Mundo: Empresas proíbem mulheres de usarem óculos e causam controvérsia no Japão - - PressFrom - Brasil

Mundo Empresas proíbem mulheres de usarem óculos e causam controvérsia no Japão

23:06  08 novembro  2019
23:06  08 novembro  2019 Fonte:   bbc.com

‘Precisamos trazer ética para os algoritmos’, diz diretora-geral do Twitter Brasil

  ‘Precisamos trazer ética para os algoritmos’, diz diretora-geral do Twitter Brasil ‘Precisamos trazer ética para os algoritmos’, diz diretora-geral do Twitter Brasil , durante evento Estadão Summit Brasil – O que é poder? A di , Fiamma Zarife, afirmou nesta quarta-feira, 30, que é preciso trazer ética para o desenvolvimento de algoritmos que alimentam as redes sociais. Segundo a empresária, a solução passaria por diversificar o número de pessoas que atuam na criação dos sistemas e trazer a sociedade civil para o processo. A fala da diretora-geral vem em um momento em que se discute a criação de produtos automatizados que seguem padrões sexistas.

O organograma de empresa define os níveis hierárquicos dos colaboradores, organizando quem deve responder à quem na organização e a estrutura de seus setores. Esse tipo de organograma é o mais usado em empresas modernas, pois demonstra uma preocupação com o trabalho em equipe.

As mulheres no Islão são guiadas pelas leis primárias islâmicas, nomeadamente o Alcorão, assim como pelas demais leis secundárias (que tendem a variar de acordo com a diferença na conceituação das mulheres islâmicas).

Veto a óculos em empresas do Japão causou debate acalorado em redes sociais© Getty Images Veto a óculos em empresas do Japão causou debate acalorado em redes sociais

Utilizar óculos no trabalho se tornou um assunto polêmico no Japão, após relatos de que algumas empresas pediram às funcionárias para não usá-los.

Entre as empresas que tomaram a medida, algumas redes de varejo disseram que vendedoras que usam óculos passam uma "impressão de frieza".

  • O que são os 'humano-animais' que o Japão quer começar a desenvolver
  • Os problemas enfrentados pelo Japão por ter restringido de maneira dura a imigração

Essa "proibição" provocou discussões acaloradas nas redes sociais japonesas sobre os códigos de vestimenta para mulheres nos locais de trabalho.

Incêndio causa estrago em mais um Patrimônio da Humanidade no Japão

  Incêndio causa estrago em mais um Patrimônio da Humanidade no Japão Incêndio causa estrago em mais um Patrimônio da Humanidade no Japão nesta segunda-feira, disse uma autoridade do Corpo de Bombeiros, poucos dias depois de chamas destruírem grande parte de outro Patrimônio da Humanidade em solo japonês na ilha de Okinawa, no sul. O incêndio desta segunda-feira irrompeu em um local que abriga casas tradicionais Gassho-Zukuri no município de Gifu, situado no centro do Japão, informou uma autoridade do corpo de bombeiros. As casas foram construídas centenas de anos atrás e são conhecidas por seus telhados de palha.

Causas e consequências. Causas da prostituição Muitas mulheres entram para a prostituição muito cedo, às vezes ainda criança. Essa prática pode ser incentivada pela própria família que busca recursos financeiros para sobreviver e por isso, explora a criança e a coloca em uma situação de

Os melhores planos e soluções empresariais pelo menor preço. Com a Oi Empresarial, você tem Telefone Fixo Ilimitado, Celular, TV e até 35 mega de Internet de alta conexão pra navegar. Confira também as nossas soluções empresariais!

A rede de TV Nippon e o site Business Insider fizeram reportagens sobre o assunto mostrando como empresas de diferentes setores proíbem as mulheres de usar óculos durante o trabalho.

As companhias aéreas, por exemplo, alegam motivos de segurança para os trabalhadores. Outras, do setor de cosméticos, dizem que os clientes não conseguem enxergar a maquiagem adequadamente nas vendedoras.

'Bastante discriminatório'

Não ficou claro se as chamadas "proibições" eram baseadas nas políticas das empresas ou se refletem uma prática socialmente aceita nesses locais de trabalho japoneses.

Nas redes sociais, a hashtag "óculos são proibidos" ficou popular no Japão e o assunto continuou a atrair atenção nesta sexta-feira (08/11).

Semana de trabalho reduzida aumenta produtividade na Microsoft do Japão

  Semana de trabalho reduzida aumenta produtividade na Microsoft do Japão A filial da Microsoft no Japão, país conhecido pelas numerosas horas extras, fez um experimento recentemente e conseguiu maior produtividade com menos horas de trabalho, graças a uma semana de trabalho de quatro dias. Em agosto, a Microsoft Japão fechou os escritórios às sextas-feiras e deu um dia de descanso a mais na semana aos 2.300 funcionários no país, informou a empresa em um comunicado. A filial também limitou as reuniões de trabalho a 30 minutos e cinco participantes no máximo, e estimulou a comunicação on-line.O resultado: a produtividade por trabalhador aumentou 39,9% em agosto na comparação com o mesmo mês no ano anterior.

As empresas não financeiras são um agente económico dedicado à produção de bens e serviços, que estabelece importantes relações com o Estado e Nas suas relações com as instituições financeiras, as empresas não financeiras recebem destas os fluxos monetários de investimentos, empréstimos e

O uso de óculos de grau sem medicação é um perigo para a população. Estes óculos apresentam graduações específicas que podem não corresponder exatamente ao grau indicado para o paciente, ocasionando alguns incômodos, como distúrbios visuais, tontura, dores de cabeça e desconforto na

Kumiko Nemoto, professora de sociologia da Universidade de Estudos Estrangeiros de Quioto, disse que as pessoas no Japão estão reagindo com mais indignação a "práticas ultrapassadas".

"As razões pelas quais as mulheres não devem usar óculos realmente não fazem sentido. É tudo sobre gênero. Isso é bastante discriminatório", diz ela.

Segundo Nemoto, essa "proibição" reflete um "pensamento japonês antigo e conservador".

Em junho, a atriz e escritora Yumi Ishikawa apresentou ao governo japonês uma petição contra códigos de vestimenta© Getty Images Em junho, a atriz e escritora Yumi Ishikawa apresentou ao governo japonês uma petição contra códigos de vestimenta

"Não se trata de como as mulheres fazem seu trabalho. A empresa valoriza a aparência 'feminina' das mulheres e isso, para elas, é o oposto de alguém que usa óculos", afirma Nemoto.

A discussão faz lembrar uma recente controvérsia em empresas no Japão sobre o uso salto alto.

A atriz e escritora Yumi Ishikawa lançou uma petição pedindo que o país abolisse os códigos de vestimenta depois de ter sido obrigada a usar sapatos de salto alto no trabalho.

Bolsonaro comemora fechamento de empresas na Argentina e abertura no Brasil

  Bolsonaro comemora fechamento de empresas na Argentina e abertura no Brasil Bolsonaro comemora fechamento de empresas na Argentina e abertura no BrasilA Honda havia anunciado o fim da produção de automóveis na Argentina em 13 de agosto deste ano, mais de 2 meses antes das eleições argentinas que colocaram o peronista Alberto Fernández na presidência, motivo de incômodo para Bolsonaro.

Criação de nomes de empresas , logotipos e cartão de visitas. Contamos com uma equipe de profissionais criativos e, além de sugerir os melhores nomes para empresas , também fazem a criação de logotipos dinâmicos e expressivos, que representam a sua marca.

Conheça as causas de urina com sangue. Há muitas causas possíveis para o sangue na urina. As causas mais comuns são as infecções e inflamações urinárias e os cálculos (pedras). Você teve problemas urinários ou renais anteriormente? Você tem alguma alergia? Você usa ou já usou tabaco?

O movimento atraiu um fluxo de apoio e um um grande número de seguidores nas redes sociais.

Os apoiadores tuitaram a petição com uma hashtag #KuToo em solidariedade à causa, espelhando o movimento #MeToo — contra o abuso sexual. O slogan é um jogo com as palavras japonesas para sapatos ("kutsu") e dor ("kutsuu").

As ativistas têm dito que usar salto alto é visto como procedimento obrigatório ao se candidatar a vagas de empregos.

Os apoiadores ficaram ainda mais agitados depois de um ministro do governo japonês dizer que ser "necessário" que as empresas apliquem códigos de vestimenta que exijam sapatos de salto alto.

Kumiko Nemoto disse que o assunto continua sendo discutido por mulheres no Japão com "críticas às políticas de salto alto".

"As mulheres são avaliadas principalmente por sua aparência", disse ela. "Essa é a mensagem que essas políticas estão passando."

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=u9ETR84qnCk

https://www.youtube.com/watch?v=d3HjgMvV7O0

https://www.youtube.com/watch?v=Vcb0i0Yt89A

‘Me senti um alvo por ser mulher’, diz Isis Valverde sobre machismo .
A atriz Isis Valverde disse que já se sentiu um alvo por ser mulher e que sofreu muito com machismo . Hoje, com 32 anos, levantou uma bandeira por e para si, mas que sempre teve um pé no feminismo.© Reprodução/Instagram Isis Valverde disse que teve sua sexualidade colocada à prova na adolescência “Foi muito bonito quando vi muitas mulheres se unindo e levantando bandeiras também”, comentou. A global acredita que esse é o caminho pela luta por igualdade e pela mulher livre sem culpa.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 5
Isto é interessante!