Mundo: Por que o Parlamento britânico decidiu atrasar o Brexit - - PressFrom - Brasil

Mundo Por que o Parlamento britânico decidiu atrasar o Brexit

22:05  19 outubro  2019
22:05  19 outubro  2019 Fonte:   bbc.com

O conflito histórico com a Irlanda que ameaça acordo do Brexit

  O conflito histórico com a Irlanda que ameaça acordo do Brexit O conflito histórico com a Irlanda que ameaça acordo do BrexitA Irlanda do Norte é um território britânico e forma — junto com Inglaterra, País de Gales e Escócia — o Reino Unido. Já a República da Irlanda é um país independente.

O primeiro-ministro britânico , Boris Johnson, sofreu um revés no Parlamento neste sábado, quando estava prevista a votação do acordo negociado por ele para a saída do Reino Unido da União Image caption Esta foi a primeira vez em 37 anos em que o Parlamento britânico se reuniu em um sábado.

Após a saída da reunião do Conselho Europeu, em que foi aprovado, esta quinta-feira, pelos Estados-membros da União Europeia, o novo acordo para o Brexit , António Costa falou aos jornalistas e apelou ao Parlamento Creio que desta vez é altura de o Parlamento britânico fazer a sua parte", concluiu.

Resultado contraria as intenções do premiê, que agora é obrigado a pedir um adiamento do prazo do Brexit© AFP Resultado contraria as intenções do premiê, que agora é obrigado a pedir um adiamento do prazo do Brexit

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, sofreu um revés no Parlamento neste sábado, quando estava prevista a votação do acordo negociado por ele para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), o Brexit.

A primeira votação do dia foi sobre uma emenda apresentada pelo parlamentar independente Oliver Letwin. Ela determina que o acordo para o Brexit não pode ser aprovado até que a legislação para implementá-lo seja ratificada. O texto foi aprovado por 322 votos a favor e 306 contra. Com isso, o acordo em si não foi votado.

Parlamento britânico aprova emenda para novo adiamento do Brexit

  Parlamento britânico aprova emenda para novo adiamento do Brexit Parlamento britânico aprova emenda para novo adiamento do BrexitDepois do anúncio do acordo alcançado com a União Europeia, foram propostas no Reino Unido três emendas. A mais forte, consideraram os analistas, foi a alteração submetida por Oliver Letwin, deputado conservador, e que pedia a suspensão da aprovação do acordo até que a legislação para a ratificar fosse aprovada. A proposta acabou por ser aprovada por 322 votos a favor e 306 votos contra.

(Reuters) - O primeiro-ministro britânico , Boris Johnson, disse estar confiante de que os parlamentares britânicos apoiarão o acordo do Brexit que ele acertou com a "Estou muito confiante de que, quando meus colegas no Parlamento estudarem este acordo, eles vão querer votar a favor

Ela levou ao Parlamento britânico planos que definem as regras para a saída, mas eles foram Por que o Parlamento rejeitou o acordo do Brexit ? O principal ponto de discórdia para muitos Image caption Parlamentares pró- Brexit questionam se o acordo garantirá, de fato, a retomada do controle

O resultado vai contra as intenções de Johnson, que, na campanha para assumir o cargo no lugar de sua colega de partido Theresa May, prometeu concretizar o Brexit com ou sem acordo até 31 de outubro.

Letwin disse ter apresentado a emenda para impedir que o Reino Unido saia da UE em 31 de outubro sem este acordo, caso a legislação para implementá-lo não seja aprovada antes da data final.

Diante deste resultado, Johnson é obrigado a pedir um adiamento deste prazo, segundo a Lei Benn, que estabelece que os parlamentares teriam de aprovar o acordo ou dar permissão para um Brexit sem acordo até este sábado.

Agora, o premiê tem de enviar uma carta à UE até a meia-noite no horário de Londres (20h no horário de Brasília) para pedir mais três meses para o Brexit.

Johnson não assina carta enviada pelo governo britânico solicitando adiamento do Brexit

  Johnson não assina carta enviada pelo governo britânico solicitando adiamento do Brexit Mandou 2ª carta pedindo apoio. Adiamento seria 'corrosivo', diz

Após a saída da reunião do Conselho Europeu, em que foi aprovado, esta quinta-feira, pelos Estados-membros da União Europeia, o novo acordo para o Brexit , António Costa falou aos jornalistas e apelou ao Parlamento Creio que desta vez é altura de o Parlamento britânico fazer a sua parte", concluiu.

brexit E se o Parlamento britânico rejeitar o acordo? Juncker antevê situação "extremamente O primeiro-ministro britânico , Boris Johnson, começou por agradecer aos deputados e aos "Queremos que os membros do Parlamento tenham a oportunidade de votar no acordo", disse

Impasse

No entanto, o premiê declarou logo após o anúncio do resultado não ter ficado "chocado nem consternado" e "que não vai negociar um adiamento". "A lei não me obriga a fazer isso", disse Johnson.

Ele acrescentou que a proposta de um novo adiamento não teria apelo diante da UE e anunciou que apresentará a legislação necessária para implementar seu acordo na próxima semana.

Esta foi a primeira vez em 37 anos em que o Parlamento britânico se reuniu em um sábado© PA Media Esta foi a primeira vez em 37 anos em que o Parlamento britânico se reuniu em um sábado

Johnson afirmou ainda que planeja uma nova votação do acordo para segunda-feira, 21 de outubro. Mas, para que isso ocorra, é preciso ter o consentimento do presidente da Câmara dos Comuns, John Bercow.

A declaração do premiê gerou uma forte reação dos partidos de oposição. O líder trabalhista Jeremy Corbyn disse que o primeiro-ministro "deve pensar com muito cuidado sobre o que disse". Johnson "precisa cumprir a lei" e pedir à UE um adiamento do Brexit, afirmou Corbyn.

Brexit: União Europeia deve dar mais 3 meses para Reino Unido sair do bloco

  Brexit: União Europeia deve dar mais 3 meses para Reino Unido sair do bloco Brexit: União Europeia deve dar mais 3 meses para Reino Unido sair do blocoA UE só vai tomar a decisão para valer sobre dar mais prazo para o Reino Unido depois de analisar todas as possibilidades que devem emergir do Parlamento britânico até 3ª feira.

Além da aprovação do Parlamento britânico , o acordo para o Brexit terá também se ser aprovado "Se o Reino Unido alguma vez decidir regressar, a nossa porta estará sempre aberta" prometeu. O Partido Democrata Unionista (DUP) vai votar contra o acordo para o Brexit por considerar que este Agora só esperamos que o parlamento britânico o venha a aprovar, para se converter num acordo

O Parlamento britânico realizará uma sessão neste sábado (18/10), que pode definir o futuro do Reino Unido ao debater e votar o acordo No entanto, os parlamentares rejeitaram anteriormente as propostas de sair do bloco sem acordo, por isso é improvável que essa segunda moção do governo

"Hoje é um dia histórico para o Parlamento, que disse que não será chantageado por um primeiro-ministro que aparentemente está preparado mais uma vez para desafiar uma lei aprovada por esse Parlamento", disse o trabalhista.

O líder do Partido Nacional Escocês, Ian Blackford, afirmou que o governo não pode apresentar a legislação para implementar o acordo antes de pedir o adiamento. Blackford disse que o premiê pensa estar "acima da lei" e que terá de se explicar na Justiça caso não a cumpra.

"O mais urgente agora é que o primeiro-ministro cumpra a lei", disse a líder do partido Liberal Democrata, Jo Swinson.

A Comissão Europeia anunciou ter ciência do ocorrido hoje no Parlamento britânico e espera uma manifestação do governo para saber qual será o próximo passo.

O que acontece agora?

A UE não se apressará em tomar nenhuma ação após esta votação, diz a editora para Europa da BBC News, Katya Adler. "No que diz respeito à UE, um novo acordo para o Brexit foi negociado, conforme solicitado pelo governo do Reino Unido, e agora cabe a esse governo aprovar o acordo", afirma.

Brexit: o que acontece agora?

  Brexit: o que acontece agora? Brexit: o que acontece agora?

Deputados britânicos decidem esta terça-feira se aceitam o acordo proposto pelo Governo de Theresa May para a saída do Reino Unido da União Europeia. Por um novo visual, os pagam menos que as mulheres - o corte Áudios e vídeos relacionados. Parlamento britânico vota acordo sobre o Brexit .

O Parlamento britânico aprovou na noite desta terça-feira (03/09) uma moção para assumir o controle da pauta da Direito de imagem Reuters. Image caption Parlamento britânico já rejeitou três versões do acordo com a UE para o Brexit . Vídeo Por que o Brexit está assustando os turistas britânicos .

Adler avalia que não há disposição na UE para renegociar o acordo mais uma vez e que, se a UE receber um pedido de um novo adiamento, não haverá pressa em concedê-lo.

Milhares de britânicos saíram às ruas neste sábado para protestar a favor e contra o Brexit© EPA Milhares de britânicos saíram às ruas neste sábado para protestar a favor e contra o Brexit

"Para aprovar ou discutir isso, todos os líderes da UE teriam que voltar a Bruxelas, de onde saíram há menos de 24 horas. A Comissão da UE agora espera ouvir de Johnson o que mudou, porque ele prometeu a eles na cúpula há apenas um dia que o novo acordo do Brexit seria votado no Parlamento e aprovado pela maioria dos parlamentares", afirma Adler.

"Mas não consigo ver os líderes da UE dizendo não a outro pedido de adiamento, porque a alternativa seria um Brexit sem acordo, que eles queriam muito evitar. Mas teremos que ver o que acontecerá nos próximos dias."

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

_____________________________________________________________________________

Como o Brexit deve afetar a Premier League? .
Como o Brexit deve afetar a Premier League?Nesta quinta-feira, 17 de outubro, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, anunciaram ter chegado a um acordo sobre o Brexit. As próximas semanas, e até 31 de outubro, serão decisivas para definir o cenário, que ainda é de incerteza. Para prosperar, a questão ainda precisa ser aprovada pela Comissão Europeia e pelo Parlamento Britânico – onde ainda não há muita garantia de apoio. Ou seja: ainda não está definido como será a saída do Reino Unido da União Europeia – se haverá ou não acordo.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 2
Isto é interessante!