Mundo Primeiro-ministro britânico pressionado a publicar relatório sobre interferência russa

15:10  05 novembro  2019
15:10  05 novembro  2019 Fonte:   msn.com

Oposição apoiará antecipação das eleições no Reino Unido

  Oposição apoiará antecipação das eleições no Reino Unido Líder do Partido Trabalhista diz concordar. Data deve ser decidida ainda nesta 3ªO apoio da oposição estava vinculado a 1 compromisso do primeiro-ministro de que o Reino Unido não deixará a União Europeia sem 1 tratado. Na 2ª feira (28.out), a UE aceitou a extensão do prazo do divórcio para 31 de janeiro de 2020, afastando o risco do chamado “hard Brexit” ainda em 2019.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, em reunião com seu gabinete em Londres© Tolga Akmen O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, em reunião com seu gabinete em Londres

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, está sendo pressionado pela Câmara dos Lordes e pela oposição a publicar um relatório sobre a interferência da Rússia na política britânica.

O presidente da Comissão Parlamentar de Inteligência e Segurança (ISC, na sigla em inglês), Dominic Grieve, pediu a Downing Street nesta terça-feira que publique o documento de 50 páginas elaborado pela comissão para que o Parlamento possa examiná-lo antes das eleições de 12 de dezembro.

A Câmara dos Lordes debateu na segunda-feira o fato do relatório não ter sido publicado. Um parlamentar independente, David Anderson, afirmou que o "atraso injustificável enfraquece a ISC e provoca suspeitas sobre o governo e suas motivações".

Boris Johnson pede desculpas por não cumprir promessa do Brexit

  Boris Johnson pede desculpas por não cumprir promessa do Brexit Boris Johnson pede desculpas por não cumprir promessa do BrexitJonhson chegou ao poder em julho com a promessa de um Brexit "a qualquer custo" no final de outubro, e disse que preferia estar "morto no fundo de uma vala" em vez de solicitar uma terceira extensão.

Um porta-voz de Downing Street afirmou que o processo de autorização para a publicação do material delicado ainda não foi concluído.

Grieve considera a decisão de não publicar o relatório "de cair o queixo", de acordo com o jornal The Guardian. Segundo a publicação, o informe examina principalmente as tentativas de interferência russa na campanha do referendo sobre o Brexit de 2016.

O documento tem com base análises dos serviços de inteligência britânicos e de especialistas. O processo de autorização da publicação começou em março e chegou em meados de outubro ao gabinete do primeiro-ministro, que deveria ter aprovado no fim da semana passada, de acordo com o jornal.

Os partidos de oposição, o Trabalhista e o independentista escocês (SNP), acusaram o governo de querer minimizar o alcance da interferência.

"Eu não escondo nada", se defendeu Michael Gove, secretário responsável pelos preparativos do Brexit, à BBC.

"O relatório será publicado no devido tempo", completou, ao citar questões de "segurança nacional".

Comissão rejeita MP que desobriga publicação de balanços em jornais .
Comissão rejeita MP que desobriga publicação de balanços em jornaisO texto da relatora estabelecia a desobrigação gradual da publicação de balanços em veículos impressos para que os jornais pudessem se adaptar à mudança. Após rejeitar o relatório, a comissão aprovou voto em separado da senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), pela inconstitucionalidade da MP e rejeição do mérito. Eis a íntegra.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 1
Isto é interessante!