Política Nos bastidores das eleições: ONG faz missão de observação do processo eleitoral em cinco capitais

20:20  13 novembro  2020
20:20  13 novembro  2020 Fonte:   estadao.com.br

Saiba como acompanhar a apuração de votos das eleições nos EUA

  Saiba como acompanhar a apuração de votos das eleições nos EUA Potência mundial escolhe novo presidente. Donald Trump e Joe Biden disputam o cargo. Primeiros resultados começam sair às 21h. São 538 colégios eleitorais nos EUAA eleição, considerada uma das mais tensas e acirradas da história, ocorre em meio à pandemia de covid-19 e à uma intensa atmosfera de divisão política social. Além disso, a imprensa norte-americana enfrenta pressão para relatar os resultados das eleições com precisão e sem especulação injustificada.

Um grupo de 47 voluntários sem ligação com partidos políticos ou candidatos e sem nenhuma relação com a administração pública ou a Justiça Eleitoral vai integrar a primeira missão nacional de observação das eleições 2020, promovida pela ONG Transparência Eleitoral Brasil. Eles estarão em Curitiba, Belo Horizonte, Fortaleza, João Pessoa e Belém, e também na totalização dos votos em Brasília, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Estarão ali, em seções eleitorais dessas cidades, literalmente observando. Eles vão acompanhar tudo desde a abertura dos trabalhos, ver se houve algum problema, se o material chegou, se os mesários estão a postos, o processo da votação, a adaptação do plano de segurança sanitária e a apuração dos votos.

Por que EUA usam colégio eleitoral em vez de voto direto para escolher presidente

  Por que EUA usam colégio eleitoral em vez de voto direto para escolher presidente País não realiza eleição direta, como no Brasil, e um candidato pode ganhar eleição mesmo se não for o mais votado pelos eleitores; entenda por quê.Isso porque o presidente não é escolhido diretamente pelos eleitores, mas pelo que é conhecido como Colégio Eleitoral.

Disso, e dos dados que vêm sendo coletados desde o fim de agosto, quando começou o processo de registro das candidaturas, sairão dois relatórios. Um preliminar, que a ONG espera publicar já na próxima semana, e outro completo, com a análise desses dados observados e com recomendações de melhorias do processo.

Votação em São Paulo, em 2014 © Amanda Perobelli/Estadão Votação em São Paulo, em 2014

“A ideia é justamente identificar os problemas dos processos e rotinas eleitorais e dos procedimentos que envolvem as eleições como um todo”, explica Ana Claudia Santano, coordenadora da Transparência Eleitoral Brasil. Ela ressalta o compromisso com a imparcialidade, neutralidade e independência, e diz que esta prática de observação é realidade em muitos países, inclusive nos desenvolvidos e com democracias consolidadas.

Como votar: saiba tudo sobre o dia da votação nas eleições 2020

  Como votar: saiba tudo sobre o dia da votação nas eleições 2020 No domingo, há algumas regras que devem ser cumpridas para o cidadão poder exercer o seu direito ao voto durante a pandemiaNo domingo, os brasileiros vão às urnas para escolher prefeitos e vereadores para os próximos quatro anos em cada um dos 5.570 municípios do País. No entanto, para isso, o eleitor deve estar atento às suas obrigações no dia da votação. Com a pandemia do novo coronavírus, há novas regras, como a obrigatoriedade do uso da máscara.

“A observação eleitoral não é apenas para países em busca da consolidação de suas democracias. Ela pode continuar fortalecendo a democracia, que precisa periodicamente desse fortalecimento. A democracia não é um estado permanente - ela precisa ser cuidada sempre, e a observação eleitoral é um exemplo disso”, diz.

Esta é a primeira missão nacional de observação, mas não a primeira realizada no País. A Organização dos Estados Americanos (OEA), que acompanha processos eleitorais em diversos locais, inclusive nos Estados Unidos, já esteve aqui em 2018 e volta mais uma vez agora. Como a Transparência Eleitoral Brasil, eles terão acesso livre aos espaços de votação e aos dados gerais das eleições.

O discurso de desconfiança com relação ao processo eleitoral, repetido nos Estados Unidos desde que o presidente Donald Trump perdeu a eleição para Joe Biden e que volta às rodas brasileiras sempre que o assunto é urna eletrônica, pode perder força com a consolidação de práticas como esta e deixar as pessoas mais seguras com relação ao processo. “A observação eleitoral é uma forte ferramenta de transparência dos procedimentos e rotinas eleitorais, principalmente porque ela é independente, imparcial e não tem ramificação com nenhuma força política ou autoridade eleitoral. E ela pode colaborar enormemente para o fortalecimento da confiança nesses procedimentos e para um maior esclarecimento da população”, afirma Ana Claudia. “Muitas vezes, esses discursos não vêm acompanhados de uma informação mais apurada e mais técnica.”

Ana Claudia Santano, coordenadora da Transparência Eleitoral Brasil © Amanda Perobelli/Estadão Ana Claudia Santano, coordenadora da Transparência Eleitoral Brasil

Os observadores voluntários estarão identificados no dia 15 - e voltam ao trabalho se houver um segundo turno. Eles receberam dois treinamentos. O primeiro ensinou o que deviam observar, como fazer isso e como se portar. O segundo apresentou informações acerca das regras eleitorais.

Avanço da direita, abstenção recorde, efeito covid e outros destaques das eleições de 2020 .
Presidente Bolsonaro teve um peso eleitoral bem menor do que se esperava, e seu principal candidato, o filho Carlos, teve uma votação para vereador do Rio de Janeiro menor em 2020 do que em 2016, quando seu pai era deputado federal. Aliás, dos 69 candidatos com o nome 'Bolsonaro' nas urnas em 2020, apenas Carlos se elegeu.1. Peso eleitoral limitado de BolsonaroA principal plataforma de apoio de Bolsonaro a candidatos a prefeito em 2020 foi uma série de "lives" semanais transmitidas na internet. Alguns postulantes chegaram a viajar para Brasília para aparecer ao lado do presidente.

usr: 1
Isto é interessante!