Mundo Nova York quer se tornar um novo centro de tecnologia de alimentos

13:41  17 abril  2022
13:41  17 abril  2022 Fonte:   forbes.com.br

Mulheres na tecnologia: trabalho híbrido pode atrair mais talentos?

  Mulheres na tecnologia: trabalho híbrido pode atrair mais talentos? A inclusão de mulheres na tecnologia tem sido um problema há anos, mas com uma enorme demanda por talentos e muitas empresas adotando o modelo de trabalho híbrido, a maré pode estar prestes a mudar []As estatísticas em torno das mulheres na tecnologia geralmente pintam um quadro pessimista. Uma pesquisa da empresa de criação de talentos baseada em nuvem Revolent descobriu que menos de 5% dos CEOs das empresas de tecnologia da Fortune 500, lista com as maiores corporações dos Estados Unidos, são mulheres, uma queda de 14% entre 2016 e 2021.

Na quinta-feira, 28 de abril, o Cornell Tech Campus em Roosevelt Island, Nova York, será o anfitrião da Green Circle NY-Israel FoodTech Bridge Conference. O evento reúne grandes empresas e fornecedores de alimentos com investidores e cientistas da área, dando ênfase na inovação da indústria nos Estados Unidos e em Israel. Embora não seja amplamente conhecido entre a população em geral, o evento é um grande negócio. Basta perguntar ao prefeito de Nova York, Eric Adams.

A cidade de Nova York receberá um evento de startups que podem impulsionar o futuro da tecnologia de alimentos © Getty Images A cidade de Nova York receberá um evento de startups que podem impulsionar o futuro da tecnologia de alimentos

“Ao inventar e implementar novas tecnologias, podemos melhorar a saúde humana e também salvar nosso planeta”, diz ele à Forbes. “Disseram-me que os objetivos desta conferência são apoiar a colaboração transfronteiriça entre Nova York e Israel, e também apoiar a cidade de Nova York como um centro importante para a inovação em tecnologia de alimentos. Em nome da cidade de Nova York, não poderia estar mais alinhado com esses objetivos e desejo a todos muito sucesso em seus empreendimentos.”

Investigação sobre filho de Joe Biden coleta mais provas

  Investigação sobre filho de Joe Biden coleta mais provas Hunter Biden é suspeito de violar leis sobre negócios com governos estrangeiros, inclusive com a Burisma, empresa da UcrâniaDesde dezembro de 2020, Hunter é investigado pelo Departamento de Justiça de Delaware, nos EUA, que apura supostas irregularidades fiscais do filho de Biden.

LEIA TAMBÉM: Conheça o brasileiro que está dando lições sobre alimentos orgânicos nos EUA

Mas o que é tecnologia de alimentos, exatamente? Para saber mais sobre os detalhes e como isso está afetando nosso futuro, a Forbes conversou com o homem por trás da conferência deste mês, Stu Strumwasser, fundador e diretor administrativo da Green Circle Capital Partners. Seus insights são revelados na entrevista abaixo.

Forbes: O que é exatamente tecnologia de alimentos?

Stu Strumwasser: Tecnologia de alimentos é simplesmente o nome aplicado à florescente indústria de tecnologias que está revolucionando a maneira como fabricamos e/ou distribuímos alimentos. Comida é a maior indústria do mundo, mas é a menos indexada para tecnologia. Mas isso está começando a mudar. A maneira como fazemos comida é antiquada, com muitos processos inalterados em décadas ou até mais, e não funciona mais. O crescimento populacional está superando a oferta de alimentos e, se não mudarmos a maneira como produzimos os alimentos, haverá consequências devastadoras nos próximos anos. Ao longo dos últimos cinco anos, um ecossistema robusto de startups assumindo o desafio de reinventar as formas como produzimos e distribuímos alimentos está próximo de revolucionar a indústria. Fazer isso pode minimizar os impactos da pecuária industrial, melhorar a saúde humana e também ajudar a mitigar um dos maiores contribuintes para as mudanças climáticas.

Nova York inaugura arranha-céu mais magro do mundo; arquitetura bizarra assusta

  Nova York inaugura arranha-céu mais magro do mundo; arquitetura bizarra assusta O edifício mais “magro” do mundo e um dos mais altos do planeta foi recentemente construído em Nova York, e já está pronto para receber seus moradores. Localizado no número 111 do lado oeste da Rua 57, em Manhattan, na parte da ilha apelidada de “Rua dos Bilionários” – região reconhecida como a mais valorizada do mundo – o 111 West 57th é o terceiro prédio mais alto de Nova York: com cerca de 435 metros de altura, na cidade o prédio fica atrás somente do One World Trade Center e do Central Park Tower, e é o quarto mais alto dos EUA, também menor que o Willis Tower, em Chicago, que ocupa terceiro lugar da lista.

F: Você pode explicar a ideia básica da conferência e seus objetivos?


Video: Empresa desenvolve patinete capaz de alcançar 55 kmh (Dailymotion)

SS: A Conferência Green Circle NY-Israel FoodTech Bridge tem dois objetivos principais. Primeiro, estamos trabalhando para apoiar a colaboração internacional entre startups, cientistas, investidores e parceiros comerciais de tecnologia de alimentos israelenses e americanos. Em segundo lugar, o nosso objetivo é apoiar a cidade de Nova York – a maior cidade da Terra, principalmente se você vier do Brooklyn – a se tornar um importante centro de inovação em tecnologia de alimentos e desenvolvimento econômico relacionado.

F: Qual é o seu papel nisso tudo?

SS: Sou o fundador da Green Circle Capital Partner, que é uma empresa de investimentos boutique com uma divisão de consultoria que trabalha com marcas de produtos naturais e uma divisão de capital de risco que investe em tecnologia de alimentos. Minha empresa está produzindo o evento com alguns parceiros conhecidos e estimados.

Homem com máscara de gás atira em 10 pessoas no metrô de Nova York

  Homem com máscara de gás atira em 10 pessoas no metrô de Nova York Um homem usando uma máscara de gás abriu fogo e feriu 10 pessoas dentro de um trem lotado do metrô de Nova York, durante a hora do rush matinal desta terça-feira (12), após detonar uma bomba de fumaça. A polícia iniciou uma enorme operação de caça ao atirador, mas ressaltou que o incidente no Brooklyn não estava sendo investigado como um ato de terrorismo e que nenhum dos feridos corre risco de morte. A comissária do Departamento de Polícia de Nova York, Keechant Sewell, disse em uma coletiva de imprensa que o suposto atirador colocou a máscara de gás assim que o trem estava chegando à estação da rua 36.

F: Como tudo isso aconteceu?

SS: Em 2005, depois de 15 anos em Wall Street, parei de trabalhar para grandes empresas e lancei uma empresa de refrigerantes naturais chamada Snow Beverages, que dirigi como CEO por seis anos. Pouco depois, fundei a Green Circle Capital e comecei a aconselhar marcas de alimentos, bebidas e suplementos naturais. Há cerca de cinco anos, comecei a ler sobre novas tecnologias – principalmente a aplicação da fermentação – para criar novos alimentos, e isso se tornou uma obsessão. Israel tem a maior concentração de startups de tecnologia de alimentos. Então, em dezembro de 2018, fui lá e conheci cerca de quinze startups em dois dias. Conheci todas as empresas que faziam parte do acelerador The Kitchen Hub em Ashdod. Adorei, e agora The Kitchen é até um dos nossos parceiros na conferência.

Também conheci outra meia dúzia de empresas, uma atrás da outra, no bar do hotel. Saí com duas grandes impressões: primeiro, a ciência e os conceitos eram incríveis, cada um mais incrível que os anteriores. Em segundo lugar, muitos deles estavam falando sobre o lançamento de produtos alimentícios nos EUA, mas não pareciam realmente entender o que é preciso para comercializar um produto alimentício. Então, comecei a pensar que talvez pudéssemos ajudá-los. Talvez pudéssemos reunir um monte de startups israelenses de tecnologia de alimentos, com os advogados, profissionais de marketing e corretores, distribuidores e consultores de que eles precisam e que nós conhecemos. Pretendíamos fazer isso há dois anos, mas a pandemia adiou. Então, agora, estamos fazendo neste 28 de abril.

Homem deixa 17 feridos em tiroteio no metrô de Nova York

  Homem deixa 17 feridos em tiroteio no metrô de Nova York Um homem usando uma máscara de gás espalhou pânico nesta terça-feira no metrô de Nova York, ao abrir fogo contra os passageiros no horário do rush após detornar uma bomba de fumaça, deixando 17 feridos, 10 deles baleados. O Departamento dos Bombeiros informou que pessoas ficaram feridas enquanto passageiros em pânico tentavam sair do vagão, repleto de fumaça. O trem parou na plataforma pouco após os disparos.Keechant Sewell descreveu o suspeito, que agiu sozinho, como um "homem negro, de aproximadamente 1,65 m de altura e corpulento", vestindo um colete verde usado por operários de construção e um moletom cinza com capuz.

F: Quem mais está envolvido?

SS: Nossos parceiros são a Faculdade de Agricultura e Ciências da Vida da Universidade de Cornell. Sou graduado nessa instituição e temos um relacionamento sólido com várias pessoas da faculdade, que é uma das principais instituições acadêmicas de Ciência de Alimentos nos EUA, se não no mundo. A Cornell é uma grande parceira, e eles também estão realizando a conferência em seu campus Cornell Tech, em Nova York, na Ilha Roosevelt. Nossos parceiros de Israel são The Kitchen Hub, bem como a Technion University, que também é parceira de Cornell no Tech Campus.

Nossos patrocinadores incluem Hormel Foods e seu 199 Venture Group, bem como PepsiCo Ventures Group, Rich’s Foods e Covington, um escritório de advocacia líder global. Agora, temos mais de 50 startups comprometidas em participar, das quais cerca de 20 estão vindo de Israel. A conferência não é um centro de lucro, e estamos até pagando a uma dúzia de startups israelenses US$ 1.000 em bolsas para ajudar a custear a viagem para Nova York. Temos vários investidores líderes na área, bem como prestadores de serviços que podem realmente ajudar essas empresas a transformar ideias em receitas. Os palestrantes também são nomes relevantes dessa nova e empolgante indústria. Bruce Freidrich, fundador e CEO do Good Food Institute – o think tank que se tornou uma central de informações sobre proteínas alternativas – fará as observações de abertura, e os palestrantes são uma lista impressionante de especialistas. Peter Bodenheimer, que costumava administrar a Food-X – uma aceleradora de tecnologia de alimentos com sede em Nova York – se ofereceu para ser o anfitrião da conferência no dia 28. É uma coleção maravilhosa de pessoas brilhantes, todas trabalhando em prol de objetivos que, se alcançados, ajudarão a salvar o mundo. É uma coisa incrível de se fazer parte.

F: Por que realizar uma conferência para empresas israelenses de Food Tech em Nova York?

SS: Por que Nova York? Porque em qualquer outro lugar seria o segundo melhor. Olha, eu sou um nova-iorquino de longa data, então admito que sou tendencioso, mas Nova York é o centro econômico e criativo deste país, senão do mundo. Essa indústria pode representar a maior disrupção e oportunidade econômica desde o advento da internet e pertence a Nova York. São Francisco é um ecossistema maravilhoso para a tecnologia, mas essas empresas não estão fabricando software – em última análise, estão fabricando alimentos. E as sementes da tecnologia de alimentos estão crescendo em vários lugares do mundo. Todas essas estradas levam a Manhattan.

As 10 melhores atrações da Universal Studios, em Orlando .
As 10 melhores atrações da Universal Studios, em Orlando , parque aberto em 1990 e inspirado no mundo do cinema, sobretudo nas criações do diretor Steven Spielberg. Hoje, quem atravessa o portão de entrada do centro de lazer (não antes de fazer uma foto no globo terrestre, símbolo do complexo, do lado de fora) encontra algumas das atrações mais modernas da Flórida, que rivalizam com o vizinho Islands of Adventure, outro parque que pertence ao grupo Universal.

usr: 4
Isto é interessante!