Política: Bolsonaro não tem mais nenhuma relação com o PSL, diz presidente do partido - PressFrom - Brasil

Política Bolsonaro não tem mais nenhuma relação com o PSL, diz presidente do partido

19:41  09 outubro  2019
19:41  09 outubro  2019 Fonte:   estadao.com.br

‘Briga de marido e mulher’, diz Bolsonaro sobre embates no PSL

  ‘Briga de marido e mulher’, diz Bolsonaro sobre embates no PSL ‘Briga de marido e mulher’, diz Bolsonaro sobre embates no PSL“Por enquanto, tudo bem”, respondeu o presidente ao ser questionado se continuaria ou não na legenda. “Briga de marido e mulher. De vez em quando acontece. Está tudo bem”, disse.

O presidente do PSL , deputado Luciano Bivar, avaliou nesta quarta-feira (9) que a fala do presidente Jair Bolsonaro sobre o partido foi "terminal", que o presidente "já está afastado" da legenda e que não pode levar a "dignidade" da sigla.

Major Olímpio disse 'desconhecer' possibilidade de desfiliação do presidente . Mais cedo, Bolsonaro pediu a apoiador para 'esquecer' o partido . “Talvez o presidente esteja vislumbrando uma situação que nenhum de nós tenha conhecimento. E o que eu vejo é sempre o Luciano Bivar e todo o PSL

Luciano Bivar, presidente nacional do PSL © Dida Sampaio/Estadão Luciano Bivar, presidente nacional do PSL

O presidente do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), disse nesta quarta-feira, 9, considerar que o presidente Jair Bolsonaro já decidiu pela saída do partido.

"Quando ele diz a um estranho para esquecer o PSL, mostra que ele mesmo já esqueceu. Mostra que ele não tem mais nenhuma relação com o PSL", afirmou o dirigente partidário ao Broadcast Político/Estado.

Na terça, Bolsonaro disse a um apoiador que se identificou como pré-candidato pela legenda no Recife para que ele esquecesse o partido e afirmou que Bivar "está queimado para caramba". O presidente, segundo apurou o Estado, avalia deixar a legenda. Seria a nona troca de sigla de Bolsonaro

Bolsonaro recomenda a apoiador ‘esquecer o PSL’ e diz que Bivar ‘está queimado’

  Bolsonaro recomenda a apoiador ‘esquecer o PSL’ e diz que Bivar ‘está queimado’ Bolsonaro recomenda a apoiador ‘esquecer o PSL’ e diz que Bivar ‘está queimado’O presidente Jair Bolsonaro deu indícios nesta terça-feira, 8, de que pode deixar o PSL, sigla pela qual se elegeu no ano passado. Ao ser abordado por um apoiador na porta do Palácio da Alvorada, em Brasília, pediu a ele que “esquecesse” o partido e afirmou que o presidente da legenda, o deputado Luciano Bivar (PE), "está queimado para caramba".

O presidente do PSL , deputado federal Luciano Bivar (PE), disse ao blog desconhecer o motivo da declaração do presidente Jair Bolsonaro a um Bolsonaro orientou nesta terça um apoiador que se apresentou como pré-candidato pelo PSL em Recife (PE) a esquecer o partido (veja o diálogo abaixo).

O presidente Jair Bolsonaro deu indícios hoje de que pode deixar o PSL . O partido tem enfrentado disputas internas e sua bancada na Câmara está Ontem, o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, afirmou que não havia da parte do presidente nenhuma "formulação com relação a

Bivar disse não entender o que motivou o presidente a dar tais declarações. "Ontem (terça) mesmo eu recebi um convite para ir a uma cerimônia no Palácio do Planalto e tinha um jantar marcado com o ministro da Justiça, Sérgio Moro. Então, não vi indicativos nenhum", disse.

Para ele, a intenção do presidente ao atacar o PSL é mostrar que não tem envolvimento com denúncias sobre irregularidades envolvendo a candidaturas de mulheres que teriam sido usadas como "laranjas" para obter recursos públicos. "Acho que ele quis sair porque tem preocupação com as denúncias de laranjas. Ele quer ficar isento dessas coisas", afirmou Bivar.

Na semana passada, o Ministério Público de Minas Gerais denunciou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, por irregularidades envolvendo candidaturas de mulheres nas eleições de 2018. Antônio presidia o PSL mineiro à época.

Major Olímpio: 'PSL não é dinastia'

  Major Olímpio: 'PSL não é dinastia' Major Olímpio: 'PSL não é dinastia'O senador explicou que decidiu passar a presidência do PSL em São Paulo para Eduardo por ele ser seu vice à época. “Mas isso é uma questão interna do partido no Estado, por acaso com o Eduardo, que por acaso é o filho do presidente”, afirmou. Na terça, dirigentes regionais da sigla foram à justiça contra o “filho 03”, para reverter atos baixados pelo deputado, que nas últimas semanas demitiu presidentes de pelo menos 73 dos 280 diretórios estaduais do partido.

O presidente Jair Bolsonaro expôs na manhã desta terça-feira (8) uma crise dentro de seu partido ao dizer a um apoiador que era para ele "esquecer o PSL ". Em buscas realizadas pela PF em MG no fim de abril, os policiais não encontraram nas gráficas citadas nas prestações de contas nenhum

Bolsonaro disse , ainda, que o presidente do PSL , Luciano Bivar, está ‘queimado para caramba’. Em coletiva na última segunda-feira (7), o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, negou os rumores: “Não há da parte do presidente , agora, nenhuma formulação com relação a uma suposta

Cálculo político

Outro fator apontado pelo presidente do PSL para justificar o ataque de Bolsonaro à legenda seria um cálculo político do presidente para garantir a sua reeleição. "Ninguém é eleito presidente sem ter acertos. Como ele vem em um processo de reeleição, talvez ele saiba qual é o melhor caminho a ser seguido. Espero que ele tenha sucesso", disse.

Embora ainda não tenha definido o seu destino, Bolsonaro avalia vários cenários políticos e deseja um partido que possa controlar, para impulsionar sua candidatura à reeleição, em 2022. A União Democrática Nacional (UDN) já pediu registro como partido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e quer que o presidente se filie à sigla.

A saída de Bolsonaro pode provocar uma debandada no PSL. Dirigentes do partido ouvidos pelo Estado afirmam que o presidente pode levar consigo até 15 dos 53 deputados federais, além de dois dos três senadores - Flávio Bolsonaro (RJ) e Soraya Thronicke (MS).

Bivar, no entanto, afirma não se preocupar com um eventual esvaziamento da legenda. "Redução ou aumento da bancada não representa nada, o importante é manter a nossa linha de conduta e dignidade", afirmou.

Ele diz ainda que as bancadas no Congresso continuarão apoiando as pautas do governo. "Nenhuma turbulência vai alterar o comportamento do partido", disse.

Questionado sobre se pretendia procurar Bolsonaro para conversar, Bivar afirmou não ver motivos para procurá-lo agora. "Tenho que respeitar a posição dele, não vou ser invasivo ou inconveniente", afirmou.

____________________________

Cúpula do PSL pune deputados pró-Bolsonaro .
Cúpula do PSL pune deputados pró-BolsonaroPróximo de Bivar, o deputado Júnior Bozzella (PSL-SP) disse que a cúpula do PSL decidiu punir os deputados que “se posicionaram frontalmente contra o PSL”. De acordo com Bozzella, Carlos Jordy (PSL-RJ), Filipe Barros (PSL-PR), Coronel Armando (SC), Luiz Ovando (MS), Aline Sleutjes (PR) e Márcio Labre (RJ) perderam cargos comissionados. Labre perdeu, ainda, uma comissão especial, junto com Carla Zambelli (SP). Alê Silva (MG), por sua vez, não é mais titular da Comissão de Tributação e Finanças.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 0
Isto é interessante!