Política: Bolsonaro diz que não pretende deixar PSL ‘de livre e espontânea vontade’ - PressFrom - Brasil

Política Bolsonaro diz que não pretende deixar PSL ‘de livre e espontânea vontade’

22:26  09 outubro  2019
22:26  09 outubro  2019 Fonte:   poder360.com.br

‘Briga de marido e mulher’, diz Bolsonaro sobre embates no PSL

  ‘Briga de marido e mulher’, diz Bolsonaro sobre embates no PSL ‘Briga de marido e mulher’, diz Bolsonaro sobre embates no PSL“Por enquanto, tudo bem”, respondeu o presidente ao ser questionado se continuaria ou não na legenda. “Briga de marido e mulher. De vez em quando acontece. Está tudo bem”, disse.

Presidente disse que campanha para prefeito vai começar sem partido dizer a que veio© Sérgio Lima Presidente disse que campanha para prefeito vai começar sem partido dizer a que veio

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta 4ª feira (9.out.2019) que não pretende deixar o PSL “de livre e espontânea vontade”. A afirmação foi feita em entrevista ao site O Antagonista.

A queda de braço entre o presidente e a sigla não é de hoje, mas ganhou força depois de declaração do chefe do Executivo a 1 apoiador. Na ocasião, o presidente disse a ele para “esquecer o PSL” e que o presidente do partido, o deputado Luciano Bivar (PE), está “queimado para caramba”.

“O rapaz falou que era candidato a vereador. Se começar a vincular nome a partido, à minha imagem, pode ter problema de campanha antecipada. Ninguém tem que se antecipar como candidato, cria ciúmes. Quando falei que ele [Bivar] estava queimado, é que ele não está bem no Estado dele”, afirmou o presidente na entrevista.

Deputados do PSL tomam lado de Bolsonaro, mas minimizam chance de debandada

  Deputados do PSL tomam lado de Bolsonaro, mas minimizam chance de debandada Deputados do PSL tomam lado de Bolsonaro, mas minimizam chance de debandadaNo texto, os congressistas cobram “renovação” nas práticas da direção do partido para que a legenda possa contribuir para o estabelecimento de uma “nova política“.

Sobre a possibilidade de sair da legenda, o presidente disse ao Antagonista que não quer “entrar nessa briga”. Mas, segundo apurou a Veja, o presidente que já teria se afastado do partido por estar insatisfeito.

“Comigo fora da legenda, a tendência do PSL é murchar. Se eu sair, é natural que muita gente saia também. Não integro a Executiva, só estou filiado ao partido, mais nada. Essas são as reclamações. Eu não quero esvaziar o partido. Quero que funcione. O PSL caiu do céu para muita gente, inclusive para o Bivar”, destacou Bolsonaro.

O presidente ainda teria se mostrado disposto a resolver o impasse com Luciano Bivar, mas reiterou suas críticas. Segundo ele, elas reverberam uma insatisfação de outros integrantes da legenda. “O que faço é uma reclamação do bem. O partido tem que funcionar, tem que ter a verba distribuída, buscar solucionar os problemas nos diretórios. Todo partido tem problema. O presidente, o tesoureiro, eles têm que solucionar isso.”

Bolsonaro sobre prêmio a Chico Buarque: ‘Até 31 de dezembro de 2026 eu assino’

  Bolsonaro sobre prêmio a Chico Buarque: ‘Até 31 de dezembro de 2026 eu assino’ Bolsonaro sobre prêmio a Chico Buarque: ‘Até 31 de dezembro de 2026 eu assino’Questionado por jornalistas na portaria do Palácio da Alvorada sobre o que faria com o documento, Bolsonaro disse: “Até 31 de dezembro de 2026 eu assino”. A data citada pelo presidente seria o último dia de 1 eventual 2º governo. O mandato dele termina em dezembro de 2022.

Questionado sobre a eleições municipais em 2020, Bolsonaro mostrou-se preocupado. Disse que a campanha começará “sem o partido dizer a que veio”.

“A gente está bem politicamente. A gente pode fazer muitos prefeitos. Mas alguns da liderança não estão enxergando isso. Ficam olhando para o próprio umbigo. O partido pega 1 pouco mais de R$ 8 milhões por mês. Posso estar equivocado, nem todos os diretórios recebem isso todo mês. Como fica para 2020 as eleições municipais? Alguns espertalhões queimam a largada. A tendência é não dar certo”, alertou.

Sobre a estrutura partidária, Bolsonaro disse considerar que o PSL é “1 partido rico” com grande acesso ao fundo partidário. “A bancada é coisa pra burro. Tem que deixar a vaidade de lado, a arrogância, a petulância de alguns… É só anular isso daí. Não existe prazer maior que ver o meu partido votando coisa séria, todo mundo se comunicando, conversando. A gente quer o bem do país”.

O presidente concluiu alertando que, a partir da janela partidária, o partido pode crescer ainda mais. Mas é preciso resgatar as pautas de campanha, o patriotismo, a defesa da família, do porte de armas.

_______________

Bolsonaro diz que não pretende acabar com estabilidade de servidor .
Campeonato do Corinthians é pela Libertadores? Mateus Vital discorda: 'Vamos em busca do título'

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 0
Isto é interessante!