Política: The Intercept: Deltan disse que Moro poderia proteger Flávio Bolsonaro - PressFrom - Brasil

PolíticaThe Intercept: Deltan disse que Moro poderia proteger Flávio Bolsonaro

23:55  21 julho  2019
23:55  21 julho  2019 Fonte:   exame.abril.com.br

Deltan pediu para Moro ajudar a liberar dinheiro para vídeo anti-corrupção

Deltan pediu para Moro ajudar a liberar dinheiro para vídeo anti-corrupção Deltan pediu para Moro ajudar a liberar dinheiro para vídeo anti-corrupção

Flávio Bolsonaro : Deltan se preocupou sobre como Moro agiria e acabou também agindo com cautela ao falar sobre Flávio É o que apontam mensagens vazadas entre o coordenador da Lava Jato e procuradores do Ministério Público Federal, divulgadas neste domingo (21) pelo “ The Intercept ”.

O que Villa pensa sobre Intercept , Moro , Imagem, Vaza Jato, Conversas Secretas, Hackers? Deltan Dallagnol discutiu caso Flávio Bolsonaro no Telegram, diz Intercept - Продолжительность: 6:46 Jovem Pan - 3 em 1 21 030 просмотров.

The Intercept: Deltan disse que Moro poderia proteger Flávio Bolsonaro © Ueslei Marcelino/Reuters Flávio Bolsonaro: Deltan se preocupou sobre como Moro agiria e acabou também agindo com cautela ao falar sobre Flávio

São Paulo – Deltan Dallagnol concordou que Flávio Bolsonaro, ex-deputado pelo PSL-RJ e filho do presidente Jair Bolsonaro, mantinha um esquema de corrupção em seu gabinete operado pelo assessor Fabrício Queiroz. É o que aponta mensagens vazadas entre o coordenador da Lava Jato e procuradores do Ministério Público Federal, divulgadas neste domingo (21) pelo “The Intercept”.

Tudo sobre vazamento de mensagens entre Moro e o MP

Nas mensagens, Dallagnol chega a afirmar que o atual senador “certamente” seria implicado no esquema. Contudo, logo depois, demonstra preocupação de que o juiz Sérgio Moro não investigasse Flávio por pressão do presidente recém-eleito e pelo objetivo do juiz em tentar uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

Toffoli pede que Moro e PF informem sobre investigação contra Glenn Greenwald

Toffoli pede que Moro e PF informem sobre investigação contra Glenn Greenwald Toffoli pede que Moro e PF informem sobre investigação contra Glenn Greenwald

Em novas conversas vazadas, Deltan Dallagnol concorda que Flávio Bolsonaro tinha esquema de Pelo menos é o que mostram as novas mensagens vazadas pelo The Intercept Brasil neste A situação com Sergio Moro fez Deltan questionar outros procuradores em chats privados sobre como

Novas conversas divulgadas pelo The Intercept Brasil mostram que Deltan Dallagnol sugeria que Sergio Moro protegia Flávio Bolsonaro para não desagradar o pai.

Segundo o “The Intercept”, até hoje não há indícios de que o juiz tenha iniciado qualquer investigação relacionada ao caso. Moro já havia assumido, à época, o Ministério da Justiça. Flávio é acusado de manter ligações com milícias do Rio de Janeiro.

Uma notícia sobre um depósito de 24 mil reais feito por Queiroz numa conta em nome da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, levou Dallagnol a pedir, no dia 8 de dezembro de 2018, pelo aplicativo Telegram, a opinião dos colegas sobre os desdobramentos do caso, e sobre como seria a reação de Moro.

Conselho do MP instaura reclamação disciplinar contra Deltan e Pozzobon

Conselho do MP instaura reclamação disciplinar contra Deltan e Pozzobon Conselho do MP instaura reclamação disciplinar contra Deltan e Pozzobon

Следующее. PARA PROTEGER O FILHO DO PRESIDENTE VALE PROTEGER TODOS OS CORRUPTOS - Продолжительность: 15 Filósofa Marilena Chauí diz que Sérgio Moro foi treinado pelo FBi para roubar Pré-Sal | Morning Show Intercept lança suspeita sobre todas as instituições!

4 The Intercept : Deltan disse que Moro poderia proteger Flávio Bolsonaro . É isso que mostra O 10º Mapa Anual de Terrorismo e Violência Política, produzido pela consultoria e corretora de seguros Aon em colaboração com a consultoria The Risk Advisory Group.

Nas mensagens, a procuradora Jerusa Viecilli, respondeu “Falo nada … Só observo ”. Dallagnol sugere então que o ex-juiz poderia ser leniente com Flávio: “É óbvio o q aconteceu… E agora, José?”, digitou o procurador. “Seja como for, presidente não vai afastar o filho. E se isso tudo acontecer antes de aparecer vaga no supremo?”, escreveu.

Dallagnol completou, sobre o presidente: “Agora, o quanto ele vai bancar a pauta Moro Anticorrupção se o filho dele vai sentir a pauta na pele?”

8 de dezembro de 2018 – grupo Filhos do Januario 3
Deltan Dallagnol – 00:56:50 –https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2018/12/07/bolsonaro-diz-que-ex-assessor-tinha-divida-com-ele-e-pagou-a-primeira-dama.htm
Dallagnol – 00:58:15 – [imagem não encontrada]
Dallagnol – 00:58:15 – [imagem não encontrada]
Dallagnol – 00:58:38 – COAF com Moro
Dallagnol – 00:58:40 – Aiaiai
Julio Noronha – 00:59:34 –
Dallagnol – 01:04:40 – [imagem não encontrada]
Januário Paludo – 07:01:20 – Isso lembr
Paludo – 07:01:48 – Lembra algo Deltan?
Paludo – 07:03:08 – Aiaiai
Jerusa Viecilli – 07:05:24 – Falo nada … Só observo
Dallagnol – 08:47:52 – Kkk
Dallagnol – 08:52:01 – É óbvio o q aconteceu… E agora, José?
Dallagnol – 08:53:37 – Moro deve aguardar a apuração e ver quem será implicado. Filho certamente. O problema é: o pai vai deixar? Ou pior, e se o pai estiver implicado, o que pode indicar o rolo dos empréstimos?
Dallagnol – 08:54:21 – Seja como for, presidente não vai afastar o filho. E se isso tudo acontecer antes de aparecer vaga no supremo?
Dallagnol – 08:58:11 – Agora, Bolso terá algum interesse em aparelhar a PGR, embora o Flávio tenha foro no TJRJ. Última saída seria dar um ministério e blindar ele na PGR. Pra isso, teria que achar um colega bem trampa
Athayde Ribeiro Costa – 08:59:41 – É so copiar e colar a ultima denuncia do Geddel
Roberson Pozzobon – 09:02:52 – Acho que Moro já devia contar com a possibilidade de que algo do gênero acontecesse
Pozzobon – 09:03:19 – A questão é quanto ele estará disposto a ficar no cargo com isso ou se mais disso vir
Dallagnol – 09:04:38 – Em entrevistas, certamente vão me perguntar sobre isso. Não vejo como desviar da pergunta, mas posso ir até diferentes graus de profundidade. 1) é algo que precisa ser investigado; 2) tem toda a cara de esquema de devolução de parte dos salários como o da Aline Correa que denunciamos ou, pior até, de fantasmas.
Dallagnol – 09:05:54 – Agora, o quanto ele vai bancar a pauta Moro Anticorrupcao se o filho dele vai sentir a pauta na pele?
Andrey Borges de Mendonça – 09:21:16 – Uma vez pedi no caso da custo brasil e o pt alegou q era impenhorável segundo a lei eleitoral. O juiz acabou desbloqueando sem ouvir a gente. Mas confesso q nao sei se procede.
Paludo – 09:37:52 – Tem que investigar. E isso que ele sempre diz. Na pior das hipóteses, Podem ir os anéis (filho e mulher), mas ficam os dedos. Seria muito traumático o general assumir no lugar dele.
Viecilli – 10:06:32 – [imagem não encontrada]
Viecilli – 10:06:51 –
Dallagnol – 10:22:31 – Rsrsrs
Dallagnol – 10:39:47 – [imagem não encontrada]
Dallagnol – 10:41:04 – [imagem não encontrada]
Antonio Carlos Welter – 10:52:11 – O $ termina na conta da esposa. Vao argumentar que alimentou a campanha. Periga terminar em AIME

Deltan deu a entender que estava relutante em fazer uma condenação mais severa de Flávio por temer as consequências de desagradar o presidente, como sugeriu que Moro pudesse agir.

Bolsonaro chama de 'melancia' general que criticou fala sobre nordestinos

Bolsonaro chama de 'melancia' general que criticou fala sobre nordestinos Bolsonaro chama de 'melancia' general que criticou fala sobre nordestinos

Nas conversas, o site The Intercept afirma que o procurador Deltan Dallagnol demonstrou uma preocupação: ele temia que Moro não desse continuidade à investigação por pressões políticas do então recém eleito presidente Jair Bolsonaro e pelo desejo do juiz de ser indicado para o Supremo

O que disse Moro ? O ministro afirmou que não viu nada “de mais” nas mensagens e que não houve nenhuma orientação ao Ministério Público. Para que isso ocorresse, porém, seria necessária uma investigação oficial que apresentasse provas próprias de que Moro e Deltan agiram em desacordo

8 de dezembro de 2018 – chat privado
Roberson Pozzobon – 09:12:41 – Em entrevistas, certamente vão me perguntar sobre isso. Não vejo como desviar da pergunta, mas posso ir até diferentes graus de profundidade. 1) é algo que precisa ser investigado; 2) tem toda a cara de esquema de devolução de parte dos salários como o da Aline Correa que denunciamos ou, pior até, de fantasmas.
Pozzobon – 09:13:05 – Tava escrevendo esse tuíte agora mesmo
Pozzobon – 09:13:11 – “Informação de que um ex-assessor do deputado estadual e senador eleito pelo PSL, Flávio Bolsonaro, movimentou 1,2 milhão de reais entre 2016 e 2017”. Se deve ser investigado? É certo que sim. É para isso que servem os relatórios de inteligência financeira do COAF. Pontuar as suspeitas no meio de bilhões de transações diárias https://www.terra.com.br/noticias/brasil/movimentacao-atipica-de-ex-assessor-de-flavio-bolsonaro-pode-levar-a-investigacao,8bb3ff45edd7744a4cad8dab9d014e87963u9zqu.html
Dallagnol – 10:04:00 – Não sei se convém o nível 2. Não podemos ficar quietos, mas é neste momento um pouco como com RD. Vamos depender dele pra reformas… Não sei se vale bater mais forte
Pozzobon –10:07:15 – Pois é
Pozzobon – 10:07:26 – To na msm dúvida


Deputada Joice Hasselmann diz que seu celular foi clonado

Deputada Joice Hasselmann diz que seu celular foi clonado Deputada Joice Hasselmann diz que seu celular foi clonado

Ao que tudo indica, Moro aconselhou em diversas mensagens o coordenador da força tarefa. A violação desta artigo, por si só, torna o processo nulo. Conforme outros repórteres o questionavam sobre a reportagem do Intercept , Moro disse que estava lá "para falar sobre questões do Amazonas.

BRASILThe Intercept : Deltan disse que Moro poderia proteger Flávio Bolsonaro 21 jul 2019 – 15h07. A PF cumpriu quatro mandados de prisão temporária e sete de busca e apreensão em São Paulo, Araraquara e Ribeirão Preto. Os mandados foram cumpridos pelo delegado da PF Luiz Flávio

As mensagens vazadas compõem um pacote de mensagens que o Intercept começou a revelar em 9 de junho. Os arquivos reúnem chats, fotos, áudios e documentos de procuradores da Lava Jato compartilhados em vários grupos e chats privados do aplicativo Telegram.

______________________________________________________________________________________

Vídeo: Direto ao Ponto: Ciro Gomes, família Bolsonaro, novo imposto e FGTS (Estadão)

Maia defende sigilo de fonte em vídeo em apoio a Glenn Greenwald.
'É 1 direito constitucional', disse. Vídeo feito a pedido do Intercept

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 0
Isto é interessante!