Política Bolsonaro recomenda que todos os políticos do Brasil saiam às ruas

00:51  30 março  2020
00:51  30 março  2020 Fonte:   estadao.com.br

Após panelaços, Olavo diz que talvez seja tarde para Bolsonaro reagir

  Após panelaços, Olavo diz que talvez seja tarde para Bolsonaro reagir Após panelaços, Olavo diz que talvez seja tarde para Bolsonaro reagir

Bolsonaro recomenda que todos os políticos do Brasil saiam às ruas 'Provocação' e 'irresponsabilidade': parlamentares condenam passeio de Bolsonaro O presidente Jair Bolsonaro encontrou com apoiadores em Brasília na manhã deste domingo (29) (foto: Reprodução da Internet).

Além dos bancos, as grandes empresas no Brasil também se beneficiarão da proteção e garantias de crédito do Banco Central. A grande parte das Atos pró- Bolsonaro em várias cidades. Ignorando pedidos de autoridades de saúde para que evitem aglomerações, manifestantes saem às ruas a

O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta populares em Brasília durante pandemia do novo coronavírus. © Marcos Pereira / Estadão O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta populares em Brasília durante pandemia do novo coronavírus.

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro recomendou, neste domingo, que todos os políticos do Brasil saiam às ruas e cumprimentem as pessoas para, na avaliação dele, entender a realidade do País nesses tempos de coronavírus. A recomendação do presidente contraria as orientações do Ministério da Saúde, que, na tarde de hoje, divulgou que o número de contaminações pelo novo coronavírus chegou a 4.256 e o total de mortes por covid-19 subiu para 136.

Acompanhe nossa cobertura sobre o coronavírus.
Últimas notícias, perguntas e respostas e como se cuidar.

Em um vídeo postado nas redes sociais, Bolsonaro comentou o tour realizado por ele nas redondezas de Brasília na manhã de hoje. "Agora pouco estive em Ceilândia e Taguatinga. Fui ver na ponta da linha como está o nosso povo. E em especial os informais, os mais atingidos por essa onda de desemprego. Uma experiência que recomendo a todos os políticos do Brasil", disse o presidente.

Prefeitos cobram ‘comando sério’ no País e recomendam manter isolamento

  Prefeitos cobram ‘comando sério’ no País e recomendam manter isolamento Para confederação nacional dos municípios, pronunciamento de Bolsonaro trouxe ‘insegurança’ e ‘intranquilidade’ à populaçãoBRASÍLIA – Além das críticas de governadores ao discurso em que o presidente Jair Bolsonaro defendeu o fim do isolamento social como estratégia de contenção do novo coronavírus, prefeitos também se manifestaram de forma contrária à postura do chefe do Executivo.

Os principais acontecimentos desde a confirmação do primeiro caso de infecção de covid-19 no Brasil . Atos pró- Bolsonaro em várias cidades. Ignorando pedidos de autoridades de saúde para que evitem aglomerações, manifestantes saem às ruas a favor do governo e contra o Congresso e o

Bolsonaro sai às ruas e é aplaudido no Brasil , ao contrário da esquerda que se esconde das vaias.

Nas ruas da Capital Federal, Bolsonaro disse que as pessoas querem voltar a trabalhar. Ele foi a um açougue e também cumprimentou a população, causando alvoroço nas ruas. Após o tour, Bolsonaro voltou ao Palácio da Alvorada, por volta das 12h.

O passeio por Brasília ocorre no dia seguinte a reunião tensa entre o presidente e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que alertou o Planalto sobre a gravidade da situação: “Estamos preparados para o pior cenário, com caminhões do Exército transportando corpos pelas ruas? Com transmissão ao vivo pela internet?”, questionou.

Publicação do Facebook relacionada

Compartilhado do Facebook

Em outro momento, Mandetta deixou claro que, se o presidente insistisse em ir às ruas, seria obrigado a criticá-lo. E Bolsonaro rebateu que, nesse caso, iria demiti-lo. Em entrevista coletiva no sábado, 28, o ministro da Saúde foi incisivo e condenou atos pela abertura do comércio e disse que "os mesmos que fazem carreata vão ficar em casa daqui a duas semanas".

Fifa recomenda prorrogação de contratos e permitirá mudança de janelas de transferências .
Fifa recomenda prorrogação de contratos e permitirá mudança de janelas de transferênciasA Fifa também disse que incentivará times e jogadores "a trabalharem juntos para encontrar acordos e soluções durante o período em que o futebol está suspenso" e que o esporte tem que lidar com uma perda de renda inédita.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!