Política: Bolsonaro defende decreto de armas e diz que não é um ditador - PressFrom - Brasil

PolíticaBolsonaro defende decreto de armas e diz que não é um ditador

18:19  18 junho  2019
18:19  18 junho  2019 Fonte:   estadao.com.br

Senadores que votaram pela derrubada do decreto de armas relatam ameaças

Senadores que votaram pela derrubada do decreto de armas relatam ameaças Senadores que votaram pela derrubada do decreto de armas relatam ameaças

O decreto de Bolsonaro altera esse último requisito e afirma que a comprovação de efetiva Colecionador ou caçador com Certificado de Registro de Arma de Fogo expedido pelo Comando do Exército. Essa lei diz que o porte de armas é proibido no Brasil, exceto em condições específicas.

Bolsonaro defende decreto de armas e diz não ser ditador (Estadão) Tradições de casamento que ainda assombram mulheres (BBC News). Os cachorros que guardavam a casa estavam dopados no momento do crime, disse a polícia. Os homens que invadiram a casa não levaram nada.

Bolsonaro defende decreto de armas e diz que não é um ditador© Carolina Antunes/PR Presidente usou o Twitter para comentar admissão de culpa

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira, 18, que é um "democrata", e não um "ditador", ao responder sobre o que faria caso o Congresso derrube o decreto de armas editado por ele. "Eu não posso fazer nada, não sou um ditador, sou democrata", disse.

Por outro lado, o presidente voltou a defender o decreto, e disse que tem conversado com senadores sobre o tema. O Senado deve decidir nesta terça se derruba ou não o texto assinado por Bolsonaro que flexibilizou o porte de armas no Brasil.

Na semana passada, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou os projetos que anulam o ato do presidente. A Constituição Federal permite que o Congresso derrube um decreto que ultrapasse o poder regulamentar ou que trate de algo limitado exclusivamente ao Legislativo. Neste caso, o projeto de decreto legislativo precisa passar pelo plenário do Senado e pela Câmara para ser aprovado.

Senado pode derrubar decreto das armas nesta 3ª feira

Senado pode derrubar decreto das armas nesta 3ª feira Senado pode derrubar decreto das armas nesta 3ª feira (18.jun) O Senado Federal analisa nesta 3ª feira (18.jun.2019) decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro que flexibiliza as regras de posse e porte de armas de fogo no país. Os senadores podem decidir se o derrubam ou não. Após isso, a pauta segue para a Câmara. Veja mais no MSN Brasil:Câmara quer esvaziar papel do MP em pacote anticrime (Estadão)Procuradores formam lista tríplice para chefe da PGR (Poder360)Parecer da reforma começa a ser discutido nesta terça (Exame.

O presidente Jair Bolsonaro durante assinatura do decreto que flexibiliza posse de armas — Foto: Reprodução/NBR. § 8º O disposto no § 7º se aplica para a aquisição de até quatro armas de fogo de uso permitido e não exclui a caracterização da efetiva necessidade se presentes outros fatos e

Depois de assinado em 15 de janeiro de 2019 pelo Presidente Jair Bolsonaro , analisamos o então Decreto das Armas , que fez alterações no que se refere

"Tenho conversado, sim, com senadores, explicando, conversando. Sabemos que no Brasil hoje em dia quem está à margem da lei está armado. Nada mais estou fazendo do que atendendo à vontade do povo expressa nas urnas em 2005 por ocasião do referendo", disse Bolsonaro à imprensa após a cerimônia de hasteamento da Bandeira Nacional, que antecedeu a reunião de conselho do governo.

__________________

Bolsonaro revoga decreto de armas.
Bolsonaro revoga decreto de armas

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 3
Isto é interessante!