Política: Procurador do ''miserê'' de R$ 24 mil pede licença do Ministério Público - PressFrom - Brasil

PolíticaProcurador do ''miserê'' de R$ 24 mil pede licença do Ministério Público

22:26  11 setembro  2019
22:26  11 setembro  2019 Fonte:   correiobraziliense.com.br

Procurador do 'miserê' já é alvo de 22 representações na Ouvidoria do MP

Procurador do 'miserê' já é alvo de 22 representações na Ouvidoria do MP Segundo o órgão, as manifestações vão ser avaliadas, e caso se forem relacionadas a conduta do trabalho do procurador, serão encaminhadas à Corregedoria Geral do Ministério Público, que é o órgão encarregado de apurar eventuais ou possíveis ilegalidades ou desvios de conduta por parte dos membros do MP. Caso seja aberto algum procedimento, será acompanhado também pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Procurador do ''miserê'' de R$ 24 mil pede licença do Ministério Público© Reprodução/Facebook

O procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, informou nesta quarta-feira (11/9) que o colega Leonardo Azeredo dos Santos — que queixou-se de receber um “miserê” de R$ 24 mil mensais – apresentou um atestado médico e está afastado das funções.

Tonet não soube dizer qual o motivo médico do afastamento e o período. Desde que as declarações foram divulgadas pela imprensa, o procurador Leonardo Azeredo não foi visto na sede do órgão. A reportagem já solicitou essa informação à Assessoria de Imprensa do órgão mas ainda não obteve resposta.

Procurador do 'miserê' ganha, em auxílio, mais que a metade dos brasileiros

Procurador do 'miserê' ganha, em auxílio, mais que a metade dos brasileiros Procurador do 'miserê' ganha, em auxílio, mais que a metade dos brasileiros

Ainda segundo Antônio Tonet, já foram apresentadas representações contra o procurador e todas serão encaminhadas à Corregedoria Geral do Ministério Público — encarregado de apurar eventuais ou possíveis ilegalidades ou desvios de conduta por parte dos membros do MP.

Contra o ''miserê'', MP de Minas cogita ir à Justiça para garantir reajuste

Contra o ''miserê'', MP de Minas cogita ir à Justiça para garantir reajuste Para evitar o congelamento de salário, o Ministério Público já discute uma reação : recorrer à Justiça para assegurar um reajuste nos contracheques do órgão em 2020. A garantia foi dada pelo procurador-geral de Justiça de Minas, Antônio Sérgio Tonet, durante reunião da câmara de procuradores realizada em 12 de agosto — aquela mesma sessão em que o colega Leonardo Azeredo dos Santos reclamou de receber um “miserê” de R$ 24 mil. O assunto veio à tona durante a apresentação da proposta orçamentária para 2020, que prevê um gasto bruto de R$ 1,979 bilhão com a folha de pagamentos.

Durante evento na sede do MP na manhã desta quarta-feira, o procurador-geral afirmou que as declarações do colega Leonardo Azeredo foram de cunho pessoal e deixaram todos os participantes da reunião do colegiado de procuradores “estupefatos”.

Procurador que reclamou do salário ganhou mais de R$ 4 milhões em 5 anos

Procurador que reclamou do salário ganhou mais de R$ 4 milhões em 5 anos Procurador que reclamou do salário ganhou mais de R$ 4 milhões em 5 anos

“Ele se manifestou, o áudio foi disponibilizado (no site do MP) em razão da Lei da Transparência e todos viram, assistiram, e todos ficaram estupefatos. Dessa forma, ninguém repercutiu e foi tratado como uma situação muito pessoal, muito específica e divorciada do pensamento de todos daquele órgão colegiado”, afirmou Tonet, em entrevista à Rádio CBN.

De acordo com o procurador-geral, a instituição não “compactua” com as declarações de Leonardo Azeredo, que está no MP há 28 anos.  “Elas são declarações isoladas, pessoais e não condizem com o pensamento, com a filosofia de trabalho de atuação da instituição e de seus membros. Nós sabemos que a maior parte da população é carente, pobre, hipossuficiente e é para essa população que o Ministério Público de Minas e o brasileiro tem trabalhando incansavelmente”, continuou.

Ainda segundo Antônio Tonet, já foram apresentadas representações contra o procurador e todas serão encaminhadas à Corregedoria Geral do Ministério Público –  encarregado de apurar eventuais ou possíveis ilegalidades ou desvios de conduta por parte dos membros do MP.

Em sua última sessão no STF, Dodge pede proteção à democracia

Em sua última sessão no STF, Dodge pede proteção à democracia Há 'vozes contrárias ao regime de leis'. Destacou o papel do Ministério Público. Foi homenageada pelos ministros da Corte. Procuradora deixa o cargo na 3ª (17. set)

Miserê

As polêmicas declarações do procurador Leonardo Azeredo foram dadas durante a 5ª Reunião Extraordinária do colégio de procuradores do MP, quando foi discutido o orçamento do MP para 2020.

No áudio de cerca de 1 hora e 40 minutos – retirado da página do órgão na internet –, o procurador reclama que teve que cortar gastos para se adequar a uma salário de R$ 24 mil mensais e pede que a direção do MP encontre mecanismos para reajustar o salário da categoria. “Um salário relativamente baixo, sobretudo para quem tem filhos. Como o cara vai viver com 24 mil reais?”, questionou na ocasião. Levantamento realizado pelo Estado de Minas, no entanto, mostra que o procurador Leonardo Azeredo dos Santos custou para o contribuinte mineiro pelo menos R$ 4 milhões nos últimos cinco anos – sem levar em contra benefícios como o auxílio-alimentação R$ 1,1 mil e o auxílio-saúde, em média de cerca de R$ 1,99 mil.

O total de R$ 4.173.614,58 gasto pelo MP exclusivamente com o procurador se refere ao salário, indenizações e “remunerações retroativas ou temporárias” — que incluem valores garantidos por conquistas na carreira ou decisões judiciais.

Carlos Bolsonaro é investigado por suspeita de empregar funcionários 'fantasmas'

Carlos Bolsonaro é investigado por suspeita de empregar funcionários 'fantasmas' Carlos Bolsonaro é investigado por suspeita de empregar funcionários 'fantasmas'

____________________

Vídeo: Procuradores discursam e defendem lista tríplice para PGR (Estadão)

Relator de indicação de PGR defende Ministério Público independente.
Relatório deve ser entregue próxima semana.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!