Mundo Trump ataca testemunha de inquérito de impeachment no Twitter durante depoimento

19:50  15 novembro  2019
19:50  15 novembro  2019 Fonte:   reuters.com

Trump ataca ex-embaixadora na Ucrânia que depõe em inquérito sobre impeachment

  Trump ataca ex-embaixadora na Ucrânia que depõe em inquérito sobre impeachment Trump ataca ex-embaixadora na Ucrânia que depõe em inquérito sobre impeachmentTrump, alvo da investigação, disse que "tudo ficou mal nos lugares por onde Marie Yovanovitch passou", destacando que "é um direito absoluto do presidente dos EUA indicar embaixadores".

Depoimento de impeachment mostra papel de lobista dos EUA em escândalo sobre Ucrânia. Inquérito de impeachment contra Trump ouve Enquanto ela depunha, Trump tuitou uma série de ataques contra Yovanovitch, dizendo: "Todos os lugares para onde Marie Yovanovitch foi ficaram

'Intimidar testemunhas é crime', disse presidente da Câmara ao saber de tuítes. Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia depõe em inquérito sobre impeachment de Trump . Os ataques no Twitter foram feitos depois de Yovanovitch ter defendido suas credenciais como diplomata de carreira e

Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia Marie Yovanovitch durante depoimento em inquérito de impeachment na Câmara dos Deputados dos EUA© Reuters Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia Marie Yovanovitch durante depoimento em inquérito de impeachment na Câmara dos Deputados dos EUA

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, atacou uma ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia nesta sexta-feira enquanto ela depunha no inquérito de impeachment da Câmara dos Deputados, ao afirmar que todos os locais onde a embaixadora esteve em sua carreira "ficaram ruins", uma acusação que ela disse ser "muito intimidante".

Marie Yovanovitch, diplomata de carreira que o governo Trump retirou da Ucrânia neste ano, defendeu seu histórico anti-corrupção na Ucrânia durante a audiência e disse que sua remoção deixou as diretrizes para o país em estado de caos.

Sondland, conexão informal de Trump na Ucrânia, enfrenta audiência sobre impeachment

  Sondland, conexão informal de Trump na Ucrânia, enfrenta audiência sobre impeachment Sondland, conexão informal de Trump na Ucrânia, enfrenta audiência sobre impeachmentWASHINGTON (Reuters) - O diplomata norte-americano Gordon Sondland contou duas histórias diferentes a parlamentares que lideram o inquérito de impeachment contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Nesta quarta-feira, ele certamente deve enfrentar perguntas duras sobre qual delas é a correta.

A sessão do Comitê de Inteligência da Câmara é parte do inquérito de impeachment liderado pelos democratas, que ameaça o mandato de Trump enquanto ele pleiteia a reeleição em novembro de 2020. Yovanovitch foi retirada do cargo de embaixadora em Kiev em maio depois de se tornar alvo

Trump ataca testemunha de inquérito de impeachment no Twitter durante depoimento . O presidente é investigado por suspeita de abuso de poder ao ter pressionado o mandatário da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, a abrir um inquérito contra Joe Biden, seu possível rival na corrida pela Casa

Enquanto ela depunha, Trump tuitou uma série de ataques contra Yovanovitch, dizendo: "Todos os lugares para onde Marie Yovanovitch foi ficaram ruins. Ela começou na Somália, no que isso deu?"

Em um momento dramático, o presidente democrata do Comitê de Inteligência da Câmara, Adam Schiff, perguntou a Yovanovitch sobre sua reação ao tuíte. Ela disse que foi "muito intimidante".

"Não posso falar sobre o que o presidente está tentando fazer, mas acho que o efeito é intimidante", disse.

A sessão do Comitê de Inteligência da Câmara é parte do inquérito de impeachment liderado pelos democratas, que ameaça o mandato de Trump enquanto ele pleiteia a reeleição em novembro de 2020.

Yovanovitch foi retirada do cargo de embaixadora em Kiev em maio depois de se tornar alvo de ataques do advogado pessoal de Trump, Rudy Giuliani, em um momento em que ele trabalhava para persuadir a Ucrânia a realizar duas investigações que beneficiariam o presidente republicano politicamente.

(Por Patricia Zengerle, Susan Cornwell, Richard Cowan, David Morgan e Karen Freifeld)

Facebook retira conteúdo que afirma nomear denunciante de impeachment de Trump .
Facebook retira conteúdo que afirma nomear denunciante de impeachment de TrumpA declaração da empresa ocorre após publicação de um artigo do Breitbart News, de direita, que dizia ter identificado o denunciante.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 0
Isto é interessante!