Política: Bolsonaro compartilha post apontando Deltan como 'esquerdista tipo PSOL' - PressFrom - Brasil

PolíticaBolsonaro compartilha post apontando Deltan como 'esquerdista tipo PSOL'

07:57  12 agosto  2019
07:57  12 agosto  2019 Fonte:   correiobraziliense.com.br

Mesmo após denúncias, Deltan Dallagnol segue com palestras

Mesmo após denúncias, Deltan Dallagnol segue com palestras Reportagem revelou que procuradores, entre eles Deltan Dallagnol, queriam criar empresa e usar suas mulheres como sócias Reportagem publicada no domingo, 28, pelo site The Intercept e pela Folha revelou que o procurador Deltan Dallagnol planejou criar uma empresa para proferir palestras e que previa um faturamento de R$ 400 mil em 2018 com a atividade após o sucesso da operação Lava Jato. Afastamento Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) articulam o afastamento de Deltan Dallagnol do comando da Lava Jato, em Curitiba.

O perfil oficial de Jair Bolsonaro no Facebook compartilhou um post chamando o procurador Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da Lava Jato, de " esquerdista estilo PSOL ". A resposta foi a comentários feitos na página de Bolsonaro solicitando a indicação de Dallagnol ao cargo de

"O cara é esquerdista estilo PSOL ", afirma a publicação. O post é acompanhado de declarações do procurador contra a ditadura militar, críticas ao A página de Bolsonaro também compartilhou uma lista de temas que seriam discutidos com o indicado ao cargo de Procurador-Geral da República.

Bolsonaro compartilha post apontando Deltan como 'esquerdista tipo PSOL'© Ed Alves/CB/D.A Press - AFP PHOTO / Heuler Andrey

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou, pelo Facebook, um link que aponta o coordenador da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, como um “esquerdista tipo PSOL”. O compartilhamento foi uma resposta a um dos seguidores do presidente que pediam para que Dallagnol fosse o nome indicado por Bolsonaro para a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Bolsonaro compartilha post apontando Deltan como 'esquerdista tipo PSOL'© Reprodução/FacebookBolsonaro compartilha post apontando Deltan como 'esquerdista tipo PSOL'© Reprodução/Facebook

O post compartilhado por Bolsonaro foi publicado originalmente em uma página chamada “Bolsonaro opressor 2.0” e ainda continha uma série de imagens em que Dallagnol supostamente posiciona-se contra a ditadura ou que critica atos do atual governo.

STF cogita afastar Deltan Dallagnol da Lava Jato

STF cogita afastar Deltan Dallagnol da Lava Jato Ministros do Supremo articulam o afastamento do procurador Deltan Dallagnol da coordenação da operação Lava Jato . A reação do Supremo é uma resposta a denúncia de que Dallagnol incentivou procuradores a investigar o ministro Dias Toffoli, em 2016, como revelou reportagem do site Intercept e o jornal Folha de S.Paulo na quarta-feira, 31. © Reprodução/Agência Brasil Deltan Dallagnol, procurador da República, tem conversas comprometedoras vazadas Uma das ofensivas partiu do ministro Alexandre de Moraes, que requisitou à Polícia Federal todo o material apreendido Operação Spoofing.

Em resposta a alguns comentários, o presidente compartilhou a publicação de uma página que afirma: “Pra quem pede o Deltan Dellagnol na PGR…O cara é esquerdista estilo PSOL ”. A publicação reproduz declarações de Deltan sobre diversos assuntos, como as suspeitas contra o ministro do

O perfil oficial de Jair Bolsonaro no Facebook compartilhou um post chamando o procurador Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da Lava Jato, de " esquerdista estilo PSOL ". A resposta foi a comentários feitos na página de Bolsonaro solicitando a indicação de Dallagnol ao cargo de

Nome para a PGR

Em outro comentário, o presidente também listou uma série de “temas” que serão discutidos com o nome indicado a PGR, como desarmamento, ideologia de gênero, direitos humanos, Amazônia, excludente de ilicitude, Comissão da Verdade, reserva indígena, ONGs, Meio Ambiente e Forças Armadas.

____________________________________________________________________

Vídeo: Análise: como Lula, Bolsonaro constrói adversários (Estadão)

PM faz abordagem em evento do PSol em São Paulo; partido vê intimidação.
A PM confirmou a ocorrência e disse que os patrulheiros que faziam o policiamento na região foram ao local para verificar concentração de pessoas que se iniciava . “Ao tomar ciência de que eram cidadãos ligados a partido político e em reunião para realização de plenária, questionaram se  as pessoas, após as discussões, iriam sair em ato democrático, que pudessem tomar vias públicas”, diz em nota a corporação.Ainda de acordo com a PM, as providências da Polícia Militar eram para a segurança do evento. “Como os presentes disseram que o evento se consistia em reunião interna, os patrulheiros deixaram o local”, conclui.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 15
Isto é interessante!