%). Além disso, a pesquisa mostrou que a maioria dos italianos (59,8%) quer eleições diretas para presidente, enquanto apenas 28,3% preferem o sistema atual, com o chefe de Estado sendo escolhido pelo Parlamento.

Países do Ocidente reagem ao acordo entre Rússia e Ucrânia

  Países do Ocidente reagem ao acordo entre Rússia e Ucrânia Nações concordaram em reduzir os ataques; líderes ocidentais conversaram por telefone e demonstram cautelaO presidente dos EUA, Joe Biden, disse que vai esperar para ver se a Rússia irá cumprir com o prometido. “Vamos ver se eles seguem com o que sugeriram. Enquanto isso, continuaremos fortemente a manter sanções. Também vamos continuar a fornecer aos militares ucranianos capacidade para se defenderem e continuaremos atentos ao que está acontecendo”, disse Biden a jornalistas na Casa Branca.

A sondagem foi realizada pelo instituto IZI e ouviu 1.017 eleitores entre 19 e 21 de novembro.

Eleito em 2015, Mattarella termina seu mandato de sete anos no início de fevereiro, mas os partidos já se movimentam para definir seu sucessor, o que deve ocorrer em janeiro de 2022.

Os principais nomes em pauta hoje são os de Draghi, o que colocaria o país no caminho de eleições antecipadas, e Berlusconi, hipótese defendida sobretudo por partidos conservadores.

No entanto, é comum que grupos políticos escondam seus candidatos para evitar queimá-los antes da hora. Para se eleger chefe de Estado, o postulante precisa obter maioria qualificada de dois terços dos cerca de mil votos no Parlamento, mas, a partir da quarta tentativa, é necessária apenas maioria simples.

(ANSA).

Itália apoiará veto ao gás russo se servir para garantir a paz .
(ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, disse nesta quarta-feira (6) que o país apoiará um possível veto às importações de gás russo, se a medida pressionar Moscou a encerrar a invasão à Ucrânia, mas assegurou que o tema ainda não está na mesa de negociações. "As sanções ao gás russo não estão, e não sei se algum dia estarão, na mesa, mas quanto mais horrenda a guerra se torna, mais os países aliados se perguntam o que esta coalizão pode fazer para enfraquecer a Rússia e pará-la e permitir que Kiev se sente à mesa da paz", disse Draghi em uma entrevista coletiva para apresentar o documento sobre economia e finanças aprovado por unanimidade.

usr: 0
Isto é interessante!