Política: General Rêgo Barros deixa Secom e vai se reportar à Secretaria de Governo - PressFrom - Brasil

PolíticaGeneral Rêgo Barros deixa Secom e vai se reportar à Secretaria de Governo

06:53  14 agosto  2019
06:53  14 agosto  2019 Fonte:   poder360.com.br

Com doença degenerativa, general Villas Bôas defende uso medicinal da maconha

Com doença degenerativa, general Villas Bôas defende uso medicinal da maconha Tem dificuldades para obter medicamento. Para o general, é uma 'hipocrisia social'

Secretaria de Governo . Presidência da república. Buscar no portal. Secretaria Especial de Comunicação Social - Secom . Secretário de Produtos de Defesa, Marcos Degaut e General Aguiar.

Termos de Uso.  Rêgo Barros deixará Secom . salvar Brasil 13.08.19 11:12 Continue lendo sua newsletter. A ideia é que o general permaneça na Secretaria de Governo , que também abriga a Secom , mas seja deslocado para outro órgão.

General Rêgo Barros deixa Secom e vai se reportar à Secretaria de Governo © Sérgio Lima O porta-voz da Presidência, Otavio Rêgo Barros, faz pronunciamento no Palácio do Planalto

O general Otávio Rêgo Barros está saindo da estrutura da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. Ele vai continuar com o cargo de porta-voz do presidente Jair Bolsonaro, mas será subordinado direto da Secretaria de Governo, cujo ministro é o general Luiz Eduardo Ramos.

Havia 1 problema de hierarquia dentro do organograma do Palácio do Planalto.

Porta-voz diz que Ancine deve estar alinhada com o ‘sentimento cristão’

Porta-voz diz que Ancine deve estar alinhada com o ‘sentimento cristão’ Porta-voz diz que Ancine deve estar alinhada com o ‘sentimento cristão’

Secretaria Especial de Comunicação Social - Secom . Cerimônia de posse do Ministro-Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República no Palácio do Planalto. Santos Cruz recebe pauta municipalista. CNM apresenta reivindicações à Secretaria de Governo (Segov).

A Secretaria de Governo , órgão essencial da Presidência da República, compete assistir direta e imediatamente o Presidente da República no desempenho de suas atribuições, especialmente: a) no relacionamento e na articulação com as entidades da sociedade e na criação e na implementação de

O porta-voz era vinculado à Secom, que por sua vez é subordinada à Secretaria de Governo, sob o comando do general Ramos.

No início do governo de Jair Bolsonaro foi tudo bem. O secretário de Comunicação era Floriano Amorim, que tinha boa relação com o general Rêgo Barros. Ambos, Floriano Amorim e Rêgo Barros, despachavam diretamente com o general Santos Cruz, que começou o mandato de Bolsoanro como ministro titular da SeGov.

Ocorre que Amorim perdeu o cargo para Fabio Wajngarten, que assumiu a Secom em 12 de abril. Depois, Santos Cruz foi demitido em 13 de junho. A relação entre Rêgo Barros e Wajngarten então se deteriorou.

A rigor, o general teria de se reportar diretamente apenas a Wajngarten. Não deu certo. Agora, haverá uma separação formal, com Rêgo Barros sendo vinculado diretamente à Secretaria de Governo, e vai prestar contas diretamente ao general Ramos.

Governo coloca general para comandar a EBC

Governo coloca general para comandar a EBC Governo coloca general para comandar a EBC

Secretaria de Governo - Presidência da República. Clique aqui para acessar o edital para a contratação de serviços de organização e montagem de evento para a realização de atividades de planejamento, coordenação, supervisão, desenvolvimento e execução das ações para a realização

I - Departamento de Gestão Interna. Responsável por articular as atividades de natureza parlamentar junto aos Ministérios e ao Congresso Nacional; assessorar a Secretaria de Governo em assuntos de natureza federativa e parlamentar, em articulação com a Secretaria Nacional de

Rêgo Barros acabou ocupando espaço da Secom, sobretudo no relacionamento com a imprensa. Existia 1 vácuo. Ele ocupou.

O general organizou vários cafés da manhã do presidente com jornalistas (mais de 100 já participaram). Atendia diretamente demandas de mídia e definia alguns dos posicionamentos públicos de Jair Bolsonaro.

Agora, a intenção da Secom é reocupar esse espaço, sobretudo com a escolha de 1 assessor de imprensa que tenha realmente afinidade com Wajngarten e com Bolsonaro –uma vez que também deixou a Secom o jornalista Paulo Fona, que cuidava da assessoria da secretaria.

_____________________________

Vídeo: Bolsonaro anda em jet ski da Marinha em Brasília (Estadão)

A cada oito dias, pelo menos um funcionário deixa o governo Bolsonaro.
A cada oito dias, pelo menos um funcionário deixa o governo Bolsonaro

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 4
Isto é interessante!