Política Novos bombardeios de Israel em Gaza em represália a balões incendiários

13:22  18 agosto  2020
13:22  18 agosto  2020 Fonte:   msn.com

Hamas dispara foguetes em direção ao Mediterrâneo

  Hamas dispara foguetes em direção ao Mediterrâneo Os islamitas do movimento palestino Hamas dispararam, nesta segunda-feira (10), foguetes em direção ao Mar Mediterrâneo a partir da Faixa de Gaza, que controlam, após trocas de tiros nos últimos dias com Israel, segundo fontes da segurança e testemunhas. Na parte da manhã, pelo menos oito foguetes cortaram o céu de Gaza em direção ao Mar Mediterrâneo, notaram jornalistas da AFP no local, enquanto o Ministério do Interior do enclave palestino, sob controle do Hamas desde 2007, evocou um "ato de resistência".

Aviões isralenses executam bombardeios de retaliação na Faixa de Gaza © SAID KHATIB Aviões isralenses executam bombardeios de retaliação na Faixa de Gaza

O exército israelense anunciou nesta terça-feira novos bombardeios na Faixa de Gaza em resposta ao lançamento de balões incendiários a partir do território palestino.

Os novos bombardeios acontecem no momento em que uma delegação egípcia tenta reduzir a tensão na região, de acordo com uma fonte do movimento islamita Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

Israel ataca e anuncia sanções a Gaza em resposta a balões incendiários

  Israel ataca e anuncia sanções a Gaza em resposta a balões incendiários O exército israelense aumentou a pressão nesta quinta-feira sobre o Hamas, com ataques aéreos e o bloqueio do acesso a combustível na Faixa de Gaza, com o objetivo de frear o lançamento de balões incendiários a partir do território contra Israel. O ministério da Defesa de Israel anunciou nesta quinta-feira que vai "frear a importação de combustível na Faixa de Gaza devido ao constante lançamento de balões incendiários" a partir do território.Na última semana, o exército de Israel reivindicou bombardeios noturnos contra posições do Hamas, o grupo islamita que governa a Faixa de Gaza, em resposta aos lançamentos de balões incendiários, que provocaram incêndios no sul de Israel mas não deixaram vítimas.

Ninguém ficou ferido nos bombardeios, de acordo com a mesma fonte.

Os bombardeios israelenses tiveram como alvo "infraestruturas subterrâneas do Hamas na Faixa de Gaza", afirma um comunicado militar israelense, que vincula o ataque aos "balões explosivos e incendiários lançados desde Gaza contra Israel".

A delegação do Egito chegou na segunda-feira a Faixa de Gaza, onde se reuniu com líderes do Hamas. Também terá encontros com funcionários da Autoridade Palestina na Cisjordânia, ocupada por Israel desde 1967, segundo uma fonte do movimento islamita.

No domingo, o exército israelense fechou a zona de pesca de Gaza e bombardeou várias posições do Hamas, como represália pelo lançamento de foguetes e balões incendiário.

ONU faz apelo para arrecadar US$565 milhões para o Líbano

  ONU faz apelo para arrecadar US$565 milhões para o Líbano A ONU fez um apelo nesta sexta-feira para arrecadar 565 milhões de dólares para ajudar o Líbano, severamente atingido por uma explosão no porto de Beirute que causou 171 mortes e devastou grandes áreas da cidade em 4 de agosto. A Organização das Nações Unidas disse em um comunicado que os fundos serão usados para ajudar o Líbano a levantar sua economia e socorrer os afetados pela explosão. "A tarefa de reconstruir a vida das pessoas e ajudar na recuperação está apenas no começo", disse Najat Rochdi, coordenador humanitário da ONU para o Líbano.

Desde que o Hamas assumiu o controle de Gaza depois de vencer as eleições legislativas há mais de uma década, Israel impõe um severo bloqueio por terra, mar e ar sobre o território.

O enclave palestino tem população de mais de dois milhões de pessoas, a maioria delas refugiadas e quase 80% dependentes de ajuda humanitária, de acordo com dados da UNRWA, a agência da ONU para os refugiados palestinos.

Desde 2008 Gaza foi cenário de três guerras entre Israel e os movimentos armados palestinos.

Apesar da trégua decretada no ano passado, após a mediação da ONU, Egito e Catar, os movimentos armados de Gaza, incluindo o Hamas, e Israel se enfrentam esporadicamente.

az-scw/feb/bfi/me/fp

Israel revela imagens da Síria tiradas com satélite espião .
Israel revelou, nesta terça-feira (25), as primeiras imagens de um novo satélite espião, especialmente com fotografias de grande precisão da cidade de Palmira, na Síria, país vizinho que costuma ser alvo de bombardeios israelenses. As imagens, tiradas do espaço, mostram a antiga cidade de Palmira, no centro da Síria, com seu teatro romano. Alguns monumentos do local foram destruídos pelo grupo jihadista Estado Islâmico antes que as forças sírias pró-governo recuperassem a cidade em 2016.

usr: 1
Isto é interessante!